31.5.13

O terceiro e a terceira dos Heat


"A maior parte foi culpa nossa. Simplesmente, não defendemos a um nível suficientemente alto", afirmou um desolado Roy Hibbert no fim do jogo de ontem. Não, Roy, ontem a maior parte da culpa foi dos Heat. E se hoje o destaque nos meios de comunicação social vai todo para LeBron, não foi essa (ou não foi só essa) a razão pela qual os Heat ganharam.

Sim, LeBron foi magnífico no terceiro período e tomou conta do ataque da equipa de Miami. E desta vez não fez o estrago no bloco, a poste baixo (como fez no jogo três), mas antes a poste alto. Os Heat recorreram a essa jogada seis vezes no 3º período (16 no jogo) e conseguiram 13 pontos nessas 6 posses de bola (25 pontos nas 16 vezes que recorreram a isso no jogo).

E, ora a partir dessa posição, ora penetrando, ora lançando de fora, ora assistindo, James não deu muitas hipóteses à defesa dos Pacers. Foi dominador nesses 12 minutos e marcou ou assistiu em 25 dos 30 pontos dos Heat no período. Os Pacers fizeram o que puderam, mas com LeBron a carburar de todas as formas e feitios e ainda com companheiros de equipa a acompanhar (no caso, Udonis Haslem, que marcou 10 pontos no período e não falhava um lançamento junto à linha de fundo do lado esquerdo), os Heat são praticamente imparáveis no ataque.


Mas a exibição da equipa no outro lado do campo foi tão boa ou ainda melhor. Porque 30 pontos marcados foi bom, mas os 13 sofridos é que foram excepcionais. E, ao contrário do aconteceu no ataque (e atenção que não isto não é uma crítica a Lebron; os Heat estavam numa noite "nim" e ele fez o que foi preciso, tomou conta e carregou-os no ataque), foi um esforço colectivo. Os Heat pressionaram sem descanso os bases de Indiana, mantiveram-nos longe do cesto, fecharam as linhas de passe, ajudaram e fizeram 2x1 quando a bola entrou dentro, recuperaram e foram exemplares e incansáveis nas rotações defensivas. Foi uma defesa activa, pressionante, até mesmo sufocante em determinados momentos e que levou os Pacers para áreas e movimentações onde são mais fracos.

Os Pacers são muito fortes quando atacam a partir do interior. Se Hibbert e/ou West recebem de costas para o cesto, com os pés fixos e a posição estabelecida a poste (alto ou baixo), a defesa de Miami está em apuros. Por isso, defenderam o pick and roll fazendo sempre, imediatamente e de forma muito agressiva 2x1 ao base  (têm feito essa defesa aos bases em toda a série, mas ontem foram muito mais agressivos e foi o jogo em que melhor o fizeram). Isto não só impediu as penetrações dos jogadores exteriores de Indiana, como (mais importante na limitação que impôs ao ataque de Indiana) os obrigou a soltar rapidamente a bola para o bloqueador que desfazia. E assim, em vez de Hibbert receber a bola com posição estabelecida no interior, recebeu-a muitas vezes em movimento, enquanto desfazia e cortava para o cesto. E nessas circunstâncias, Hibbert não representa metade do perigo.

Depois, ajudaram e rodaram sempre muito bem e (diferença fundamental também) carregaram na tabela defensiva e não permitiram segundas oportunidades aos Pacers (que tiveram apenas 6 ressaltos ofensivos no jogo e apenas 1 neste período!). Defenderam exemplarmente até ao fim da posse de bola, até conquistar o ressalto e a posse de bola voltar a ser deles. Foi o melhor jogo defensivo dos Heat em toda a série.

Foi um esforço colectivo completo e foi a defesa da equipa nesse 3º período que mudou completamente o ritmo e, consequentemente (pois se os Heat começam a forçar turnovers, a recuperar bolas e a correr, estão na sua praia) o rumo do jogo. Isso e, claro, este 3º período de LeBron:


Um terceiro período monstruoso (de LeBron e dos Heat) a valer a terceira vitória na série. E a deixá-los a um passo das Finais.

17 comentários:

  1. Parece que perdi o melhor periodo da carreira do LeBronco. Vi o recap e simplesmente foi sensacional. Sem dúvida o melhor jogador da actualidade.Os Heat não seriam iguais sem ele. É como se uma equipa tivesse a jogar com mais 1 ou 2 jogadores. Sensacional!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui,
      o "LeBronco" era desnecessário...
      Publiquei o comentário porque, à excepção dessa adulteração no nome, o resto era válido e pertinente.
      Mas tenta (tentem) no futuro evitar esses termos/provocações desnecessários(as)...

      Obrigado pela compreensão. :)

      Eliminar
    2. Ok, Márcio. Não volta a repetir-se =D

      Eliminar
  2. Márcio, supondo que a equipa de Miami apura-se para a final em 6 jogos, já nem digo 7.. os muitos dias de descanso a mais por parte dos Spurs vão ter grande importância? numa final entre eles os miami não iam ter imensos problemas devidos ao jogo interior deles? Conhecemos perfeitamente os problemas q miami teve no ano passado com Kevin Garnett, este ano com Joakhiam Noah, Roy Hibbert, etc.. se lhes meterem um grande Tim Duncan à frente do cesto, não se vao ver em serias dificuldades?

    ResponderEliminar
  3. o 3º periodo foi mesmo do caraças, o haslem é que parecia maluco e aquilo com o david west ainda o picou mais.

    ainda bem que o andersen nao foi muito importante, porque devia ter vindo para a rua, tal como o mohamed na serie dos bulls.

    o lebron foi mais do mesmo, parece que nao sabe jogar mal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso q as vezes n percebo nas arbitragens da NBA. o andersen n ser expulso foi mesmo mau... Mas com ou sem Andersen acho q os Heat ganhavam à mesma. De qq forma este Andersen está smp nas jogadas pelos piores motivos. Smp a provocar, nunca gostei dele. E é 1 bom jogador, acho q n era necessário. Qdo é mau, até compreendo q seja posto para tentar entrar na cabeça de 1 superstar da equipa adversária..
      O Wade e o Lebron têm-se mostrado na minha opinião incompatíveis, há ali algum ajuste q n está a ser feito. Para mim Wade está numa situação em q tem menos posse de bola, menos confiança o q faz c q esteja meio enferrujado. Até pq sei q ele é bem melhor do q tem estado nesta série.. A verdade é q o jogo do Lebron necessita de bons spot up shooters e o Wade n é 1 spot up shooter

      Eliminar
  4. A vitória foi justa mas escusavam de ter inclinado tanto o campo ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não foi assim tão inclinado Mário.Inclinado foi o final do jogo 4 em que o árbitro lembrou-se de marcar duas atacantes ao LeBron sem ninguém entender e um jogo que ia ser decidido por pormenores do jogo, acabou por ser decidido por pormenores extra jogo É verdade que o Stephenson, o West e o Paul George andaram às cotoveladas e aos empurrões e umas ejections não lhes ficavam mal, tal como não ficaria mal o Andersen ter sido expulso após o empurrão, já que o Mohammed também foi devido a isso, mas como provavelmente eram árbitros diferentes,também não é difícil ocorrerem diferentes decisões.
      De resto, sábado há mais e há que manter a atitude, principalmente na defesa, porque já Oneal dizia em 2002:" Apura-se o primeiro a vencer 4 jogos, e não o primeiro a vencer 3".

      Eliminar
    2. Saibro este campo esteve tão inclinado como o do jogo 4.. Eu vi os 2 e vi no jogo 4 faltas q ninguém costuma marcar na NBA (n deixam de ser faltas mas quase nunca são marcadas no final do jogo) q favoreceram os Heat. Quanto ao jogo 5 - "ejections" para Stephenson, West e Paul George?? lol mais alguém? Se calhar os Pacers ficavam com 4 jogadores no final ;).. O único q devia ter sido expulso foi o Andersen, o q n aconteceu e como dizes ao Mohammed não o pouparam. E sem esquecer q durante algumas runs dos Pacers os árbitros fizeram umas phantom calls q ng entendeu (igualzinho ao 4º jogo, mas mais cedo) a favor dos Heat. Isto para dizer o q smp digo. As arbitragens são caseiras e n me espanta q no próximo jogo seja o contrário, a favorecer os Pacers.

      Eliminar
    3. kiko ainda falas que Miami foi favorecido no jogo 4? Kiko desculpa lá mas não estas a ser justo na tua analise, houve um erro grave dos arbitro quando disseram que a bola não bateu no aro mas depois...queres pior arbitragem que aquela? aquela decidiu o jogo, não foram más analises durante o jogo que fizeram perder uma ou outra posse de bola...queres pior que expulsar o melhor jogador da equipa adversária por 2 faltas fantasma e depois criar um TO fantasma a equipa de Miami? foi impossivel ganhar nesse jogo...ainda no jogo 5 Stephenson atingiu a 5 falta e depois houve varios lances em que ele fez falta a defender Lebron e os arbitros para não o tirarem da partida fecharam os olhos mas isso ainda entendo...agora expulsar um jogador 2 duas faltas fantasmas a varios minutos do fim ainda por cima o melhor de equipa nunca tinha visto, isso é que se chama decidir o jogo a favor de uma equipa, não é uma posse de bola ou outra mal ajuizada pelos arbitros....as arbitragens da NBA são sempre a favor da equipa da casa, sempre, existe sempre más decisões ao longo do jogo para os 2 lados mas eles erram mais a favor da equipa da casa, a diferença é que no jogo 4 eles decidiram o jogo...

      Eliminar
    4. Heat Portugal01/06/13, 14:10

      "sempre" com um excepção - vide Lakers at Kings

      Eliminar
    5. NunoS, enganei-me no q escrevi. óbvio q estando a falar de arbitragens caseiras queria dizer q os beneficiados foram os Pacers no jogo 4 ;)... Qto ao Lakers at Kings sendo o teu nick Heat Portugal, q tal ver a final de 2006 com o protagonista D Whistle?

      Eliminar
  5. Heat Portugal31/05/13, 23:16

    Heat ganham, arbitragem. Heat perde, Lebron.
    O Lebron é tão à parte, que jogos como o de ontem (30-6-6) são normais.
    Para se dizer que foi uma exibição sensacional ele tem de chegar a uns 40-15-10, quando na verdade sensacionais são já as "normais".
    A isto meus amigos chama-se GREATNESS.

    ResponderEliminar
  6. Papa Valdemares01/06/13, 00:59

    Para mim, a notícia do dia é o tumor cerebral de Oscar Schmidt.

    Tudo o mais é secundário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É com pena q soube desta notícia. Vai entrar para o Hall of Fame mesmo nunca tendo jogado na NBA. 42.3 pontos por jogo nos Jogos Olimpícos de 1992 (sim, os jogos olímpicos do Dream Team) é algo de outro mundo. Sem dúvida tinha lugar na NBA.

      Eliminar
  7. Márcio, chegaste a ver os jogos 3 para 3 e 1 para 1 no NBA3X Tour? 1 amigo meu disse-me hj q ganhou no 1 para 1... ;)

    ResponderEliminar
  8. Que jogador está o Paul George... como cresceu desde a época passada! incrível

    ResponderEliminar