16.2.14

Ontem soube-me a pouco


Como imagino que soube a todos os fãs que ficaram acordados para ver aquela espécie de concurso de afundanços. Ficar acordado para ser desiludido pelo concurso de afundanços tem feito parte da experiência do All Star nos últimos anos. Mas "desilusão" parece pouco para descrever o Slam Dunk Contest deste ano. Já lá chegaremos. Para já, vamos, pela ordem dos eventos, ao balanço duma noite de sábado que soube a pouco:

Os dois primeiros concursos são só para aquecer e entreter enquanto esperamos pelos dois que todos querem ver; mesmo assim, uns comentários:


Shooting Stars
Linha de Chris Bosh no concurso: 2-8 da linha de 3 pts, 2-2 de meio campo!
O Shooting Stars é, basicamente, um concurso de lançamentos de meio campo (os outros lançamentos são feitos com facilidade e o que todos queremos ver é os jogadores ex-jogadores a tentar marcar de meio campo) e Bosh foi perfeito daí. Lançou dois, marcou dois e a equipa Bosh-Wilkins-Cash revalidou o título. Yey!

Skills Challenge
O novo formato em duplas não acrescentou nada. Pelo contrário, retirou-lhe uma estação de passe (a do passe picado), o que deu um percurso muito fácil (basicamente tinham de fazer dois lançamentos na passada, um de meia distância e um passe de peito). Um concurso de skills não devia ter mais... skills? Não devia ser um percurso que qualquer pessoa na bancada conseguiria fazer.


E os dois que todos ficámos acordados para ver:


Concurso de Triplos
Um dos melhores elencos dos últimos anos acabou por dar um concurso muito morno, que se salvou  pela ronda final. Quando parecia que Belinelli ia ganhar um concurso muito ensonso, Beal marcou os últimos seis lançamentos, empatou a final e trouxe um bocadinho de emoção à competição (e um triplo do canto podia, de novo, roubar uma vitória quase assegurada de um Spur).
Mas Belinelli fez a melhor pontuação da noite na ronda de desempate (no sistema de pontos anterior teria feito 20 pontos, o que igualaria a oitava melhor marca da história do concurso) e tornou-se o terceiro europeu a vencer o concurso (depois de Stojakovic e Nowitzki).

Mesmo com o carro especial de money balls (e mais pontos possíveis), à excepção da ronda final de Belinelli, não tivemos grandes pontuações. Os maiores nomes desapontaram (Curry, Love e Irving fraquinhos, Joe Johnson possivelmente a pior participação de sempre!) e foram dois dos menos conhecidos (e menos favoritos) a dar mais espectáculo. Os lançamentos de Beal (com um gesto técnico perfeito) e a última ronda de Belinelli foram das melhores coisas que vimos toda a noite.


E o Concurso de Afundanços
Foi só isto? Já tá? A sério?! Num concurso que soube a tão pouco, salvou-se um grande afundanço de John Wall, ...


um belo afundanço de Paul George, ...


e pouco mais. Ao menos a votação foi justa e ganhou a melhor equipa e o melhor afundanço. Mas também foi tão desequilibrado que era impossível haver alguma injustiça.

Para começar, este formato não ajudou a apreciar os afundanços. Na ronda preliminar, o modelo livre não deixa que se pare e aprecie devidamente os afundanços (também não houve nenhum fora de série, apenas um bom do Lillard e pouco mais) e a ronda dos duelos foi tão desequilibrada e tão fraquinha que deu apenas para ver um afundanço de cada jogador e acabou!

Este formato não é tão mau como pareceu ontem e pode ser mais interessante do que foi (ontem tivemos apenas uma prestação muito fraca do Oeste e um concurso muito desequilibrado), mas a verdade é que o problema deste concurso não era o formato, era a ausência de estrelas. Este ano tivemos estrelas, mas vamos ficar a pensar o que elas podiam ter feito no formato anterior.

Foi o concurso de afundanços mais rápido de sempre e fica a sensação que se desperdiçou o elenco que estava em competição e uma oportunidade para recuperar o interesse na prova. Se a NBA quer  que este concurso volte a ser relevante devia regressar ao formato anterior e continuar a levar mais estrelas ao concurso. Porque assim soube a muito pouco.

4 comentários:

  1. Diogo Brêda16/02/14, 22:21

    Este novo formato foi realmente uma desilusão.

    Pensando que pelo formato antigo tínhamos direito a mais 2 afundanços do wall e do maclemore (os 2 melhores na minha opiniao) e que teriamos provavelmente mais um afundanço do Paul George...

    Em vez disso tivemos um concurso abreviado e que acabou no momento em que começou a aquecer...

    ResponderEliminar
  2. Corroboro completamente a tua opinião!

    ResponderEliminar
  3. Para quando LeBron James e Kevin Durant no concurso de afundanços?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. n me parece q tal vá acontecer alguma vez... Lebron prometeu ir em 2010 ao dunk contest e n foi e KD pelo q me lembre nunca manifestou intenção de ir...

      Eliminar