15.12.15

Um sonho de fã


Hoje temos uma reportagem de um enviado especial em Nova Iorque. O nosso leitor Marco Lizardo esteve há um par de semanas na cidade, onde assistiu a três jogos da NBA. Quando soubemos que ele ia à Big Apple assistir a esses jogos, perguntámos-lhe se não queria partilhar a experiência connosco. Ele aceitou amavelmente a nossa sugestão e fez uma pequena reportagem sobre os jogos que teve o privilégio de ver ao vivo:



Antes de mais, deixem-me começar por agradecer ao SeteVinteCinco a possibilidade de apresentar estes comentários breves e a pequena reportagem fotográfica dos três jogos da NBA que tive a oportunidade de assistir na última semana:

Brooklyn Nets – Golden State Warriors
New York Knicks – Dallas Mavericks
Brooklyn Nets – Houston Rockets


É com enorme prazer que partilho convosco estes três jogos, três experiências, três histórias, três curtos relatos:

Brooklyn Nets – Golden State Warriors
A oportunidade de ver ao vivo a equipa que já têm o melhor arranque de sempre da NBA foi simplesmente fantástica. Para além do privilégio que é ver Stephen Curry e Klay Thompson, é realmente fantástico ver a forma oleada como a equipa se apresenta. 
Quando, no início do 4º período, Luke Walton lança no jogo o 2º cinco da equipa contra o cinco inicial de Brooklyn, Golden State disparou de 12 para 20 pontos de vantagem, terminando aí com a reacção que estava a ser levada a cabo pela equipa da casa. Para além de terem disparado no resultado, a equipa jogou e fez jogar como se do cinco inicial se tratasse. 
Gostava ainda de realçar a falta de vedetismo apresentado em campo por todos os jogadores, inclusive o MVP da última época, e o excelente trabalho levado a cabo pelo treinador principal Steve Kerr e pelo treinador interino Luke Walton.






New York Knicks – Dallas Mavericks
O Power Forward dos últimos anos vs o Power Forward do futuro.
Porzingis mostrou ser tudo o que se diz dele e muito mais. Apresenta uma maturidade acima da média, não se deixando levar pela experiência do adversário. Apresenta um jogo de pés muito bom para jogar debaixo do cesto e marca lançamentos de 3 pontos com uma facilidade impressionante. É só aumentar um pouco o seu porte físico para ombrear com os adversários mais fortes e acredito que estaremos na presença do melhor power forward dos próximos 5 a 10 anos.
Muito arrependidos estarão os fãs da equipa, quando, após o draft, criticaram abertamente a direcção pela escolha realizada.
Tal como disse Dirk no final do jogo: “Este miúdo é melhor do que eu quando tinha a mesma idade”.






Brooklyn Nets – Houston Rockets
Há muito que se diz que, quando algo está mal numa equipa, o mais fácil é correr com o treinador. Foi isso que os Rockets fizeram recentemente com Kevin McHale.
No entanto, quem viu este jogo viu que o problema não estava apenas no treinador. A equipa apresentou-se sem qualquer energia ou empenho. O duo Harden / Howard não funcionou minimamente (em conjunto fizeram uns míseros 20 pontos), e parecia que evitavam o passar de bola entre si. 
Para além disso, qual a razão para terem quatro point guards (Ty Lawson, Patrick Beverly, Jason Terry e Marcus Thornton) e ter um jogador como Ty Lawson a jogar aproximadamente 10 minutos por jogo?
Um prognóstico: antes do trade deadline, Dwight Howard será trocado por um poste com potencial de evolução e um forward interessante. A saída de pelo menos um (ou mais) point guard poderá também ser uma realidade.






Em resumo, tive a oportunidade de assistir a três excelentes jogos de basquetebol, mas, mais importante do que isso, tive a possibilidade de estar sentado a assistir ao vivo a jogos da NBA.
Este será também, sem dúvida, um sonho de muitas das pessoas estão a ler este texto. Para que tem esse sonho, deixo um conselho simples: arranjem uma caixa e coloquem lá dentro 1€ todos os dias. Vai demorar algum tempo, é verdade, mas dentro de um ou dois anos vão ter dinheiro para poderem realizar esse sonho. Não desistam dele. Vão ver que vai valer a pena.


Obrigado, Marco, por partilhares connosco a tua experiência e as tuas observações. E sigam o conselho dele. Não se vão arrepender.

Sem comentários:

Enviar um comentário