8.10.11

E os fãs?


Ao longo de toda esta novela do lockout só temos ouvido falar dos jogadores (e do que eles querem) e dos donos (e do que eles querem). Ninguém parece lembrar-se dos fãs (e do que eles querem!). E estes são uma parte tão (ou mais) importante do jogo como os anteriores. Os fãs de todo o mundo fizeram da NBA aquilo que ela é hoje e se os jogadores são os artistas e a liga é o palco, o espectáculo só está completo com... o público. Mas no meio de toda esta discussão do lockout, tem-se perdido a noção disso. E, no entanto, ninguém vai sofrer tanto com a ausência dos jogos como os fãs.

Porque já temos todos muitas saudades da NBA, não temos? E, se o lockout se prolongar (como parece cada vez mais inevitável) pela temporada regular, vamos todos sentir falta de ficar acordados até de madrugada a ver jogos, não vamos?

Pois então vamos deitar essas mágoas para a folha de papel (ou de Word) e partilhá-las. Escrevam-nos a dizer o que vos faz gostar da NBA, como se apaixonaram por este desporto e por esta liga, aquilo de que têm mais saudades e aquilo que vão ter mais saudades se não tivermos jogos. Partilhem o que acham deste lockout, o mal que vos está (ou não está!) a fazer, digam-nos como vão sobreviver sem  NBA, façam uma declaração de amor à liga, aos jogadores ou a quem quiserem. Digam o que vos vai na alma.

Mandem os vossos textos para setevintecinco@gmail.com até 4ª feira e publicaremos aqui os nossos preferidos. Porque já estamos fartos de ouvir jogadores e executivos a repetir as mesmas palavras de circunstância ad nauseam. É a vez dos fãs falarem.

O basquetebol não vos sai da cabeça?

Sem comentários:

Enviar um comentário