15.2.13

Intervalo para balanço


Hoje, no arranque da acção neste All Star Weekend, temos Team Shaq contra Team Barkley, a partir das 02:00:



Mas, para já e enquanto não começam as festividades em Houston, vamos aproveitar esta pausa a meio da temporada regular para fazer um balanço da acção que tivemos até agora na temporada 2012-13. Uma temporada que tem sido até agora marcada pelas exibições históricas de LeBron James. O MVP da temporada passada continua a quebrar recordes (ontem ficou a 2% de estender a série histórica de jogos com mais de 30 pontos e mais de 60% nos lançamentos) e a mostrar que é o melhor jogador da actualidade. 

Uma temporada marcada até agora também pela contínua evolução de Kevin Durant, que não fosse a produção estratosférica de LeBron e seria o melhor jogador do planeta. Só um LeBron fora de série o impede de aspirar ao MVP e o segundo melhor  jogador da liga merece, por isso, uma palavra de reconhecimento por mais uma temporada de excepção. 


Esta é uma temporada marcada também, inevitavelmente, pela desilusão que têm sido os Lakers. Depois da expectativa criada pela contratação de Dwight Howard e Steve Nash, ninguém esperava que a equipa de Los Angeles estivesse neste momento com um medíocre 25-29 e perante a possibilidade real de falhar os playoffs. Tem sido uma temporada marcada pela instabilidade e polémica para os lados (para um dos lados) do Staples Center.

Já do outro lado do Staples Center, tem sido uma temporada histórica pela positiva. Os Clippers, pela primeira vez em 20 anos, ganharam a série de jogos frente aos vizinhos Lakers (e podem pela primeira vez na história fazer um sweep na temporada regular aos Lakers) e, a precisarem apenas de mais 11  vitórias para igualar o máximo de vitórias na sua história, preparam-se fazer a melhor temporada regular de sempre. E ter os Clippers como candidatos ao título é inédito e desde já uma das histórias do ano.

As lesões também já deixaram, infelizmente, a sua marca nesta temporada. As lesões naqueles mesmos Lakers (que, justiça seja feita, têm tido muito azar nesse departamento e parte da desilusão que tem sido a equipa também é explicada por isso. Ainda não tiveram, e não vão ter, Dwight Howard a 100%, Steve Nash começou a temporada lesionado, Pau Gasol nunca teve a 100% também e agora só deve voltar em Abril), nos Celtics (que em três semanas perderam três jogadores para o resto da temporada) e nos Wolves (que passaram de uma equipa de playoff para, mais uma vez, equipa que não consegue sair do fosso do fundo da tabela).

A temporada tem sido marcada também pela ascensão de jovens talentos como Jrue Holiday, Paul George, Kenneth Faried, Damian Lillard, Greivis Vasques e James Harden, pela ascensão dos Warriors e pela sólida performance dos Pacers e Grizzlies, que mordem os calcanhares às equipas de topo das respectivas conferências e serão um osso duro de roer para quem lhes aparecer pela frente nos playoffs.

Acrescente-se ainda o coração dos Bulls-sem-Rose e a eterna consistência dos Spurs, o bom desempenho dos Nuggets depois de um mau começo, o surpreendente bom desempenho dos Rockets e dos Blazers e o desempenho sólido dos Knicks e mal podemos esperar pela segunda parte desta temporada.

15 comentários:

  1. Bom resumo com o qual concordo quase a 100%. Contudo, Harden está a ser para mim a confirmação e pelo contrário, Omer Asik nos mesmos Rockets, está a demonstrar que ao contrário do que a maioria dos comentaristas diziam, se calhar os Bulls deviam ter igualado a oferta que veio de Houston. O pior é mesmo o tecto salarial. Mas isoo...é igual para todos.
    Verdadeiramente impressionante é a diferença de mercados. Enquanto Los Angeles suporta 2 super-equipas (digamos que uma só é super no papel) sem problemas (pelo menos que se saiba), os Memphis, que até tinham equipa para aspirar ao título, têm que se ir desfazendo dos seus melhores activos. Uma pena mesmo.

    ResponderEliminar
  2. Papa Valdemares15/02/13, 23:48

    1.º) Lakers:
    a) um Steve Nash velho e sem possibilidade de ser ele a gerir, como fez ao longo de uma década, o jogo da sua equipa;
    b) um Kobe a envelhecer e a tentar manter o ritmo de há dez anos;
    c) um Gasol intermitente e lesionado;
    d) um D. Howard lesionado e a 60% do que pode render, prejudicado também pela forma de jogar de Kobe;
    e) uma escolha de treinadores que deixa a desejar;
    f) uma velha lição que não foi aprendida: não basta juntar uns velhotes em decadência e uma ou outra estrela para se ganhar, é preciso equipa.

    ResponderEliminar
  3. Papa Valdemares15/02/13, 23:50

    2) Os Knicks: começaram muito bem a jogar coletivamente, mas as presenças do Caramelo António e do tatuado e do «vai-já-daqui» fê-los descer do patamar de sérios candidatos a qualquer coisa.

    Se acrescentarmos as fumadelas de Chandler e companhia, percebe-se que estes Bockers não irão a lado nenhum.

    ResponderEliminar
  4. Papa Valdemares15/02/13, 23:53

    3.º) Os Thunder:
    a) RW, mais do mesmo do ano passado.
    b) KD, o segundo melhor jogador da atual NBA, mas sem a polivalência e o «all-around». Continua a pecar por muitas vezes fazer parte do «time» do «vai-já-daqui». Juntamente com Ray Allen, detém o melhor lançamento da liga.
    c) A perda do Barbas, como disse no início da época noutro «post», condena-os inevitavelmente a voltarem a ver o título por um canudo.
    d) O miúdo ex-Sacramento não é, de longe nem de perto, um substituto para o Barbas.
    e) Perkins... enfim, é Perkins, faz o que lhe pedem e a mais não é obrigado.

    ResponderEliminar
  5. Notas da epoca :
    . LBJ esta' imperial .
    . KD e' o Ronaldo da NBA , teve o azar de apanhar com o Messi !
    . CP3 e' o TomTom dos Clips , sem ele dificilmente chegarao a bom porto .
    . Bulls e C's mostram que e' nas adversidades q se revelam as grandes equipas .
    . A piada Lakers = Fakers nunca teve tanta razao de ser como agora .
    . Pacers , Grizs e Nuggets sao equipas que vao dar muita dores de cabeca a muita gente nos PO .
    . Kyrie Irving / Uncle Drew / Mr 4th Qter e' sem duvida o futuro da NBA .
    . Lillard so' e' rookie no papel !
    . Spurs sao mesmo como o vinho do Porto !
    . Os Wolves sao os maiores ... ... ... no boletim clinico !
    . Dos NYK podemos dizer o mesmo de sempre "Parece que agora e' que vai ser ! " e se calhar ate' vai ser mesmo !!!
    . Os GSW sao os Clips de 2011/2012 .
    . Portland : Uma boa escolha no draft e a sua deslocalizacao geografica deu nisto !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. YOUNGEST EVER16/02/13, 01:53

      CP3 o Iniesta.
      Kobe é o Ibrahimovic.
      Dwight é o Ballotelli.

      Eliminar
    2. Nao diria melhor !!
      O Iniesta e' o jogador que mais gosto de ver jogar . CP3 e Iniesta sao PURA CLASSE , dois senhores dentro e fora de campo !
      Ja' o Balotelli da NBA e' o McGee , tanto talento ... para o disparate !

      Eliminar
  6. Papa Valdemares15/02/13, 23:55

    4.º) Spurs:
    a) Eles «andem sempre por aí», mas também é verdade que acabam por falhar sempre, nos últimos anos, nalgum momento dos «play off».
    b) Tim Duncan a jogar bem melhor do que nas últimas épocas.
    c) Não têm, porém, pernas para a velocidade e o atleticismo dos Thunder e Heat, por exemplo.

    ResponderEliminar
  7. Papa Valdemares15/02/13, 23:58

    5.º) Dallas:
    a) Ai, foi bom mas durou pouco!
    b) Não vão, este ano, aos «play-off». É um fiasco monumental para Dirk e Cuban.
    c) Não vão pescar nenhuma das trutas que anseiam obter no verão.
    d) Espera-os um regresso à era pré-Nowitzki.
    e) Sem J.R. Ewing, Cowboys a lutar pela NFL e Mavs pela NBA, a cidade perdeu grande parte do seu encanto.
    f) Não nos espantemos que, no próximo verão, algo de drástico acontece nesta zona do Oeste.

    ResponderEliminar
  8. Papa Valdemares16/02/13, 00:00

    6.º) Espero que Jordan regresse mesmo à NBA por um jogo, para concretizar algo que sempre esteve presente na sua mente: jogar na NBA aos 50.

    E, para a festa ser completa, deveria ser em Chicago.

    ResponderEliminar
  9. Papa Valdemares16/02/13, 00:12

    6.º)
    a) Os Heat são a melhor equipa... de longe.
    b) Têm o melhor jogador da atualidade... de longe.
    c) Têm armas para o jogo de média e longa distância que nunca mais acabam.
    d) Se não forem afetados pelas lesões numa das três estrelas mais cintilantes, em julho terão o segundo anel no dedo...
    e) E com alguma facilidade, prevejo eu. É que eles perdem alguns jogos, geralmente com equipas de «segunda», mas, quando tocou a enfrentar os seus adversários mais diretos, limparam os jogos com uma clareza assinalável.
    f) Não tenhamos dúvidas: depois da era Lakers vs. Celtics, da era Jordan, da era Spurs e da era Lakers, estamos na era Lebron James... por longos anos.

    ResponderEliminar
  10. Stoudemire16/02/13, 03:39

    "It was hard for me," Kidd-Gilchrist, almost 20, told USA Today before the Rising Stars Challenge rookie-sophomore game at All-Star Weekend. "I lost. I lost to a 50-year-old guy. ... He's the greatest man that ever played the game.

    "Oh, yeah. He's good."

    ResponderEliminar
  11. http://www.record.xl.pt/Modalidades/Basquetebol/NBA/interior.aspx?content_id=804892

    Se até a Ticha Penicheiro se rende a ele...

    ResponderEliminar
  12. neste momento temos uma equipa super favorita que é Miami heat, estão a jogar bem e quando isso acontece não ha adversários que consigam fazer frente...e a mostra disso foi q ultimamente atropelaram Clippers e Thunder...Lebron a jogar como está a jogar não dá hipóteses a ninguém tanto na corrida MVP como em outra equipa sonhar com um titulo da NBA em 2013...

    ResponderEliminar
  13. http://www.lakersnation.com/nba-news-dwyane-wade-says-kobe-is-greatest-player-in-his-era/2013/02/15/

    ResponderEliminar