10.12.10

Wade e Lebron: uma união (im)possível?


De volta a South Beach. Os Heat vão com seis vitórias consecutivas e Wade e Lebron parecem estar a jogar melhor juntos. Ao longo dos primeiros 17 jogos, quando a equipa de Miami estava com o sofrível recorde de 9-8, a crítica mais vezes levantada envolvia-os aos dois: eram dois jogadores semelhantes e nunca renderiam o mesmo juntos. Ambos estão habituados a ter a bola nas mãos e o papel de ambos no ataque das suas equipas sempre foi o de jogar um contra um e, das duas uma, ou superiorizar-se aos seus adversários e conseguir marcar ou então, se as defesas contrárias caissem sobre eles, assistir e criar oportunidades para os seus companheiros. Nenhum deles é conhecido por ser lançador nem receptor e tanto um como o outro baseiam a maioria do seu jogo na penetração em drible, algo que só um pode fazer de cada vez. O que foi exactamente o que aconteceu em muitos jogos: atacavam o cesto à vez e o outro ficava a assistir. Esse início da época só reforçou as dúvidas sobre se se anulariam um ao outro.

Nos últimos jogos, no entanto, o panorama mudou um pouco e a resposta à questão "poderão Wade e Lebron jogar juntos de forma eficaz?" parece mais encaminhada que antes para uma resposta positiva.

Mas a propósito desta questão, Zachariah Blott, do Hoops Karma, levanta, neste interessante artigo, outra: Alguma equipa campeã da NBA tinha o problema de similaridade de James e Wade?

Será que alguma equipa alguma vez conseguiu ser campeã dessa forma? Haverá esperança para os Heat?

Sem comentários:

Enviar um comentário