18.1.11

High Griffinition

A exibição de Derrick Rose (22 pontos, 12 assistências e 10 ressaltos, o primeiro triplo-duplo da sua carreira) não foi a única exibição excepcional de ontem à noite. No dia em que os Estados Unidos celebraram a memória de Martin Luther King, Blake Griffin não quis ficar fora das notícias e explodiu para 47 pontos frente aos Pacers.


A equipa de Indiana optou por fechar as zonas mais perto do cesto e desafiar Griffin a lançar de meia distância. O rookie dos Clippers não se fez rogado e não só marcou o máximo de pontos num jogo da NBA esta época, como estabeleceu o recorde de pontos dum rookie na história da equipa.
Para mais, ainda o fez com uma eficiência acima da média, precisando apenas de 24 lançamentos de campo para marcar os 47 pontos. Mais surpreendente ainda, com a defesa dos Pacers a conseguir fechar muitas vezes o meio do campo, fez apenas um afundanço.

Para verem todo o reportório ofensivo que Griffin exibiu, aqui têm, em 2 minutos, cada um dos cestos de campo de Blake:


E este artigo de Henry Abbot no True Hoop, revela ainda mais a dimensão do feito: foi apenas a 13ª vez nos últimos 20 anos que um jogador (não apenas entre os rookies, mas entre todos os jogadores) marca tantos pontos com tão poucos lançamentos. Kobe Bryant fê-lo. Iverson e McGrady também. Lebron e Wade fizeram-no duas vezes. Mas muitos outros grandes não o fizeram.

E, comparando a sua época de rookie (até aqui) com a de outros jogadores, os seus números parecem ainda melhores. Griffin está com um PER (Player Eficciency Rating) de 23.26. Apenas dois rookies tiveram um PER melhor: David Robinson e Michael Jordan. Bela companhia. Belo currículo até aqui.

4 comentários:

  1. É para mim neste momento o jogador mais espectacular de se ver jogar na NBA(acompanhado por D.Rose, D.wade e J.R Smith) e está a arrastar os Clippers com ele!
    O B.Davis e o E.Gordon estão a dar uma preciosa ajuda mas ele está definitivamente a tornar - se num "franchise player"! A equipa até já se uniu para o proteger das equipas que tentam praticar um jogo excessivamente físico com ele...
    Não consigo entender a dúvida entre ele e o Kevin Love para o All-Star game, claro que o K.Love tem números extraordinarios. Mas estamos a falar de um espectaculo, não de um jogo qualquer e o Blake é só o jogador cm mais afundanços na liga!
    Saudações

    ResponderEliminar
  2. o blake esta a jogar muito bem.

    ResponderEliminar
  3. Boas, jogão de Griffin!!

    Já agora, não consigo perceber as comparações com os 47 pontos e os 24 lançamentos, pois, não estão contabilizados os lances livres.

    Por exemplo, poderia um jogador marcar 20 pontos só com 5 lançamentos tentados? 5x2 pontos - 10; mais 10 lances livres convertidos...

    Ou então, 40 pts com 10 lançamentos tentados. 10x2 + 20 lances livres (quem viu os Lakers-Kings em 2002, sabe que é possivel um jogador marcar 20 LL num jogo)...

    ResponderEliminar
  4. Boas, Sérgio!
    De facto, como dizes, um jogador poderia marcar 20 pontos só com 5 lançamentos (e 10 l. livres) ou marcar 40 com 10 lançamentos (mais 20 l. livres!), mas marcar muitos pontos com poucos lançamentos não é fácil. Gasol, por exemplo, conseguiu um jogo perfeito em Novembro: marcou 10 em 10 do campo e mais 8 em 8 em l. livres, para 28 pontos. Mas jogos assim são uma excepção. O facto é que, nos últimos 20 anos, apenas 13 jogadores conseguiram marcar 47 ou mais pontos com tão poucos lançamentos.

    ResponderEliminar