2.12.15

MVP #24



A notícia incontornável da semana (e do mês, e do ano) é o anúncio da retirada de Kobe. O Black Mamba anunciou esta semana a sua despedida numa emotiva carta dirigida ao Basquetebol (uma carta que traduzimos aqui para português) e no episódio desta semana do podcast MVP vamos ter algumas surpresas para recordar e celebrar a sua carreira.

E queremos dar voz aos fãs. Enviem-nos as vossas palavras sobre Kobe e vamos seleccionar algumas para ler no ar. Contem-nos as vossas melhores recordações dele, os vossos momentos favoritos, falem-nos da sua importância para a NBA, para o basquetebol e/ou para vocês, o que gostavam de lhe dizer ou o que gostavam de lhe agradecer.

Deixem-nos os vossos textos nos comentários ou enviem-nos para o email podcastmvp@gmail.com e fiquem atentos ao próximo episódio do MVP.

3 comentários:

  1. Papa Valdemares02/12/15, 14:45

    Independentemente do seu talento na área de meter a bola no cesto, que outros certamente elogiarão, e além desse talento, fica-me a sensação, para não dizer a certeza, de estarmos perante alguém que poderia ter ido ainda mais além no que à conquista de troféus diz respeito se - se - não tivesse sido tão egocêntrico e quisesse ser a estrela da companhia, sem a sombra do mínimo arbusto.

    Lembro-me de, no auge da sua carreira, ter lido um título do jornal 'Record', que rezava mais ou menos isto: «Há um novo Jordan na NBA.». Não havia.

    Sai por «baixo», mas também não se poderia esperar muito mais depois do calvário dos últimos três anos, mas nada disso apaga o seu legado para a história da NBA.

    Em suma, KB cumpre o eterno ciclo da vida: uns morrem «para que» outros possam nascer e crescer.

    ResponderEliminar
  2. A entrada do Kobe com a camisola do Jordan no pavilhão de umas das suas finais, será 1 imagem que nunca vou esquecer.

    ResponderEliminar
  3. Já aqui disse que nunca foi da minha simpatia, mas como fui crítico mesmo nos seus momentos de intocável, também me indignei com a infâmia de quem se aproveitou dos seus piores momentos para cuspir o que engoliu longos anos. O jogo de 81 pontos com os Raptors é o exemplo perfeito da espectacularidade de Kobe quando estava on fire, simplesmente monstruoso!!!
    Todos os amantes da NBA, como vamos sentir a sua falta...

    ResponderEliminar