8.11.11

Horas decisivas no lockout


Com o fim do prazo dado pela liga aos jogadores a aproximar-se, começam a surgir jogadores a dizer para aceitarem o acordo duma vez:

- Kevin Martin é um deles. Numa mensagem enviada à Sports Illustrated, o shooting guard dos Rockets diz que "se temos a certeza que os donos não vão mudar, então aproveitamos o melhor acordo possível. Arriscamo-nos a perder uma percentagem de jogos que nunca vamos recuperar, bem mais que os 2% do BRI." As contas de Martin fazem todo o sentido. Os jogadores estão neste momento a lutar por um 1%.  Se cada ponto percentual representa cerca de 40 milhões, nos 10 anos do CBA são 400 milhões. Por cada mês que perderem de jogos a liga e os jogadores perdem... 400 milhões.


Vá lá, acordem lá isso duma vez! É tempo de voltar ao basquetebol!


1 comentário:

  1. Eu quero basket, mas se os jogadores perdem 400milhões, quanto perdem os donos e não me venham com essa dos prejuizos de quase todas as equipas é que nem é preciso a goldman sachs para fazer umas contas bonitas.

    Tal como em 99? isto resolve-se quando os 2 lados se fartarem de perder dinheiro

    ResponderEliminar