28.1.13

A irmandade da NBA e o futuro dos Celtics


Rajon Rondo acordou ontem com algumas dores. Nada de mais, apenas um ligeiro incómodo. O base dos Celtics tinha-se lesionado na sexta feira, no 4º período do jogo frente aos Hawks, mas não só jogou os dois prolongamentos e terminou esse jogo, como estava  disponível para o jogo de ontem. O diagnóstico era uma hiperextensão do joelho, nada de grave e nada que o impedisse de jogar. Mas quando chegou ao pavilhão para o jogo frente aos Heat, o incómodo continuava e o médico da equipa observou-lhe a perna. E foi aí que a temporada dos Celtics sofreu uma reviravolta.

O Dr. McKeon suspeitou de uma ruptura do ligamento anterior cruzado do joelho e Rondo seguiu imediatamente para o hospital, para realizar exames. Doc Rivers foi informado da situação, mas não contou a nenhum dos seus jogadores antes do jogo. E enquanto os Celtics enfrentavam os Heat no TD Garden, Rondo recebia o temido diagnóstico: ruptura do ligamento do joelho e a temporada estava acabada para ele. Segue-se a inevitável cirurgia e 8 a 12 meses de recuperação pela frente. No fim do jogo, Rondo estava no balneário para ser ele próprio a dar a notícia aos companheiros de equipa.


O que nos leva à primeira parte do nosso título. No fim do jogo, a palavra já se tinha espalhado e tanto os fãs no pavilhão como os jogadores dos Heat já sabiam a má notícia. LeBron James e Dwyane Wade foram dos primeiros a reagir à mesma. E ambos disseram o mesmo: por muito duras que tenham sido as batalhas entre eles e Rondo (e Wade e Rondo nunca morreram de amores um pelo outro e tiveram as suas batalhas bem quentes), por muito grande que seja a rivalidade com os Celtics e por muito que a lesão de Rondo beneficie os rivais, é  um momento triste para todos.

"É uma porcaria", disse James, "É terrível, não só para a equipa deles, mas também para a liga". Wade acrescentou: "Uma coisa que esta liga tem é que é uma irmandade. Nunca queremos ver ninguém a lesionar-se, muito menos com uma lesão destas, para toda a temporada."

E as reacções um pouco por todo o lado, em todas as equipas e de todos os jogadores, tem sido semelhante. Por muito que se lute dentro de campo, há valores mais importantes. Por muito duras que sejam as batalhas, fora do campo ninguém deseja mal aos adversários. Quando uma lesão assim assola um jogador, os outros estão com ele. Chamem-me lamechas, mas isso é sempre bonito de ver. 

Quanto à segunda parte do nosso título: o que vai ser destes Celtics agora? Será desta o fim desta era? Há duas ou três temporadas que lhes vaticinam o fim, que são velhos, que já acabou o tempo deles e é tempo de começar a reconstrução. Mas eles conseguiam sempre arranjar forças para ir longe e montar caminhadas improváveis. Em 2010 até às Finais e no ano passado até às finais de conferência.  Escrevemos aqui nessa altura, quando foram eliminados em Junho pelos Heat, que era o fim duma era. Mas os Celtics decidiram ainda dar mais uma hipótese a este núcleo. Uma última tentativa. Infelizmente, essa tentativa terminou mais cedo do que esperavam.


Porque, já com Rondo, esta era uma equipa que andava pelos 50% e a lutar pelo apuramento para os playoffs. Mas também no ano passado isso aconteceu. Medianos na temporada regular, pelos 50%, mas depois transfiguraram-se nos playoffs. Mas se antes ainda podiam acreditar que este ano podiam repetir a proeza, agora é tempo de encararem a dura realidade: sem Rondo, só o apuramento para os playoffs não vai ser fácil, quanto mais irem longe nos mesmos.

Por isso, não lhes resta outra hipótese. É altura de começar a pensar no futuro. Rondo só volta na próxima temporada e mesmo nessa vai precisar de tempo para voltar ao seu nível. Portanto, realisticamente, não são candidatos nos próximos dois anos. E Garnett e Pierce não duram até lá. Por isso, é altura de os trocar e começar a pensar no futuro. 

Garnett e Pierce ainda têm bastante valor a curto prazo e podem ser a peça que falta para muitas equipas à beira da candidatura ao título (Grizzlies? Nets? Indiana?). Devem tentar conseguir uns jogadores mais novos em troca (Rudy Gay? Brook Lopez?) e começar a construir um núcleo para quando Rondo voltar. Esta temporada acabou para os Celtics. E esta era não deve passar do próximo dia 21 de Fevereiro.

22 comentários:

  1. Acho que só um GM irresponsável é que faria uma troca destas, exemplo dar o Lopez por qualquer dos 2 acho que seria estúpido por muito grandes jogadores que eles sejam e que foram no passado.

    Ontem li que o Garnett tinha uma no-trade clause.

    Outra coisa a ponderar é o "amor à camisola" que acho que só os Celtics podem dar. Por isso o fim das carreiras também pode ser uma possibilidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. no-trade clause só o Kobe têm.

      Eliminar
    2. Stoudemire28/01/13, 23:59

      e o Dirk se não me engano

      Eliminar
    3. http://www.celticsblog.com/2012/9/19/3357812/kevin-garnetts-new-deal-has-a-no-trade-clause

      Eliminar
  2. Stoudemire28/01/13, 23:38

    Não os enterrem já...
    Aliás uma coisa que vejo na NBA é enterrarem equipas a cada contratempo,cada derrota e o contrário também acontece.
    Exemplos: Bulls e Lakers este ano, Boston há 3 anos consecutivos e por aí fora...

    ResponderEliminar
  3. Quem é que troca Pierce por Gay ou Lopez?
    Sim, o KG tem no-trade clause, portanto, esqueçam trocar o garnett. Além disso, não são jogadores quaisquer, é falta de respeito trocar o pierce depois de tudo o que ele fez e pelo que passou nos celtics, assim como seria trocar o garnett.
    Além disso, trocar pierce por gay? Não me parece, os grizzlies já têm o espaço salarial que precisavam. Trocá-lo pelo Lopez? Como?

    Acho que poderiam tentar o Cousins, mas os kings já não estão para aí virados. Os celtics têm que ser pacientes e esperar agora. Nada mais a fazer.

    ResponderEliminar
  4. Com todo o respeito que tenho pelo o blog como fan dos celtics acho que esta avaliação está errada, Celtics tem dois jogadores no 5 inicial para o all star game, não são tão maus como se pinta, o problema está é que não existe um centro de classe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O KG está lá pelo nome e o único que merecia lesionou-se..

      YOUNGEST EVER

      Eliminar
  5. Cristóvão Moreira29/01/13, 00:28

    Como adepto dos Celtics, e infelizmente, não podia estar mais de acordo com o que aí está escrito.

    O Garnett se fizer 30m num jogo precisa de ficar agarrado às máquinas 1 semana e o Pierce caminha para o mesmo, independentemente da qualidade que dão à equipa, que é indiscutível.

    O Rondo já era de longe o melhor jogador da equipa e a cada época que passa é evidente que o jogo dos Celtics está mais focado no que ele faz e no que ele permite aos outros fazer.

    Não me parece que os Celtics sejam equipa de lutar para chegar aos Playoffs e saberem que na melhor das hipóteses só perdem 4-1 ou 4-2 com os Knicks ou os Heat na 1ª ronda. ~

    Há mesmo é que pensar no futuro...uns 1st round picks, umas trocas maradas, criar outro núcleo...

    ResponderEliminar
  6. Discordo completamente deste post. Garnnett e Pierce ainda tem muito a dar aos Celtics, claro que são poucos anos os que tem pela frente. Mas agora dizer que a era deles devia acabar no dia 21 de Fevereiro não faz qualquer sentido.
    Como é possivel uma pessoa que tem um blog como este, cheio de qualidade, diga uma coisa destaa. Claro que época dos Celtics não acabou e vão demonstrar no futuro. Isto é desprestigiar jogadores como Garnett, Pierce, Terry, Green. Meus amigos contem com estes meninos nos playoffs. E sou pessoa para apostar que vão á final da conferência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que tens de entender o ponto de vista do Márcio... O próprio Danny Ainge já disse que ele esteve presente na era pós auge de Bird, McHale, etc e sabe que um negocio enquanto eles têm valor, é a decisão racional a tomar..
      Dito isto, espero que os Celtics não troquem nenhum deles.. Seria uma enorme falta de respeito para com Pierce e Garnett.. Não perdem nada este ano porque o draft não presta. Mas não esperem finais de Conferencia porque o ano passado era Atlanta sem Horford, Philly e Miami sem Bosh.. Este ano ha Miami, Indiana, Brooklyn, NY, Atlanta,Milwaukee.. Os playoffs este ano serão MUITO mais difíceis no ESTE do que o ano passado..

      Fico com inveja de ver a revolta que os adeptos dos Celtics têm só de pensar em trocar Pierce, oxalá os meus Heat tenham mais adeptos assim em vez dos bandwagoners que querem trocar o Wade, Haslem, etc e não fazem a menor ideia do que estes jogadores representam para as suas respectivas franchises

      YOUNGEST EVER

      Eliminar
  7. Blue Energy 99929/01/13, 00:43

    O Garnett passou todo o verão de 2012 a dizer que ou terminava a carreira ou continuava a jogar nos Boston,porque não queria jogar por mais equipa nenhuma e acredito que isso continua igual e que ele terminará a carreira lá, no final desta época ou o mais tardar, na próxima, mas uma troca discordo completamente, porque tenho a certeza que a direcção não fazia isso nem o Garnett quer,porque no dia em que os Celtics não o quiserem mais ele termina a carreira e quanto ao Paul Pierce ainda tenho mais a certeza que não será trocado. É o símbolo do clube há longos anos pelo que jogava e pela dedicação, só representou os Celtics na sua longa carreira na NBA e obviamente que tanto ele (Pierce) como a direcção percebem isso e vão deixa-lo ficar até ele decidir terminar a carreira e na minha opinião, nem faria sentido que fosse de outra forma.
    Quanto ao resto da época, acredito que mesmo assim consigam ir aos playoffs nos lugares de baixo e ontem surpreenderam-me muito com o jogo que fizeram com os Heat. Realmente eles transformam-se quando jogam com eles, principalmente o Pierce, que tem vindo a fazer jogos medianos e a falhar nas alturas decisivas e ontem arrancou um triplo duplo muito bom, apesar de o jogo ter ido a 2 OT.

    ResponderEliminar
  8. Garnett não pode ser trocado, e trocar Pierce seria um falta de respeito por tudo o que fez em toda a sua carreira. Deve retirar-se como um Celtic. Além disso estes dois 'velhinhos' mostram ainda do que são capazes quando realmente é preciso.

    Esta equipa com um Rondo saudável ia fazer muito estrago nos playoffs (lembram-se do ano passado, na altura sem banco, com Allen e Pierce meio lesionados, sem Bradley, quando os Celtics ficaram a 12 minutos de derrotar Miami e ir ás finals?) e acredito sinceramente que era a equipa do Este a seguir aos Heat com mais hipótese de ir ás Finals . Basta ver como jogaram este ano já em alguns jogos contra os Miami, OKC, Knicks. Uma equipa que vive para os momentos altos e decisivos. Para eles, tal como no ano passado, na regular season era só cumprir serviços mínimos. Nos playoffs toda a sua garra, coração e orgulho vem ao de cima!

    No entanto infelizmente sem Rondo uma ida ás Finals não é possível. Mas não os descartem já para incomodar muito quem encontrarem nos playoffs.

    Explodir com a equipa não é a solução. Se Rondo demorar o mesmo tempo a recuperar que o Rubio ou o Shumpert já está de volta para os primeiros jogos da próxima época. Devem ainda tentar para o ano. Essa sim a última época desta era. Se arranjarem um Center decente(Cousins será quase impossível, mas quem sabe um Gortat) e mantiverem a profundidade de plantel podem ir até ao fim!

    Aí Pierce acaba o seu contrato e provavelmente retira-se, vai haver imenso espaço salarial nos Celtics, e julgo até que é uma offseason bem razoável em termos de free agency. Uma nova era seguir-se-á. Um núcleo formado em volta de Rondo, com um poste decente, mais Sullinger (steal do draft), e quem sabe outro excelente jogador resultante de uma trade com alguns dos restantes jogadores (Josh Smith quem sabe...) podia dar boas perspectivas para o futuro.

    Infelizmente no presente é aguentar até para o ano sem ver jogar um mago do basket como Rondo. Resta esperar que recupere a 100%.

    ResponderEliminar
  9. Existe um rumor que os Celtics estão muito interessados em fazer uma troca com os Raptores para conseguir o Kyle Lowry que tem um contrato muito interessante para este ano e próximo. Não se sabe quais os jogadores que podem ser envolvidos nessa possível trade mas vejo Lee e Bass como possíveis jogadores a utilizar na troca pelos C's.

    À semelhança de alguns que aqui opinaram também não acho que a época possa ter terminado pelo menos para já uma vez que os C's tem obviamente jogadores com mercado para além do Kg e Pierce (esses na minha opinião não saem) e obviamente que as trocas vão ter uma importância chave no resto da temporada.

    JD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria realmente um jogador muito interessante... apesar de ser propício a lesões tem um grande potencial, é novo, tem um contrato relativamente leve e não deve estar satisfeito por estar a ter poucos minutos e a vir do banco. Não sei é se os C's têm algum jogador que possa realmente interessar aos Raptors.

      Mas isso é uma possibilidade que ninguém parece estar a falar: em vez de trocar Garnett ou Pierce, trocar um dos jogadores de banco que estão a produzir abaixo do esperado (como os mencionados Bass e Lee, até mesmo o Green e Terry apesar de esperar para eles melhor produção na 2ª metade da época) e tentar fazer um pacote de jogadores para receber em troca um PG (que vão claramente precisar, não acho que nenhum dos bases seja jogador para ser o organizador de jogo da equipa) e umas draft picks. Porque não um Luke Ridnour, Ramon Sessions ou Aaron Brooks? E eventualmente incluir mais um James Johnson ou Derrick Williams.

      Eliminar
    2. Boas, boundtoramble.

      Exacto, a mim parece-me muito mais provável que os C's incluam jogador do banco e que não produzido o que é esperado do que tanto o PP como o KG para não destruírem a identidade da equipa.

      O Ridnour e Sessions não me parecem que sejam o tipo de base que os C's procuram e tem sido importantes para as suas equipas. Já o Brooks é uma hipótese porque parece ter perdido o lugar no 5 inicial para o I. Thomas e a direcção e treinador continuam a apostar no Jimmer.

      Delonte West também o vejo a voltar.

      PS: Não gostavam de ver o Iverson nos C's? Eu sei que é ele é SG mas eu gostava de ver o homem outra vez na NBA seja em que equipa for.
      hehehe

      Cumprimentos

      JD

      Eliminar
  10. Sinceramente não acredito que KG e Pierce sejam trocados, pois são a alma daquela equipa e muito idolatrados pelos adeptos e seria uma injustiça tremenda por tudo o que deram em prol da Franquia e de muito terem contribuído para a reerguer após uma fase complicada. Considero que mais rápido trocavam o Green, pois apesar de ser um bom jogador, não acho que num futuro próximo possa ser a base daquela equipa

    Mesmo sendo Rondo considero que os verdes irão alcançar os Playoffs, no entanto faça a escassez de opções de qualidade não deverão ir além da 1a ronda, mas as surpresas acontecem, como se verificou nos playoffs da época anterior

    Veremos as movimentações que o GM irá preparar, se bem penso que ainda vá adiar por mais algum tempo o Rebuild de Boston e irá apostar essencialmente em fazer pequenos ajustes no plantel

    Saudações Basquetebolísticas:)

    ResponderEliminar
  11. discordo plenamente. os celtics podem mexer em tudo menos no kg e no pierce. o pierce teve toda a carreira nos c´s, é tipo um eusebio para eles, e o kg é essencial para ensinar os mais jovens, fab melo por exemplo e quem quer q venha. esta época já não lutam pleo título, ( apesar de não tarem a fazer grande regular season, cehgam aos playoffs e aí fazem sempre boa campanha), ainda podem ir longe.

    ResponderEliminar
  12. No Grantlandchannel o Jalen Rose falou numa trade muito interessante: Dwight Howard por Horford e Korver.

    O Dwight Howard é de Atlanta e é amigo de longa data do Josh Smith, e a presença dele lá provavelmente poderia convencer o J-Smoove a permanecer nos Hawks.
    O Horford é um PF/C All-Star e o Korver é melhor shooter que qualquer jogador de banco que os Lakers têm de momento.

    É uma trade que faz todo o sentido e é benéfica para os dois clubes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. só é benéfica se a qualidade de jogo q Howard tem apresentado este ano se mantiver para sempre. Até pq acredito q ele tem mto mais para dar ao clube. Na minha opinião é preciso q os Lakers apostem nele mas é 1 risco ao mesmo tempo. Kobe e Nash mais época menos época vai-se embora e os Lakers ficam sem valores para trocar. E se n tiverem Dwight vão demorar mto tmp a fazer o rebuild. Todo mundo fala que juntaram 3 futuros hall of famers, esquecem-se é q 2 estão a beira de se retirar e estão os 3 longe do seu melhor jogo. Kobe e Nash devido a idade (principalmente Nash). E Howard pq vem de 1 lesão mto grave nas costas (o mesmo tipo de lesão q diminuiu a qualidade de T-Mac devido as dores).
      Não sei se Howard vai recuperar a 100% da lesão mas sem dúvida q se recuperar os Lakers fazem bem em apostar nele. O que é preciso é 1 treinador q aposta-se no jogo normal dos Lakers com 2 bigs, Gasol e Howard... Mas isso já vi q esta época n vai acontecer

      Eliminar
    2. A idade do Kobe e Nash faz é com que tenham que e queiram ganhar já. Não é que não o possam fazer com o Howard e que não estejam também a pensar no futuro e em ter já assegurada a peça central dessa reconstrução, mas acho que com o Horford e Korver têm mais hipóteses de ganhar já, mesmo entrando na equipa a meio da época; simplesmente acho que se iriam encaixar bem melhor no sistema do D'Antoni. E o Horford também seria uma excelente peça para o futuro, claro.

      São também jogadores que têm o contrato assegurado para os próximos 2/3 anos e isso é bastante importante. Com a imaturidade e inconsistência que o Dwight tem revelado nos últimos anos, ninguém consegue garantir que ele vai realmente assinar com os Lakers para o ano.

      Para além disso, os Lakers não costumam reconstruir através do draft, fazem-no através de trades ou da aquisição de free agents. Serão sempre um clube atractivo para os jogadores de elite mesmo depois do Kobe se retirar.

      Pelo ponto de vista dos Hawks, claro que também pode ser benéfico, ao ficarem com um jogador "da casa" que pode satisfazer e convencer o Josh Smith a ficar em Atlanta.

      Mas claro isto é só especulação e material de discussão para os fãs da NBA :D Também já ouvi falar numa trade que envolvia o Kevin Love para os Lakers eheh Era sem dúvida o stretch 4 que se encaixava ali na perfeição.

      Eliminar
    3. Segundo o que li acho que já nem é D'Antoni a treinar os Lakers. Depois da derrota com os Memphis parece que houve uma revolta dos jogadores e quem manda no jogo e na táctica é o Kobe enquanto o D'Antoni faz só o papel da rotação de jogadores e pouco mais.

      O Howard ontem deve ter feito um dos melhores jogos como Laker.

      Eliminar