27.7.11

Quem se portou melhor contra as melhores defesas


Como já dissemos aqui antes, as estatísticas tradicionais (pontos, ressaltos, assistências, etc) não são suficientes para avaliar o real rendimento dum jogador. Os números tradicionais, quando analisados de forma isolada, podem enganar. Muitas vezes, um jogador pode ter uma média de pontos alta, mas isso ser fruto de muitos jogos bons contra defesas mais fracas. Muitos jogadores conseguem grandes números contra equipas mais fracas e números menos bons contra as melhores equipas e as melhores defesas da liga. No fim, a sua média pode ser boa, mas é preciso ir mais fundo e ver como e em que circunstâncias essa média foi atingida.

Foi o que fez Neil Paine. Num artigo no Basketball Reference, Paine analisou os jogadores que jogaram melhor contra as melhores defesas, os que jogaram melhor contra defesas piores e aqueles que jogaram bem contra ambos os tipos de defesa.

Paine dividiu as 30 equipas da NBA em duas metades, as 15 melhores defesas e as 15 piores. Depois não listou apenas os pontos marcados contra cada uma dessas defesas, mas sim toda a produção ofensiva de cada jogador contra elas (Off Rtg, % lançamento, +/-, etc). E chegou por fim a uma lista dos melhores e piores jogadores contra as melhores defesas e os melhores e piores jogadores contra as piores defesas.

Derrick Rose foi o melhor de todos contra as melhores defesas. Nowitzki foi segundo e Deron Williams terceiro. O top 5 fica completo com Lebron James em quarto e Kevin Durant em quinto.
Do outro lado, o top 5 dos que tiveram melhor produção ofensiva contra as 15 defesas da segunda metade tem Steve Nash em primeiro lugar, Dwayne Wade em segundo e Kobe em terceiro. James é quarto nesta lista também e Derrick Rose é o quinto.

Algumas conclusões:
Rose e James jogaram bem contra todas as defesas. Fossem melhores ou piores, a sua produção ofensiva foi sempre boa. Já Kobe e Wade tiveram melhor produção ofensiva contra as defesas piores e contra as defesas melhores sentiram mais dificuldades (apenas 11º e 12º, respectivamente).

Nowitzki é um caso dum jogador que está no seu melhor quando mais é preciso, pois teve melhor produção contra as melhores defesas (2º) do que contra as piores (apenas 18º).

E uma nota positiva para jogadores como Kevin Martin, Kevin Love, Kevin Durant (eh pá, é o domínio dos Kevins!) e Chris Paul, que estão no top 10 contra ambos os tipos de defesa e revelam uma regularidade assinalável.

E Rose ter sido o melhor de todos contra as melhores defesas tira muitas das dúvidas sobre a justiça do seu MVP (e eu fui um dos que tive dúvidas, por isso esta foi uma estatística que me fez pensar).


Sem comentários:

Enviar um comentário