19.8.13

Basketball Without Borders - 4 dias totais de Basquetebol e de NBA


A nossa viagem aos Estados Unidos em Abril, na sequência da vitória no passatempo da Sport TV, e a oportunidade de assistir ao vivo a três jogos da NBA foi vivida como fã.
Como escrevemos na altura, "o jogador, o treinador e o comentador ficaram em casa e em Nova Iorque esteve o fã. Não estava a ver vídeo, não estava a parar o jogo à procura de como um jogador se libertou para um lançamento, não estava a pensar no sistema que a equipa x estava a usar no ataque ou como a equipa y estava a defender, não estava a dissecar a movimentação de um jogador, não estava a analisar o jogo (pronto, o máximo que é possível desligar isso e não pensar nisso quando vemos um jogo), estava apenas a desfrutar de cada momento passado naqueles pavilhões."


Aqui, nestes quatro dias de NBA em Portugal, foi diferente. Esteve o fã, claro, mas esteve também o profissional, o comentador e o treinador. Foram quatro dias de basquetebol vividos a todos os níveis. Esteve o profissional, porque estavámos lá com um trabalho para fazer e foram quatro dias de filmagens e entrevistas:



Esteve também o treinador, a assistir ao clinic de Jim Boylen e Patrick Hunt (que teve uma assistência extraordinária, com mais de 100 treinadores portugueses presentes! E não tenho fotos do dito porque estava a assistir, atento a todas as palavras e a tomar notas; estava numa aula e não tive tempo - nem preocupação - para fotos) e a aproveitar ao máximo a oportunidade de observar de perto, ao longo de todos estes dias, os treinadores (e jogadores) da NBA a dirigir treinos e a ensinar estes jovens jogadores:

(Fotos de Pedro Quedas)




(podem ver mais vídeos na minha página no YouTube)

E esteve também o comentador/repórter/blogger, que foi tentando partilhar com vocês a acção destes dias e tentando mostrar um bocadinho de como foi a quem não pôde estar presente. Para esses, aqui ficam mais algumas imagens dos dois últimos dias de BWB (podem algumas imagens dos dois primeiros dias aqui e aqui).

Depois do Sábado ter sido preenchido com jogos entre as equipas e com o clinic de treinadores ao final da tarde (como dissemos, não temos fotos, mas a nossa incansável equipa de reportagem - o André Simões e o Pedro Quedas - filmou e podem depois ver imagens do dito na reportagem do evento), o Domingo arrancou com jogos de 3x3 e com as eliminatórias do concurso de lançamentos de três pontos:


(foto Pedro Quedas)


E depois duma visita de Nate Robinson ao Youth Camp, ...




... tivemos, à tarde, o All Star Game, com os 20 melhores entre os 49 participantes no campo (e com uma bancada com bastante público):
(foto pedro Quedas)
E a final do concurso de três pontos, entre o italiano Federico Mussini e o macedónio Andrej Magdevski:

(foto pedro Quedas)
Final que foi ganha pelo italiano Federico Mussini, que com uma ronda quase perfeita de 10 em 12:


O dia terminou com a entrega de prémios, com o poste turco Akif Guven (16 anos e 2,11m!) a vencer o prémio de MVP do All Star Game e o base italiano a ganhar a distinção de MVP do campo:


E é claro que nestes quatro dias esteve também o fã, pois não só tive a oportunidade de conhecer os jogadores e trocar umas palavras com eles (alguns ídolos de infância, alguns jogadores que cresci a ver jogar e outros que têm feito as delícias dos fãs nos tempos recentes), ...



... como passei quatro dias a ver de perto todos estes treinadores e jogadores e ainda tive o privilégio de estar um bocado à conversa com Sam Perkins no barbecue de despedida e recordar com ele as Finais de 91 entre os seus (nossos) Lakers e os Bulls de Michael Jordan. Foram quatro dias inesquecíveis de basquetebol e de NBA, quatro dias de aprendizagem para este treinador e comentador e quatro dias de sonho para este fã incondicional!



(depois poderão ver o vídeo de todo o evento e todas as entrevistas que realizámos. Temos algumas horas de filmagens para seleccionar e editar, mas colocaremos tudo isso online brevemente)

8 comentários:

  1. É bom que estas actividades vão aparecendo por Portugal, este ano foram logo duas com assinatura da NBA e que chamaram e movimentaram muitos jovens..
    Esta com a bela particularidade de nos ajudar a desenvolver :)

    Quanto aqui ao blog, muito bem! Pela net não se encontra muita informação sobre o que foi e o que aconteceu.. e foi uma excelente ferramenta para mostrar e deixar marcado o que aconteceu..

    continuação ;)

    ResponderEliminar
  2. este ano não vai haver a fantasy league?

    ResponderEliminar
  3. Mas tu medes quanto? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 1,60m! :) Sou da altura do Muggsy Bogues! ;D

      Eliminar
  4. Márcio preciso aqui na tua ajuda. Ou estou a ver mal ou alguma coisa de estranho se passa.

    Na terceira foto a contar de baixo, quando está a Ticha e o tal poste turco, é o Nate Robinson que está no outro lado?!?! Se é o turco tem mesmo 2,11m?

    A imagem tá-me a parecer que ou o Nate é mais alto do que eu pensava, ou o turco não é tão alto como dizes...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O jogador que está nessa foto não é o jogador turco, é o Federico Mussini, o base italiano que foi o MVP do campo. O miúdo turco foi o MVP do All Star Game e é este nesta foto:

      http://www.nba.com/bwb/gallery/bwb-europe-day-4_18.html

      (que tem, como podes ver, mais uns centímetros que o Sam Perkins)

      Eliminar
    2. Confusão minha portanto!

      Obrigado pela ajuda!

      Eliminar