8.2.11

Black Mamba ou Black Hole?


Aquele que é considerado por muitos o melhor jogador do mundo continua, pois claro, nas bocas do mundo. Kobe Bryant é mais egoísta que qualquer outro base da NBA? É a pergunta que Tom Ziller, da SB Nation, coloca neste artigo.


Neste gráfico, Ziller analisa a relação entre os lançamentos tentados e as assistências feitas para tentar encontrar os maiores buracos negros (jogadores que absorvem a bola para eles) da liga. Nenhum base (que jogue pelo menos 30 minutos por jogo) lança mais frequentemente que Kobe e quase todos fazem assistências mais frequentemente que ele. Segundo Tiller, Kobe é a definição de buraco negro.

Uma afirmação destas parece claramente negativa quando estamos a falar dum desporto colectivo como o basquetebol. Nenhum jogador quer ser apontado como egoísta. O senso comum diz que jogar bem é jogar em equipa e partilhar a bola com os colegas, certo? Um jogador egoísta não é um bom jogador, não é? Pode não ser bem assim.

E se vos disser que há outro jogador, já retirado, que tinha uma relação lançamentos/assistências ainda mais baixa que Kobe? E que esse jogador se chama Michael Jordan?

Para a esmagadora maioria dos jogadores, lançar tanto e passar pouco é mau, porque isso significa menos eficiência ofensiva. Mas Kobe e MJ não são a maioria dos jogadores. Para jogadores física, técnica e tacticamente tão dotados como eles, lançar tanto pode significar apenas que se conseguem superiorizar ao seu defesa mais vezes que os outros. Os outros jogadores passam mais a bola? Sim, porque não conseguem ultrapassar a defesa da forma que eles o fazem. Porque há duas espécies de buracos negros: os fuços (mais frequentes) e os superiores (estes raros).

Como Tiller conclui no artigo, ser um buraco negro não quer dizer que Kobe seja um mau jogador ou menos valioso para a sua equipa. Não é um julgamento de valor, é apenas um julgamento do estilo de jogo. Como ele diz, "não é uma coisa má. É apenas uma coisa."

Mais achas para a fogueira de Kobe. Usem-nas ao vosso gosto.

5 comentários:

  1. Lakers Fã09/02/11, 15:55

    Opá eu sei que o Kobe é o melhor basquetebolista de sempre depois do grande MJ, e por isso o atacam tanto, mas quando parará isto? Que mais precisa ele para provar que é o melhor?

    E Marcio quero um post com a tua opiniao sobre a possivel trade de Carmelo para os Lakers, se vier a acontecer acho que os Lakers ficaram fortissimos e podem na boa ganhar de novo o campeonato que achas? Faz algo a falar sobre o assunto, e ja agora que jogadores darias em troca? Bynum, ou o pack Odom e Artest?? Obrigado

    ResponderEliminar
  2. Não sei se os Lakers vão apanhar outro GM "adepto da equipa de LA" (tipo o negocio Gasol-Memphis).

    Quanto ao tema do post, trata-se de mais outro artigo interessante que é aqui postado (obrigado Marcio). Tem um excelente grafismo, mas Kobe é Kobe. Como o Laker Fã diz, depois de MJ está Kobe. Não tem medo de decidir, de arriscar e como tu dizes "Para jogadores física, técnica e tacticamente tão dotados como eles, lançar tanto pode significar apenas que se conseguem superiorizar ao seu defesa mais vezes que os outros."

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  3. Já agora, o Rondo, apesar de ser um mau lançador, nem o precisa de fazer, pois com Shaquille, Pierce, Garnett e Ray-Ray, todos acima dos 20 mil pts na NBA, basta passar a bolinha.

    ResponderEliminar
  4. o kobe nao é base é so o que queria dizer! ha la um senhor que ja anda ca à uns anos chamado dereck fisher

    ResponderEliminar
  5. Quando nos referimos a bases estamos a referir-nos aos dois elementos do backcourt. Tradicionalmente, todas as equipas têm dois bases: um point guard e um shooting guard. O base a que te referes é o primeiro-base, o point guard. Mas no artigo da SB Nation, foram considerados todos os bases (points e shootings).

    ResponderEliminar