1.2.14

Uma contratação grande e uma grande contratação



Dupla vitória para a equipa de Indiana. Um dos melhores jogos interiores da liga fica ainda melhor (e maior) e evitam, ao mesmo tempo, que ele reforce algum dos seus maiores rivais (leia-se, evitam que ele vá para os Heat). 

Mas o Bynum vai desestabilizar o balneário e estragar a química da equipa.
Duvidamos muito. Sim, Bynum foi um problema no balneário de Cleveland, mas isso foi porque esse balneário era jovem, inexperiente e em construção (e com mais problemas para resolver para além de Bynum) e porque ele não estava interessado em jogar lá. Em Cleveland, deparou-se com uma confusão da qual não queria fazer parte e assim que aquilo começou a correr mal e ele percebeu que a equipa não ia a lado nenhum, perdeu a motivação.

Em Indiana, esse problema não se coloca. Ali vai encontrar uma equipa bem sucedida (a mais bem sucedida até agora), com um balneário sólido e estabelecido, um grupo já formado e com muitos veteranos. A motivação (ou falta dela) tem sido um problema para Bynum, mas em Indiana ele não terá outro remédio que não entrar no espírito da equipa. Não é ele que vai perturbar aquele grupo ou desviá-lo dos seus objectivos. Bynum entra no grupo e é mais uma peça do mesmo ou é posto de lado. Para além disso, ele queria jogar num candidato ao título e isso deve ser motivação suficiente para o que falta de temporada (e ele sabe ao que vai e já fala como Pacer: "não foi uma decisão difícil, acho que é um sítio perfeito para mim. Honestamente, acho que temos as melhores hipóteses de ganhar. Vai ser óptimo revezar o Roy e vou fazer o que puder para ajudar a equipa").

Mas o Bynum está acabado.
Sim, este Bynum é uma sombra do jogador que foi (e nunca voltará a ser esse jogador). Mas ainda pode dar uma contribuição importante. Os Pacers, obviamente, não precisam dele para ser uma peça principal e, como suplente de Hibbert, pode dar-lhes minutos de qualidade e uma contribuição superior à de Ian Mahinmi. Embora longe dos seus melhores tempos e sem a mesma mobilidade e capacidade física de antes, Bynum teve médias de 8.4 pts, 5.3 res e 1.2 dl em 20 mins/jogo nos Cavs (e, por cada 36 minutos, teve uns bons 15.1 pts, 9.5 res e 2.1 dl) e ainda pode contribuir bastante mais do que se pensa.

Na altura da contratação de Luis Scola, dissemos que o argentino era um excelente reforço porque não só encaixava perfeitamente no ataque em meio campo dos Pacers, com muito jogo a poste baixo, como ficavam com um jogador semelhante a David West e que lhes permitia manter o estilo de jogo da equipa durante os 48 minutos. Os Pacers podiam carregar ainda mais no interior e durante todo o jogo. Pois, idem para Bynum. Quando Hibbert for para o banco, podem continuar a carregar dentro com Bynum e continuam a ter um grande (maior que Mahinmi) para proteger o cesto. Agora, se Hibbert tiver problemas de faltas (ou simplesmente, para descansar mais minutos), têm outro grande para defender, ressaltar e jogar a poste baixo.

Para além disso, como dizíamos lá em cima, esta contratação ainda tem o bónus de evitar que ele reforce os Heat (ou os Spurs ou alguma das equipas com que se podem cruzar nos playoffs e/ou nas Finais). Bynum podia ser uma boa arma para usar contra Hibbert, mas agora está do mesmo lado. Só por isso, já valia a pena a contratação.

E tudo isto, ao que parece, por apenas um milhão de dólares? Vale mais do que a pena. Os Pacers têm muito mais a ganhar do que a perder. E os Heat (e as outras equipas) vão ter (ainda mais) problemas com eles.

5 comentários:

  1. Bolas. Cada vez mais difícil para Miami, mas a esperança está no Oden.

    Corrige só os 89.5 res por cada 36 min.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOL! Já está. Thanks! (89 ressaltos era qualquer coisa...)

      Eliminar
  2. marcio porque dizes que os pacers tem sido a mais bem sucedida equipa da liga? os OKC tem um melhor recorde (38-10 contra 35-10) tendo westbrook apenas durante 25 jogos, e ja para nao falar do facto de jogarem na conf. oeste que é 10x mais dificil do que o este. nao acho a epoca dos pacers assim tao impressionante quanto isso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque já estava a adivinhar a derrota dos Thunder esta noite! Eheh!
      Não, foi lapso mesmo, referia-me ao recorde e ainda estava a pensar nas 9 derrotas dos Pacers, esqueci-me da derrota da noite anterior com os Suns. Mas acabou por escrever-se direito por linhas tortas e os Pacers estão de novo com o melhor recorde. :)

      Mas, independentemente disso, a época dos Pacers tem sido impressionante e a sua defesa, em particular, tem sido historicamente impressionante.

      Eliminar