7.2.14

As (boas e más) novidades do All Star


Temos novidades (muitas novidades) na Noite de Sábado do All Star. Temos, para começar, o melhor elenco dos últimos tempos no Concurso de Afundanços. Há 26 anos (desde o épico concurso de 88, com Jordan, Wilkins e Drexler) que não tínhamos três All Stars a participar e com estes e mais um trio de jogadores do mais atlético que há na liga, o concurso promete (ou podia prometer, mas já lá iremos):


Temos também um elenco de luxo (também um dos melhores, se não mesmo o melhor, dos últimos anos) no Concurso de Triplos. Os dois últimos vencedores e alguns dos melhores atiradores da liga deve dar um concurso emocionante e espectacular:


E temos também novidades no formato e nas regras dos concursos. Mas aqui é que já não são todas boas novidades. Se nos triplos as mudanças são para melhor e podem dar uma prova ainda mais excitante, nos afundanços nem por isso.

Nos lançamentos de três, vamos ter um carro só com money balls, que pode ser colocado na posição que o jogador quiser. Portanto, cada jogador vai poder escolher o seu sítio preferido e apostar em fazer o dobro dos pontos nessa posição. Um carro só com money balls? Não só soa tão bem, como vai, de certeza, dar ainda mais emoção ao concurso.

Já nos afundanços, mudar para um formato de equipa no ano em que temos o melhor elenco individual dos últimos tempos pode ser um tiro ao lado. Este ano, os seis participantes vão ser divididos em duas equipas (Este - com Wall, George e Ross - e Oeste - com Lillard, Barnes e McLemore) e não vai haver um vencedor individual. Será um concurso de afundanços entre conferências. 

É verdade que o Concurso de Afundanços tem desiludido em alguns anos, fica muitas vezes aquém das expectativas e é uma prova que precisava de ser repensada e revitalizada. Mas este ano, com estes jogadores, podia ser um ano de redenção e um ano memorável. Transformá-lo, com este elenco, numa prova de equipa, parece um desperdício e uma oportunidade perdida de recuperar o entusiasmo em redor do concurso.

__

Depois, temos ainda aqueles dois concursos que ninguém liga muito e só vemos enquanto esperamos que comecem os triplos e os afundanços:

Este vai ter a curiosidade de vermos as duplas pai-filho Curry e Hardaway

e este também vai ser em equipa, com 4 equipas de dois (Burke/Lillard, Dragic/Jackson, Carter-Williams/Oladipo e DeRozan/Antetokounmpo)
__


E para terminar, temos Damian Lillard a fazer história e a ser o primeiro jogador a participar em cinco eventos do All Star. Tirando o Shooting Stars, Lillard vai estar em todos: Rising Stars na sexta, Skills Challenge, Triplos e Afundanços no sábado e All Star Game no domingo. O base dos Blazers vai ser o homem mais ocupado do fim de semana. Ou, como disse Alex Kennedy:


1 comentário: