25.1.13

All Star Game - as escolhas dos treinadores


Ontem à noite, para além da chegada dos Pelicanos, foram também anunciados os suplentes para o All Star Game:



No Oeste, os treinadores concordaram com 6 das nossas escolhas e LaMarcus Aldridge é o único nome  que não tínhamos entre as mesmas. Infelizmente, essa é, na nossa opinião, provavelmente a maior injustiça desta selecção. Os números individuais de Aldridge e Stephen Curry (a nossa escolha) são semelhantes (20.9 pts, 6.6 ast, 4.1 res, 1.7 rb e um PER de 19.8 para Curry; 20.7 pts, 8.8 res, 2.5 ast, 1.3 dl e um PER de 19.6 para Aldridge), mas o base da equipa de Golden State leva vantagem na liderança da equipa e na responsabilidade pelo sucesso da equipa. Apesar de dois jogadores dos Warriors poder parecer exagerado para muitos (e esse facto pode ter pesado contra ele), Curry está a fazer uma grande temporada e merecia estar em Houston no próximo dia 17.  Não só os Warriors estão acima dos Blazers na classificação (um bom 8º lugar para os Blazers, mas um surpreendente 5º lugar para os Warriors), como a importância de Curry para os Warriors, e logo a sua quota-parte no sucesso destes, é maior. Por isso, mantemos a nossa escolha: era Curry em vez de Aldridge.

Já no Este, acertámos apenas em 4 das escolhas dos treinadores. Duas dessas escolhas divergentes das nossas são aceitáveis e nós próprios ficámos indecisos entre os nossos escolhidos e os dois nomes escolhidos pelos treinadores. Estivemos indecisos entre Kyrie Irving e Brandon Jennings e optámos por Jennings devido ao recorde dos Bucks, mas Irving é um justo seleccionado também. E verdade seja dita, depois de termos escolhido Jennings, Irving fez grandes jogos e merece a sua estreia no All Star.

Estivemos também indecisos entre Luol Deng e Carlos Boozer, pois se Deng tinha sido melhor nos primeiros 20 jogos da temporada, Boozer tinha sido melhor nos últimos 20. Decidimo-nos por Boozer pois estava a jogar ao melhor nível que vimos desde que chegou aos Bulls e achámos que o líder da conferência em duplos-duplos merecia um lugar no All Star. Mas os treinadores, aparentemente, preferiram recompensar a defesa de Deng e um jogador que, como tem sido também bom ofensivamente, tem um impacto nos dois lados do campo. Embora aqui continuemos a preferir Bozer, aceitamos o prémio para o outro Bull.

Mas a terceira escolha divergente da nossa é que não concordamos nada e é a maior injustiça desta selecção do Este. Chris Bosh está a fazer a pior temporada desde que está em Miami (e a pior desde a sua segunda temporada na liga, em 2004-05) e os seus números nos ressaltos (7.2/jogo) estão no mínimo de carreira (e essa tem sido, justamente, a maior fragilidade dos Heat este ano). Boozer (e Jennings) merecia mais a selecção que o extremo-poste dos Heat e até Josh Smith merecia ser seleccionado antes dele.

Curry e Boozer são, por isso, na nossa opinião, os maiores injustiçados deste ano no All Star Game.



E amanhã terminam as votações para Blog do Ano. Ao primeiro lugar já não chegamos, mas estamos numa luta renhida com o Futebol Feminino pelo terceiro lugar. Vamos lá dar um empurrão final, um último esforço para ficar no pódio?


26 comentários:

  1. Não ir ninguém dos nets é que é uma injustiça! O brook lopez devia ir em vez do bosh e o Josh smith em vez do deng...
    No oeste tirava primeiro o zach (apesar de me custar não mandar ninguém dos memphis) para meter o curry... O LA leva aquela equipa às costas e quando toda a gente pensava que andariam a lutar por um lugar na lotaria este ano conseguem estar na luta pelos playoff

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo.
      1) Brook Lopez claramente em vez do Bosh (até diria que o Brook Lopez merecia tanto ou mais que o Tyson Chandler). Já o Deng não acho "má", mas o Josh Smith talvez merecesse um pouco mais.
      2) Não era o LaMarcus que tirava para meter o Curry. Era o Zack. Como tem sido dito, o frontcourt dos Memphis vale pelo seu conjunto.

      Eliminar
  2. Eu acho que o Brook Lopez também foi bastante injustiçado na selecção, antes ele que o Bosh...
    No Oeste foi mesmo um escândalo, o Curry tinha de ir!

    ResponderEliminar
  3. Curry não é ir é das maiores injustiças dos últimos anos, parece que os treinadores vêm menos nba que nós adeptos, que brincadeira.

    Tirava Bosh por Lopes/Boozer
    Tirava Aldrige/Randolph (na verdade tirava Howar mas esse não dá) por Curry
    Tirava Deng que foi o ano passado por Josh Smith (mais um ano sem ser All-Star, será que vai acabar a carreira sem nunca ter ido ?)

    ResponderEliminar
  4. Era engraçado se tivessem escolhido Brook Lopez e Josh Smith em vez do Bosh e Deng... queria dizer que era a 1ª vez para todos no Este que iam ao All-Star! :D (eu nas minhas escolhas só coloquei o Josh Smith em vez do Bosh, de resto foi igual).

    No Oeste quem falta é claramente o Curry, como todos estão a dizer (inclusive o Kenny Smith, Barkley, C-Webb e Shaq).
    Eu pessoalmente também prefiro o Marc Gasol ao Z-Bo, que só não tem números tão atraentes porque ofensivamente recebe bem menos toques que o Z-Bo e o Rudy Gay, mas defensivamente é a âncora da equipa (com o Tony Allen a "segurar" o perímetro) e o melhor passing big man da NBA, ao ponto de ser quase um point-center lol
    Depois também tinha escolhido o Batum, simplesmente porque queria colocar alguém para fazer a posição 3 e até acho que ele está a ser o melhor jogador dos Blazers esta época. Gosto de jogadores versáteis como ele.
    Mas estupidamente tinha-me esquecido de colocar o Duncan; também deve ter sido o que aconteceu com os treinadores a respeito do Curry eheh

    ResponderEliminar
  5. Achei que as escolhas foram bastante razoáveis e aceitáveis. No Este, claro que há a questão da justiça quanto à opção Bosh (eu gosto bastante dele, e para mim é um jogador formidável que brilhava bem mais mais noutro contexto, mas claro, em Miami tem a oportunidade de ganhar títulos). No Oeste, eu optava pelo Stephen Curry em detrimento do seu companheiro de equipa David Lee ou do Randolph. Ah, e o Deng não me enche as medidas, de facto... Josh Smith no seu lugar talvez? Os Bulls não deixam de estar bem representados com o Noah. Nota ainda para a chamada do Holiday: ele merece, tem números que justificam a escolha, mas dos jogos que vi dele não me pareceu nunca o jogador que as estatísticas o fazem entender, aliás, passar a bola nem sequer é o seu passatempo favorito... não percebo como tem aquela média de assistências.

    ResponderEliminar
  6. n o inicio da noticia os nros de curry e aldridge tao trocados

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. os numeros

      Eliminar
    2. nao está tao certos

      Eliminar
    3. sim eu já li melhor,
      eu vi mal

      Eliminar
  7. e por isto que eu digo que é uma questao de fama e dos treinadores escolherem quem gostavm de ter na sua equipa(por gosto)

    o treinador dos knicks e o dos oklahoma para mim eram os escolhidos

    ResponderEliminar
  8. msm sendo adepto dos Miami tb retiraria o C.Bosh, ele não merece esta escolha...está a jogar cada vez pior!!!

    ResponderEliminar
  9. 5 novos All Star no Este são claramente o destaque destas escolhas.

    ResponderEliminar
  10. Kobe com 14 pontos, 14 assistências e 9 ressaltos. Aguardarei curiosamente pelo comentário do meu estimado colega de blog e presumo que fã dos La Lakers, "Stat" Stoudemire.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Stoudemire hoje não aparece

      Eliminar
    2. o kobe jogou bem, e agora querem uma bolacha????

      Eliminar
    3. Stoudemire26/01/13, 15:13

      Deixa lá o kobe jogar bem e ganhar já é uma raridade, dá-lhes um break.

      Eliminar
    4. Verdade, há que desfrutar enquanto dura. Esta época tem sido complicadinha.

      Eliminar
  11. O Bosh??? WTF, até o David West marecia mais.

    ResponderEliminar
  12. Stoudemire26/01/13, 13:08

    Finalmente !!!! Um excelente jogo do Kobe!! A sério assim dá gosto ver basquetebol.

    Tem piada, que quando o Kobe faz um jogo à Lebron, vocês fiquem todos contentes, elucidativo. Então mas vocês não gostam do tipo de jogo habitual dele? Humm, pois...
    Ele não faz 44 lançamentos e os Lakers ganham tranquilo, também não deve querer dizer nada... Para bem dos Lakers, ele que se mantenha neste registo.
    Mas para bem dos seus lovers, ele tem de voltar rapidamente aos 40 lançamentos, ou afinal quem tem razão sou eu?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, a verdade deve estar algures no meio. O jogo calhou bem e a equipa esteve bem na eficácia de lançamento, na energia e movimentação...esforçaram-se mais e o reflexo disso esteve na defesa por exemplo. Duvido que dure muito, no entanto. Já vêm aí os Thunder.

      Epá se o Kobe conseguir fazer um jogo à Magic todas as noites eu assino já. Jogos em que lança mil vezes são feios e difíceis de ganhar mas a verdade é que a equipa este ano não tem apresentado muitas soluções válidas no ataque.

      Eliminar
    2. Aposto que ele está em casa cheio de comichão por ter passado tanto a bola.
      Próximo jogo? 45 shots do Kobe

      Eliminar
    3. 21 pontos 9 ressaltos 14 assistencias.

      Eliminar
  13. Bosh por Josh Smith
    JR Smith pelo Deng , porque dificilmente vai voltar a fazer um ano como este
    Curry pelo Randolph
    Gostava tmb de por um backup a 3 no Oeste mas n consigo tirar ninguem ,....

    ResponderEliminar
  14. O Chris Bosh tem estado a jogar fora da sua posição natural. Por outro lado, por vezes, tem actuações - aparentemente - discretas por jogar na mesma equipa de jogadores do calibre de Lebron James e do Dwyane Wade.
    O Josh Smith não tem na equipa nenhum jogador melhor do que ele, jogando com um conjunto de bons e medianos jogadores, na sua equipa.
    O Josh Smith é um jogador mais completo (apesar de ser muito fraco da linha de lance livre), mas o Chris Bosh é mais eficiente. O facto de Bosh estar a jogar fora da sua posição torna a sua seleção ainda mais merecida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então o 3º melhor jogador de uma equipa merece mais ir ao All-Star que o melhor jogador de outra (que ainda para mais uma equipa que se mantém de playoff)? Não estou bem a perceber o sentido disso...

      Toda a gente sabe do que o Bosh é capaz; em Toronto era claramente um All-Star, em Miami também acho que o continuou a ser apesar de ter menos protagonismo por jogar ao lado do Lebron e Wade. Mas esta época não tem jogado a um nível que mereça esta chamada, ainda para mais em detrimento de um jogador como o Josh Smith que tem vindo, de à 6 épocas para cá, a ter consistemente épocas dignas de um All-Star.

      É um jogador que tem as suas limitações (continua a ter uma má "shot selection" e está com um percentagem medonha de lance-livre) mas até do ponto de vista do espectáculo/entretenimento, que para o All-Star também tem a sua importância, é um jogador que faria mais sentido que o Bosh.

      Eliminar