26.12.10

Lakers-Heat: 1º Round

Quando saiu o calendário dos jogos da temporada 2010-11, um foi logo marcado como imperdível por todos os fãs, jornalistas, jogadores e treinadores: os actuais campeões a receber a equipa mais badalada da offseason, no dia de Natal. Um argumento que nem Hollywood engendraria melhor. E sabemos que é um jogo importante quando Hollywood vem em peso ao Staples Center. Cameron Diaz, Javier Bardem, Kanye West, Snoop Dogg, é escolher a celebridade e ela lá estava, nas primeiras filas.

Não é que um jogo da temporada regular em Dezembro decida alguma coisa, mas é a oportunidade de medir forças e mandar uma mensagem ao adversário. Estas duas equipas querem estar nas Finais em Junho e este pode ser apenas o primeiro duelo de muitos. Pois bem, vitória clara neste primeiro assalto para os Heat.

Num jogo dominado, na primeira parte, pelas defesas, foram os Três Super-Amigos que começaram melhor. Marcaram os primeiros 17 pontos da equipa e a equipa de Miami começou o jogo com um parcial de 13-2. Os Lakers tiveram de correr atrás deles o resto do tempo. E não correram muito.

Ambas as equipas conseguiram, na 1ª parte, parar muitas vezes as primeiras opções dos ataques, mas os Heat fizeram o que os Lakers não conseguiram: rodar a bola, movimentar melhor a bola no ataque e encontrar opções secundárias. A equipa de Los Angeles conseguiu defender decentemente o pick and roll na 1ª parte, mas a ajuda e a rotação defensiva não estiveram lá.
A equipa de Miami conseguiu parar o jogo interior dos Lakers, ora defendendo bem um contra um, ora fazendo dois contra um. E quando isso aconteceu, os Lakers nunca conseguiram encontrar alternativas num ataque pouco móvel e previsível.

Na 2ª parte, os Heat subiram a intensidade defensiva e os Lakers... baixaram. Defenderam pior o pick and roll e já nem as primeiras opções do ataque dos Heat conseguiram parar. Ainda tiveram uns momentos a meio do 3º período, recorrendo a pick and roll's entre Kobe e Gasol, em que conseguiram movimentar melhor a bola e encontrar boas situações de lançamento, mas foi apenas durante um bocadinho.
Os Heat começaram o 4º período a apertar ainda mais na defesa, a tapar muito bem as linhas de passe e a provocar turnovers em três posses de bola consecutivas. Os Lakers voltaram ao mau movimento de bola, a sua defesa continuava a piorar, a diferença chegou aos 21 pontos e o jogo acabou aí.

Melhores na defesa, melhores no ataque, com mais garra e determinação nos dois lados do campo. KO para os Heat.

E Lebron James foi o agressor-mor. Terminou com um triplo-duplo (27 pts, 11 res e 10 ass) e acertou nos lançamentos longos como ainda não tinha feito esta época: 5-6 de 3 pontos. Como dizia Mark Jackson durante a transmissão, "When Lebron's making jumpers, forget it, go home!"

E os Lakers foram. Com uma derrota no sapatinho.



2 comentários:

  1. Já vi 3 jogos dos Heat esta temporada (2 frente aos Hornets e este).

    A evolução no jogo de equipa tem sido notória. Depois de um 1º jogo completamente falhado em New Orleans, onde estiveram quase sempre atrás dos Hornets por 8-9-10 pts, conseguiram vencer em Miami, graças a um 2º periodo fenomenal de D-Wade e a um final de 3º periodo, onde jogou LeBron contra as reservas do Hornets.

    Em LA já vi algo de diferente e para melhor. Excelente aplicação defensiva, contributo importante de Chalmers e Bosh, bem como um inspiradissimo LeBron. Tal como J-Kidd nos seus tempos aureos, acredito que o King é menino para sacar triplos-duplos em praticamente todos os jogos, tal é a facilidade com que marca pts (obvio), ganhar ressaltos e pega na bola para comandar o ataque de Miami.

    Serão Campeões? Depois logo se fazem as contas. Go HORNETS

    ResponderEliminar
  2. Os Heat estão visivelmente melhores, mas, numa série a 7 jogos, continuo a apostar nos Lakers. Esperemos pelo próximo round.

    ResponderEliminar