15.5.12

E a jogada que deu a vitória aos Clippers


Se no sábado tivemos uma jogada muito inteligente de Rondo a dar a vitória aos Celtics, no domingo foi a vez duma grande jogada dos Clippers dar-lhes a vitória no jogo e na série com os Grizzlies. Mas foi uma que não veio de nenhum dos jogadores da equipa de Los Angeles, mas sim do seu treinador.


Uma das críticas que é feita muitas vezes aos treinadores na NBA é que se mantém demasiado fiéis ao plano traçado antes do jogo e às rotações definidas e improvisam pouco durante o jogo. Há ligeiras diferenças e variações de equipa para equipa, mas nas substituições o padrão é mais ou menos este: os titulares começam o jogo, depois na parte final do primeiro período começam a rodar a equipa e a colocar os suplentes. A segunda unidade começa o segundo período e a meio deste regressam os titulares. Os titulares começam depois a segunda parte e, mais uma vez, por volta do fim do terceiro período, voltam a dar descanso a estes e a colocar os suplentes. A segunda unidade inicia depois o último período e, por volta dos 9 minutos, regressam os titulares para encerrar o jogo.

Há depois ligeiras adaptações e especificidades em cada equipa e em cada jogo, mas é este o padrão que qualquer fã da NBA reconhece. E os treinadores da NBA são, por isso, muitas vezes criticados por fazerem as coisas demasiado pelas regras. 

O que foi o que Vinnie Del Negro não fez este domingo, no jogo 7 entre Clippers e Grizzlies. Com o jogo renhido e os Clippers a perderem por um no final do terceiro período, o treinador dos Clippers fez a sua rotação habitual e começou o quarto período com Eric Bledsoe, Mo Williams, Nick Young, Kenyon Martin e Reggie Evans. E esta segunda unidade conseguiu aquilo que os titulares ainda não tinham conseguido: distanciar-se dos Grizzlies e atingir a dezena de pontos de vantagem. E quando chegámos aos habituais 9 minutos do período, Del Negro improvisou: manteve-os em campo e manteve os titulares no banco.

Só com 6 minutos para jogar é que reentraram Chris Paul e Blake Griffin. Paul ficou em jogo até ao fim, mas Griffin voltou a sair dois minutos depois e voltou Kenyon Martin para o jogo. Paul e Griffin foram os únicos titulares que jogaram no quarto período, Kenyon Martin e Bledsoe jogaram 8 minutos nesse período decisivo, Mo Williams jogou 10 minutos e Reggie Evans e Nick Young jogaram o período inteiro.

No fim, os Clippers terminaram com 41 pontos dos titulares e 41 pontos do banco. A sua segunda unidade levou a melhor sobre a primeira unidade da equipa de Memphis e, com os suplentes a jogar  tão bem, Del Negro fez, não aquilo que está nos livros, mas aquilo que o jogo lhe deu.
Foi uma verdadeira vitória da equipa e uma excelente leitura de jogo de Del Negro. Foi uma jogada pouco habitual, mas que não lhe podia ter saído melhor.

8 comentários:

  1. pro.benfica15/05/12, 02:28

    Pum! Os Celtics acabaram de levar na pá.

    ResponderEliminar
  2. Worlds Forgotten Boy15/05/12, 03:20

    Não te entusiasmes é muito, que já se sabe que os Celtics adoram grindar. Nada lhes é oferecido ou sai fácil mas eles estão sempre na luta pelos jogos, séries e títulos.

    ResponderEliminar
  3. Foi sem duvida um grande quarto periodo por parte do banco dos Clippers , o segredo na serie esteve no Evans e no Martin porque o jogo defensivo interior do Clippers deixa um pouco a desejar e estes souberam estancar Gasol e Zach R. , o DeAndre Jordan continua a ser um terco do jogador que pode ser .
    Uma duvida para quem viu o jogo : Foi apenas minha impressao , o que ate' posso admitir , ou quer no jogo 6 quer no jogo 7 a equipa de arbritragem em caso de duvida , e as vezes mesmo quando nem duvida existia, as decisoes tendiam sempre a cair a favor dos Grizzlies ?
    Penso que agora com os Spurs os Clippers vao passar por muitas dificuldades e mesmo fisicamente os Clippers parecem que estao mesmo no limite .
    Felizmente no basket tudo pode acontecer , mesmo o que parece improvavel portanto ainda acalento o desejo de ver os Clippers numa final de conferencia .

    ResponderEliminar
  4. Worlds Forgotten Boy15/05/12, 04:38

    Ficar acordado para ver os Lakers fazer uma exibição digna de uns Bobcats...pffff

    ResponderEliminar
  5. Eu a pensar que as meias finais da conferencia Oeste iriam ser mais empolgantes que as da conferencia Este mas se calhar vai ser ao contrario e tanto Spurs como OKC vão arrasar as equipas de LA... Que sova que os Lakers levaram wow

    ResponderEliminar
  6. Ui, que jogo demolidor dos OKC! Devastaram os Lakers. Assim nem os Spurs vão aguentá-los na final de conferência.

    ResponderEliminar
  7. Stoudemire15/05/12, 15:52

    Calma, o jogo 2 vai dizer o que esperar desta série. Estou à espera de uma grande reacção dos Lakers, principalmente dos seus big men, ainda para mais com a lesão de Perkins, mas que foi uma grande demonstração de força dos OKC lá isso foi.

    ResponderEliminar
  8. Os Lakers gostam mesmo de protagonismo ! Os Clippers passam uma ronda no jogo 7 e fora e quando se espera q esse fosse o tema do dia em LA o que fazem os Lakers ?! Levam um cabaz no dia seguinte e voltam a ser a noticia do dia !
    Agora mais a serio , como diz o Stoudemire , eu tambem acho que vamos ter uns Lakers com o orgulho ferido no jogo 2 que vao deixar tudo em campo para apagar esta triste imagem . Esse jogo 2 promete , e muito !

    ResponderEliminar