16.6.13

Heróis das Finais


Hoje é o dia em que, como diria o Carlos Barroca, heróis precisam-se. Com a série empatada, hoje é o dia de cada jogador trazer o seu "A game", deixar tudo em campo e fazer tudo para deixar a sua equipa à beira do título. Enquanto esperamos pelos desta noite, recordamos aqui alguns heróis (e momentos heróicos) de Finais passadas:

Primeiro em versão Lego...


E depois na versão que nos lembramos:

Garfield Heard mesmo mesmo em cima da buzina, a enviar o jogo 5 das Finais de 76 para o 3º prolongamento, num dos  jogos mais emocionantes de sempre numas Finais!
Dr. J a deixar o mundo de boca aberta com o seu movimento por baixo da tabela nas Finais de 80
O Baby Sky Hook de Magic a silenciar o Boston Garden, no jogo 4 das Finais de 87 e a dar uma vantagem de 3-1 para os Lakers
Vinnie Johnson, em cima da buzina, no jogo 5 das Finais de 90, a dar a vitória e o título aos Pistons
(deste não encontrámos uma foto decente...)
E este não precisa de legenda, não é?


(daqui a umas horas vamos ver quem - se alguém - se vai juntar a estes. Jogo 5, a partir das 01:00. Até já!)

14 comentários:

  1. "E este não precisa de legenda, não é?"

    Precisa pois. "Falta não assinalada a Michael Jordan"

    Just kidding :) Hoje com muita pena minha não vou poder ver o jogo mas espero que seja um espectáculo digno das finais da NBA

    ResponderEliminar
  2. Tal como o LeBron disse, está na hora de os Heat vencerem dois jogos consecutivos. Desde a série com os Pacers que não o fazem, e ainda por cima este jogo é perfeito para quebrar essa situação. Já ter trazido a série de volta a Miami foi positivo e conseguir trazê-la com vantagem na série será muito bom, depois da derrota humilhante no jogo 3.
    Uma equipa como os Heat não pode apenas vencer jogo sim jogo não. É verdade que nesta altura os adversários são todos fortíssimos, mas os Heat criaram a "promessa" de domínio com o big 3, e apesar de ser muito bom chegar a 3 finais consecutivas, vencer apenas uma das 3 será ficar aquém das expectativas do mundo do basketball e principalmente dos heat fans.

    ResponderEliminar
  3. No jogo 5 das finais de 2003 contra os New Jersey Nets, o Tim Duncan teve uma das atuações mais impressionantes da história da NBA: 21 pontos, 20 ressaltos, 10 assistências e 8 desarmes de lançamento!!
    No entanto aquele que é, provavelmente, o melhor extremo-poste da era moderna da NBA já não irá repetir esse feito. O Ginobili não vai para novo. E o Parker não está a 100% devido a um problema num tendão.
    Miami tem de defender bem e impedir uma chuva de triplos.
    Vou arriscar uma previsão. Acho que vai ganhar Miami.

    ResponderEliminar
  4. NCPz, foi no jogo 6, que consagrou os Spurs campeões, que Duncan conseguiu as estatísticas que referiste.
    O Poppovich grita na cara do árbitro após a decisão do árbitro e após pedir desconto de tempo e nada leva...nem uma falta técnica, que era o mínimo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. deixa-me perguntar: n viste o Lebron a fazer o mesmo? falta técnica era o mínimo e o máximo nas 2 situações já agora..

      Eliminar
  5. Arbitragem novamente caseira... ja pouparam uma tecnica ao Pop, faltas ofensivas de SAS, varios lances de 3s do Duncan...pfff

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. deves estar no mínimo a gozar.. tenho visto o jogo para teu azar e qdo os heat estavam a vencer… já agora antes da técnica a popovich n viste o leonard a ser empurrado? N viste tb a falta técnica poupada a lebron? os erros têm acontecido para os 2 lados. - e ainda nem falhei da maior falha na arbitragem. Com 16 pts de vantagem para os Spurs n assinalam 2 faltas em 2 jogadas consecutivas e os Heat fazem 1 run e tanto q volta a transformar um jogo desiquilibrado em desiquilibrado. (1 falta foi 1 empurrão ao Duncan e outra foi a jogada com o Leonard)

      Eliminar
  6. ridícula a decisão do número seis de miami em não lançar ao cesto para tentar os buzz beater, em vez disso recebe a bola do companheiro e guarda-a....mesmo estando a perder por 9 ou 10 pontos...incrível. Eu nunca aceitava um gajo destes para líder da minha equipa, enfim.

    ResponderEliminar
  7. O Cole está-me a enervar profundamente...constantemente é ultrapassado pelo Parker ou pelo Ginobili

    ResponderEliminar
  8. parcial de 19-1 para SAS... e mais um jogo aficar resolvido muito antes do final...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. calma.. ainda há mto para jogar...

      Eliminar
  9. grande jogo do ginobili... e parece q ainda tem umas cartas a dar. Popovich a fazer 1 jogada de génio ao pô-lo a titular - deu frutos... bem, por isso é q n gosto apenas de olhar para estatísticas. Quem viu o jogo sabe quem jogou bem e quem jogou mal... Lebron mais 1 vez a mostrar o tal cansaço (ou bloqueio mental) q afinal não existe segundo alguns..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o Parker, para quem tem o tendão prestes a romper-se, fez uma média dos diabos. 10 em 14 é obra.
      Aqui há dias falava-se aqui de lançadores puros. Hoje, u, jogador que há pouco tempo era considerado de 2ª linha deu a resposta, e bateu o record de triplos em finais, e ainda faltam 2 jogos (ou um). Evoluir é isto.

      (Se o bloqueio mental acontece mais uma vez, adeus título. Mas o que há é que dar muito mérito a esta equipa dos Spurs)

      Eliminar
  10. Os Spurs são como um filme de autor, de nicho, aborrecido para os menos pacientes ou educados na matéria, polido e com a marca clara do realizador. Os Heat não sendo um blockbuster de verão, serão uma mescla, representando mais os filmes do Cristopher Nolan ou de um David Fincher. Pessoalmente, prefiro bom cinema de autor, a uma mescla que nem é carne nem peixe.

    ResponderEliminar