18.5.13

Mais batalhas virão


Stephen Curry dirigiu-se ao público que não arredava pé da Oracle Arena no fim do jogo 6 e disse que "temos de estar felizes por quão longe chegámos e pelo quanto lutámos." Mark Jackson disse aos jornalistas que estes Warriors "batalharam, deram-me tudo o que tinham e lutámos. E não podia estar mais orgulhoso deste grupo. Mesmo que ganhe campeonatos no futuro, não estarei mais orgulhoso de nenhum grupo que eu treine."

Os Warriors caíram para os Spurs nas semifinais de conferência e foram eliminados dos playoffs. A sua temporada terminou. Mas foi a melhor temporada da equipa nos últimos (mais de) 20 anos. Desde os tempos do Run TMC de Hardaway, Richmond e Mullin que os fãs dos Warriors não festejavam tantas vitórias na temporada regular e nos playoffs e não tinham uma equipa tão competitiva.


David Lee fez mais uma época a rondar os 20-10 (18.5 pts e 11.2 res) e foi All Star. Stephen Curry, numa temporada regular em que se manteve livre de lesões e jogou em 78 jogos, explodiu para a melhor época da sua (ainda curta) carreira (22.9 pts, 6.9 ast e 4 res), não foi All Star, mas devia ter sido e foi um dos melhores jogadores nestes playoffs (23.4 pts, 8.1 ast, 3.4 res e 1.7 rb). Klay Thompson, na sua segunda época, deu um salto na produção (16.6 pts, 3.7 res e 2.2 ast, com 40% nos 3pts) e afirmou-se como um dos shooting guards mais promissores da liga. Andrew Bogut teve uma época difícil e problemas com lesões, mas mostrou, no fim da temporada e nos playoffs, a importância que pode ter na defesa e nos ressaltos. Harrison Barnes mostrou potencial, fez uma decente temporada de rookie e subiu a produção quando mais contava (9.2 pts e 4.1 res na temporada regular, 16.1 pts e 6.4 res nos playoffs). E Jarrett Jack e Carl Landry foram dos melhores suplentes que uma equipa podia desejar.

Com um ataque recheado de atiradores temíveis e uma defesa que melhorou bastante, chegaram às 47 vitórias (uma marca já de topo, que seria suficiente para um 4º lugar no Este) e ao 6º lugar da conferência. E nos playoffs surpreenderam a surpresa da temporada, os Nuggets, e deram séria luta aos Spurs. Não fosse a infeliz lesão de David Lee e Curry ter torcido o pé naquele jogo 3 das semifinais (e Bogut estar também limitado fisicamente) e teriam dado ainda mais que fazer a San Antonio. Não sei se seria suficiente para ganhar (acho que não era), mas seriam um osso ainda mais duro de roer.

De qualquer forma, foi uma aprendizagem para estes Warriors e uma lição para uma equipa estreante em fases tão avançadas da época. A caminhada deste grupo apenas começou. E o futuro nunca pareceu tão promissor.

Têm algumas decisões importantes e escolhas a fazer nesta offseason (Jarrett Jack é free agent e com as boas exibições desta temporada vai ter de certeza pretendentes; Carl Landry tem um ano de opção do jogador e pode escolher ser free agent também; Andris Briedins tem um ano de opção da equipa e podem não ficar com ele e usar esse espaço para contratar alguém), mas têm sem dúvida um núcleo de jovens com bastante talento à volta do qual construir. Para além das afinações ao plantel e dos role palyers que conseguirem adicionar a esse núcleo, o sucesso destes Warriors continuará a depender de Curry e Bogut se conseguirem manter livres de lesões. Mas se isso acontecer, contem com eles.

Para a história desta temporada fica a eliminação dos Warriors na segunda ronda. Mas fica também a época de Curry, a evolução de Thompson, a boa estreia de Barnes e o contributo fundamental de Jack e Landry. Na memória fica o progresso que os Warriors fizeram. Foi uma temporada de sucesso em Golden State. E há um futuro para continuar a construir.

1 comentário:

  1. Excelente "retrato" Márcio, concordo plenamente! Adorei ver esta ekipa jogar durante o ano todo! Têm uma ekipaça, com putos novos e como dizes e bem, se estiverem saudáveis, para o ano podem ser um caso sério. O jogo interior do Lee fez mta falta e com o 2 contra 1 constante sobre o Curry o Lee poderia certamente tirar partido, mas para o ano há mais! Cerca de 15 anos depois posso finalmente dizer torço por uma ekipa na nba!

    WE ARE WARRIORS =)

    ResponderEliminar