2.3.11

Mais desejos e aspirações das equipas da NBA


E agora o que cada equipa do outro lado dos Estados Unidos espera e deseja nestes 44 dias até aos playoffs:

Northwest Division

Oklahoma City Thunder - Afirmar a nova condição de candidato e continuar a reduzir o fosso entre eles e as três equipas da frente. E que o futuro chegue quanto antes.

Denver Nuggets - Manter a 5ª posição no Oeste e mostrar ao mundo o grande negócio que conseguiram fazer com Carmelo.

Portland Trail Blazers - Que a maldição das lesões os abandone de vez. E que Paul Allen, depois de inventar o Windows com Bill Gates, invente uma forma de criar nova cartilagem nos joelhos de Brandon Roy.

Utah Jazz - Em Salt Lake City estão divididos entre o desejo de apuramento para os playoffs (para, provavelmente, não passarem da primeira ronda) e o desejo de perder o máximo de jogos até ao fim da época e aumentar as hipóteses de ganhar a lotaria do draft (com sorte e o nº 1, podiam seleccionar Kyrie Irving para fazer esquecer Deron Williams).

Minnesota Timberwolves - Que os duplos-duplos de Love mantenham o mundo interessado na equipa, mas a falar de outra coisa que não o crescimento imparável da coluna de derrotas.


Pacific Division

Los Angeles Lakers - Na terra dos sonhos, há centenas de desejos e aspirações a cada esquina. Mas no Staples Center há apenas um: que a temporada regular acabe e comecem os jogos a sério.

Phoenix Suns - Que Steve Nash tenha 27 anos outra vez. Ou que alguém lhes diga o que fazer.

Golden State Warriors - P'ro ano há mais (defesa?).

Los Angeles Clippers - A equipa com mais highlights na NBA não deseja mais nada. Ainda estão gratos por Blake Griffin lhes ter saído em sorte. E por se terem livrado de Baron Davis e do seu gordo contrato.

Sacramento Kings - Que p'ro ano haja mais (em Sacramento?).


Southwest Division

San Antonio Spurs - Se não conhecessemos Gregg Popovich e os dirigentes dos Spurs, diríamos que desejam que esta temporada não acabe. Mas eles sabem que as equipas não são recordadas pela temporada regular. E os desejos de Popovich e R.C. Buford, por muito boa que seja a temporada regular, começam nos playoffs.

Dallas Mavericks - Spurs ou Lakers? Qual destes preferiam enfrentar na segunda ronda dos playoffs? Se mantiverem o 2º lugar no Oeste, apanham os Lakers, se cairem para 3º, apanham os Spurs. Venha o diabo e escolha, por isso, para os lados de Dallas só se deseja que a equipa continue a jogar tão bem como tem feito e se prepare para as batalhas importantes.

New Orleans Hornets - Que Chris Paul volte a jogar como um MVP.

Memphis Grizzlies - Que os seus jovens jogadores continuem a progressão e o bom momento de forma continue até ao fim da temporada para conseguirem o apuramento para os playoffs pela primeira vez desde que Pau Gasol saiu.

Houston Rockets - À semelhança dos Jazz, também em Houston há indecisos quanto aos desejos: conseguir ir aos playoffs e perder logo ou ficar de fora e jogar na lotaria do draft?

2 comentários:

  1. Mais uma vez excelente análise. Apesar de tudo continuo a dar grande parte do favoritismo aos lakers para vencerem esta conferência. Os spurs estão a jogar mt bem mas penso que a falta de tamanho os vai prejudicar mt num playoff contra L.A se bem que em termos de banco são provavelmente a melhor equipa da liga (antes das trocas preferia o de denver) e esse factor também pode decidir jogos equilibrados.
    Quanto aos mavs (outra equipa com um excelente banco) a lesão de C.Butler abriu uma brecha que eles não conseguiram fechar no mercado mas são sempre uma equipa a ter em conta nem que não seja pelos minutos de playoffs que Nowitzky e J.kidd têm nas pernas.
    Depois destes três "favoritos" coloco como outsiders Oklahoma e Portland (apesar da classificação). Penso que ambas as equipas têm exactamente o mesmo obstáculo. A falta de tempo até aos playoffs para criar rotinas e entrozamento na equipa. Oklahoma devido à recente troca (perdeu o 3º melhor marcador da equipa mas ganhou preseça interior, ressaltos, e uma besta defensiva com Perkins). Portland fez uma das melhores trocas ao garantir G.wallace e só agora vê alguns dos seus principais jogadores regressar de graves lesões. Se pensarmos em B.Roy ao seu melhor nível aliado às prestações de nível all star de L.Aldridge, Andre Miller e gerald wallace a manter o nível "double double" que apresentou em charlotte são uma equipa temivel e muito versátil!
    Denver e N.orleans não me parecem capazes de se baterem com estas equipas numa série de 7 jogos, os hornets por falta de soluções (concordo contigo em relação ao CP3 não é que esteja a jogar mal mas desde a lesão baixou um pouco e já não leva a equipa às costas). Denver porque acabou de ficar orfã do seu franchise player (apesar do excelente negócio a equipa precisa de uns ajustes).

    ResponderEliminar
  2. Este pode ser um bom ano para os dallas matarem o borrego... o jason kidd, apesar de os números não o dizerem, está a chegar ao fim da linha, e poucas vezes tiveram tantas soluções, principalmente no jogo interior (que grande surpresa o chandler!).
    E termos ofensivos, o butler vai fazer falta - ele prometeu estar de volta nos play-offs, mas não me cheira - por isso vão depender muito do "ridirkculous" nowitzki (o melhor não americano de todos os tempos, embora se costume notar menos nas séries à melhor de 7), do jogo exterior do velho peja, da mão quente do jason terry e da sanidade mental do shawn marion. Ah, e ainda ainda há o beaubois, que supostamente é a next-big-thing para os lados do texas.
    enfim, os astros terão de estar todos alinhados, mas eu acredito!
    pedro

    ResponderEliminar