8.12.12

Mais uns X's e O's - Miami Heat


Última posse de bola do período, a estrela da equipa dribla ou segura a bola perto do meio campo, gasta o tempo, espera pelos últimos segundos para então jogar 1x1 (ou 1xVários) e tentar marcar o último cesto do período (e às vezes do jogo). Quantas vezes já vimos este cenário e quantas vezes já vimos tantas e tantas equipas a usar esta estratégia?

Erik Spoelstra e os Heat (que tantas vezes também já recorreram à jogada individual básica) foram um bocadinho mais imaginativos no final do 1º período do jogo de ontem e tiveram bons resultados.

Tudo parecia encaminhado para mais uma jogada de isolamento e 1x1. LeBron tem a bola depois do meio campo e espera pelos últimos segundos do período. Os restantes jogadores dos Heat espalham-se pelo campo deixando o meio livre para a penetração. Shane Battier e Joel Anthony bem abertos do lado esquerdo e Ray Allen e Mike Miller do lado direito.

No momento em que LeBron se começa a aproximar da linha de três pontos pelo lado direito e se prepara para jogar 1x1, Mike Miller desloca-se para o lado contrário do campo, aparentemente para aclarar e deixar esse lado do campo livre:


LeBron inicia o 1x1 e penetra pelo meio do campo, os defensores de Joel Anthony e Shane Battier vêm na ajuda defensiva, ao mesmo tempo que Mike Miller continua o seu corte até à linha de três pontos, acima da linha de lance livre:


Nesse momento, Shane Battier e Joel Anthony fazem um bloqueio duplo (stagger screen) ao defensor de Mike Miller que, como os defensores daqueles foram ajudar no meio do campo para parar a penetração de LeBron e não há ninguém para dar um tempo de ajuda nos bloqueios, deixa Miller completamente sozinho:


LeBron tem uma linha de passe clara, assiste e Miller, sobre a buzina, concretiza o lançamento completamente isolado. Uma variação inteligente da típica jogada de isolamento de final de período e três pontos fáceis para os Heat, como podem ver aqui a partir dos 34'':


11 comentários:

  1. Bem jogado, certo.

    Reparem só nisto: http://www.youtube.com/watch?v=b0H7MKqLYEI

    O LeBron, pelo que vejo, tem mais uma jogada de isolation para ele, certo? Ainda por cima contra alguém como o Matt Bonner. Depois atrapalha-se e valeu o Ray-Ray que lá estava para os salvar.
    No jogo contra os wizards, falhou 2 triplos que dariam a vitória a Miami.
    Jogo contra os Nuggets, foi Allen a resolver. (para variar)
    Levanto a pergunta:
    Todos sabemos que o LeBron e os momentos finais do jogo não se dão muito bem e ele acusa a pressão muitas vezes. Agora passou a ser o Ray o "Go to guy" ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. era o Splitter que o estava a defender, a ajuda defensiva veio do Nando de Colo.

      Eliminar
    2. outra vez a mesma coisa...

      o lebron entrou na nba em 2003, ou só conhecem os lançamentos que falha no fim, nestas últimas 2 épocas???

      playoff em detroit marcou 20 e tal pontos seguidos, dos últimos 30 marcou 29.
      triplo contra os magic com 1.6 seg para o final.
      final de conferencia de há dois anos em chicago, praticamente sozinho eliminou os no fim.
      OKC no jogo 2 ou 3 mesmo lesionado marcou um triplo que selou a vitória.

      ele marca e também falha.

      se passa ao ray allen, marca e vencem, querem o quê???? que lance com 2 ou 3 jogadores a marcá-lo???? quantas vitórias não tiveram os celtics com o allen a lançar, não era só o pierce ou garnett...

      contra os wizards fez triplo-duplo, mas mesmo assim a culpa da derrota é dele... sinceramente

      Eliminar
    3. Excelente post Márcio, continua a ensinar-nos o jogo que a malta agradece.

      Eliminar
    4. confundir o splitter com o bonner!!! e depois ainda vieram o nando de colo e o mills, mas claro que não convém dar mérito ao passe que foi feito. o ray allen estava lá para os safar porque a bola chegou direitinha, senão não salvava ningém...

      Eliminar
    5. Stoudemire08/12/12, 09:10

      Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    6. Stoudemire08/12/12, 15:55

      Aí está ele a apagar comentários só porque são meus. É ridículo, onde é que eu ofendi alguém?

      Eliminar
  2. É curioso escolherem 2 exemplos de boas jogadas dos Heat num jogo em que levaram uma lição de jogo de equipa, rotações defensivas e rotações ofensivas para libertar atiradores.

    Sim, porque ao contrário de Miami a outra equipa não tinha uma super-estrela em que se apoiar, pelo que precisou de muitos e bons X's e O´s para vários jogadores conseguirem fazer o que Mike Miller fez neste lance.

    SD,
    Xait

    ResponderEliminar
  3. Miami levou uma lição dos Knicks em casa!
    E já agora, esta madrugada os Lakers vão levar uma lição dos Thunder.

    ResponderEliminar
  4. O LeBron falha lançamentos no fim como todas as outras estrelas. No "clutch time", ou seja, com 5 minutos por jogar e diferenças pontuais inferiores a 5, o LeBron rebenta a estatística toda, tem uma média de mais de 40 pontos por cada 36 minutos de "clutch time". Já acertou no passado vários lançamentos decisivos, já os falhou também... não sei porquê esse mito de que o LeBron não se dá bem nos últimos minutos. Não é mesmo verdade.

    ResponderEliminar
  5. desculpem lá mas é impressão minha ou esse bloqueio foi super móvel? os 2 bloqueadores fecham literalmente o caminho do defesa com ajuda das mãos e não estão parados sequer na altura do bloqueio. para mim é 1 lance difícil de avaliar e n me espantava q assinalassem falta ofensiva

    ResponderEliminar