4.3.13

Uma jornada de afirmações


Um jogo da temporada regular é apenas um jogo. Um entre 82. Por mais que os jogadores e treinadores digam isso e por mais que isso até possa ser verdade dum ponto de vista matemático, há jogos que não são apenas mais um. Não quando se joga contra um grande rival ou contra um concorrente directo. Esses ninguém quer perder. Nesses jogos, quer-se marcar uma posição, deixar uma mensagem, ganhar (ou recuperar) uma vantagem psicológica, mostrar que se é melhor.

Que era exactamente o que Knicks, Heat, Clippers e Thunder queriam fazer ontem. Nos dois jogos grandes deste Domingo, os dois primeiros do Este e o 2º e 3º do Oeste lutavam por mais do que mais uma vitória na temporada regular. Os Heat queriam continuar a sua série de vitórias consecutivas e, pelo caminho, mostrar à unica equipa a Este que, neste momento, parece poder fazer-lhes frente que as duas derrotas anteriores contra eles foram um acidente de percurso. Os Knicks queriam mostrar que não é bem assim e são concorrência à altura deles. 
Do outro lado, as intenções eram semelhantes. Os Thunder a querer manter-se à frente dos Clippers na classificação e mostrar que são eles a melhor equipa e a equipa a bater no Oeste e os Clippers a querer mostrar que podem ganhar-lhes.


Duas delas conseguiram passar a mensagem desejada. Depois de um começo melhor para a equipa de Nova Iorque e para Carmelo (17 pontos no 1º período para o extremo dos Knicks), os Heat recuperaram de 16 pontos de desvantagem, Lebron tomou conta do jogo no último período (12 pontos no período) e a equipa de Miami saiu do Madison Square Garden com a sua 14ª vitória seguida. Os Heat mostraram que são a melhor equipa e LeBron mostrou que é o melhor jogador.

No Staples Center, os Clippers tentavam ganhar pela primeira vez na temporada aos Thunder. E passaram o jogo inteiro a tentar. Estiveram atrás desde o início do jogo e nunca conseguiam baixar dos 8, 10 pontos de diferença. Um coelho tirado da cartola por Vinnie Del Negro (uma defesa zona 3-2 no 4º período que explorou bem o facto dos Thunder só terem um jogador interior, defendeu o perímetro de forma exemplar e baralhou por completo o ataque de OKC) quase que conseguia a recuperação, mas não chegou. E os Thunder mostraram que ainda falta um bocadinho assim aos Clippers para lhes ganhar.


Para os Lakers também não foi apenas mais um jogo. Com a vitória frente aos Hawks chegaram aos 50% pela primeira vez em 2013 e passaram a mensagem que estão na luta pelos playoffs. E com  Warriors (que estão a escorregar), Rockets e Jazz a apenas 2 jogos de distância, a equipa de Los Angeles tem os playoffs mais perto do que alguma teve esta temporada.

Foi uma jornada de afirmações e de mensagens para os adversários. Duas equipas mostraram que se querem chegar às Finais terão de fazer mais para passar por eles e outra mostrou que as notícias da sua morte podem ter sido exageradas. 

18 comentários:

  1. a Este só os Pacers podem fazer frente aos Heat, os Knicks dependem muito da linha de 3 pontos e é dificil num playoff ter 4 jogos de grande nível para derrotar os Heat e quando as coisas correm mal é cada um por si no ataque.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao te esqueças dos Celtics, contra os Heat jogam sempre bem e no ano passado estiveram a um periodo de eliminar os favoritos...

      Eliminar
  2. se o ibaka viesse pa rua, os clippers tinham ganho.

    boa vitória de miami e dos lakers.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O lance do Ibaka foi inacreditável. Se aquela agressão não vale uma ida para o balneário...não sei o que vale.

      Eliminar
  3. Excelente momento de forma dos Miami Heat, um dos melhores desde a junção do Big 3 e caso não tenham um queda acentuada de forma parece me que com maior ou menor grau de dificuldade tem mais um titulo á vista! LeBron James continua a demonstrar claramente quem é o melhor da actualidade

    Quanto aos Lakers, parece que renascerem e ganharam um novo fulgo na luta pelos playoffs, graças ao enorme contribuito dum grande Senhor chamado Kobe Bryant, que mesmo apesar da idade continua a espalhar classe pelos campos.

    Saudações basquetebolisticas :)

    ResponderEliminar
  4. Parece-me que os Jazz são a equipa que tem o calendário mais complicado daqui para a frente e os Lakers vão eventualmente conseguir ultrapassá-los. Mas os próprios Lakers também vão ter agora uma sequência de vários jogos fora de casa (10 dos próximos 14).

    Mas acredito que a luta entre o 8º lugar ai ser entre Lakers e Jazz.

    ResponderEliminar
  5. Stoudemire05/03/13, 16:24

    Como digo desde o início os Lakers vão aos PO e lá estando são candidatos. Azar é de quem apanhar com eles na 1º ronda, ficar bem classificado para levar com esta equipa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me acredito...não vai ser fácil mas acredito que estejam nos playoffs, agora acho dificil conseguirem passar da primeira ronda dos PO, não os vejo a derrotar a melhor de 4 equipas como Spurs, OKC, LAC ou até mesmo MEM ou DEN....so se subirem muitas posições e apanharem um adversário mais acessível...estão a jogar melhor? sim estão mas ainda estão longe das restantes equipas...

      Eliminar
    2. Para não ser sempre a mesma coisa a volta das exibições de Lebron, tenho que dizer que o Wade fez um grande jogo contra os Timberwolves o rapaz está em forma...quanto a equipa de Miami estão impressionantes e o jogo exterior nem está por ali alem, acredito que continuem a sequencia de vitorias até ao jogo em casa contra os Pacers ou seja devem ganhar os dois proximos jogos depois com indiana depende do quanto eles vao querer ganhar...porque Indiana é uma equipa muito física e faz questão de o demonstrar nos jogos com a equipa de Miami...como adepto dos heat, os Pacers sempre foram a minha maior preocupação em toda a liga e não só em relação a conferencia Este...ja no ano passado achei que foi mesmo complicado e este ano perderam sempre com eles...

      Eliminar
    3. Stoudemire05/03/13, 22:49

      O "problema" do Wade é o Lebron. Houve um jogo, se não me engano com os Memphis que o Wade faz qualquer coisa como 28 pontos, 8 ressaltos e 8 assistências, mas depois vês o Lebron com qualquer coisa como 30 e tal pontos, 10 ressaltos e 10 assistência. Fica na sombra mas tem feito exibições assombrosas.

      Eliminar
    4. eu gosto do Wade, so não acho que ele seja muito eficiente...é parecido com o Kobe, tipo as vezes faz jogadas porque quer tentar se sobressair quando tem colegas melhor colocados e quando não estao em forma claro que depois so prejudicam a equipa...Kobe ainda tem a cena de levar as equipas as costas já Wade não...é aquela cena de estar rodeado por varios jogadores, estar num sitio complicado sem espaço para lançamento mesmo assim tenta so para ver se saca um lançamento "bonito" com fadeaways "manhosos" etc etc , é algo natural nele mas eu não gosto mt destas cenas nos jogadores...a cena de ele ter muitas assistências também é muito porque o Lebron anda feito o "Usain Bolt" a fazer sprints para receber alley oop...mas ele está muito melhor...

      Eliminar
    5. Stoudemire06/03/13, 16:01

      É exactamente esses lançamentos que eu não gosto nele, se caem são muito bonitos mas numas 60 a 70% das vezes não caem e assim perde-se uma jogada... Mas não comparemos o número de vezes que ele faz isso com o FG misser. À parte disso até o acho um jogador bastante eficiente.

      Eliminar
    6. E tem se tornado cada vez mais eficiente. Esta época está de longe com a melhor percentagem de lançamento da carreira. E deixou de tentar tantos triplos, que é um aspecto do jogo dele em que ele nunca foi muito bom (como o Jordan na fase inicial da carreira aliás).

      Eliminar
    7. FG misser? lololo mais 'ring winner' ;)

      Eliminar
    8. Stoudemire07/03/13, 12:49

      Os fãs do Fisher e do Horry também apelidam os seus respectivos ídolos por "ring winner"...
      Por isso mesmo gosto de usar um nome mais identicativo ;)

      Eliminar
    9. Sim, exacto. Porque comparar o Fisher e o Horry ao Kobe não é nada demagógico. 3 hall of famers e mvps

      Eliminar
    10. Stoudemire07/03/13, 15:23

      Se um ganhou exactamente os mesmos anéis e outro ganhou mais, por que é que não são também chamados "ring winners"? Queres dizer que há anéis que contam menos que outros?
      Se sim, podes também começar a dizer 2 mais 3 ás cavalitas.

      Eliminar
  6. Se não fosse a sequência de vitorias, eu hoje preferia que Miami tivesse perdido...Magic merecia a vitoria pelo esforço que tiveram, mas acima de tudo pela vergonha que foi a equipa de Miami, basicamente estiveram a ganhar por mais de 2 dezenas e andaram a brincar e desprezar o adversário...no fim como o costume lá tiveram que correr atras do prejuízo...3 jogadores Magic foram mais cedo para o banco inclusive o grande Vucevic (25Pts e 21 Reb) senão não sei se viravam o jogo...jogo atípico de lebron (3 ressaltos), de quem andava ali a passear (nada habitual) apesar disso ainda marcou o cesto da vitoria...

    ResponderEliminar