20.2.12

Candidatos e pretendentes


Com a pausa para o fim-de-semana All Star a aproximar-se (é já esta quinta-feira que começam as festividades) e com todas as equipas da liga já com 30 a 33 jogos nas pernas, estamos literalmente a meio da temporada regular. E com metade desta já para trás, temos já uma amostra de jogos suficiente para perceber quem está preparado para lutar pelo título e quem parece destinado a ficar de fora dessa luta. Por isso, pelo que temos visto, que equipas são verdadeiras candidatas ao lugar mais alto da NBA e quais não passam de pretendentes? Comecemos por estas últimas.

PRETENDENTES

Boston Celtics
Um cinco inicial com quatro veteraníssimos na fase descendente das carreiras e um banco mais fraco que no passado não permitem aos Celtics lutar por mais do que um lugar nos playoffs. Aí, podem aspirar a passar uma ronda ou duas e vão ser um osso duro de roer para qualquer equipa, mas a final da NBA e a hipótese de um título são uma miragem.

Orlando Magic
Se Dwight Howard ainda estiver num equipamento dos Magic em Abril, a equipa do Orlando é outro osso duro de roer para os candidatos do Este. Mas esse é um grande se e esta equipa como a conhecemos pode já não existir quando chegarem os playoffs. E mesmo com Howard e como a conhecemos, não é suficiente para bater as duas melhores equipas da conferência. A dependência dos lançamentos exteriores no ataque provoca uma irregularidade que se paga caro nos playoffs e a defesa, o pilar da equipa em épocas anteriores, está fora do top 10 (12ª apenas) e mais fraca que antes. E sem uma defesa de elite os Magic não passam duma equipa mediana.

Philadelphia 76ers
Doug Collins tem feito um excelente trabalho com esta equipa. Estão com a melhor defesa da liga (87.3 pts sofridos/jogo e 96.9 de DefRtg) e, no ataque, compensam a falta de super-estrelas com o basquetebol mais colectivo da liga. Numa liga de super-estrelas, é um exemplo assinalável e louvável de jogo de equipa e força no colectivo. Mas têm ainda falta de profundidade e regularidade no jogo interior para aspirar a voos mais altos. Estão no bom caminho, mas este ainda não é o ano deles.

New York Knicks
São a equipa mais mediática do ano. Primeiro, foi a contratação de Tyson Chandler na offseason, depois o conto de fadas de Jeremy Lin e agora a adição de JR Smith. A contratação de Chandler está a dar frutos e estão com uma defesa muito melhor do que no ano passado (6ª melhor, com um DefRtg de 99.6). Curiosamente, o seu ponto forte do ano passado, o ataque, está muito pior (23º, com um OffRtg de 101.1). No início, isso devia-se à falta de um point guard e melhorou com a ascensão de Lin, mas ainda há muitas dúvidas como vai funcionar quando Carmelo voltar. E JR Smith é mais um que não é conhecido pelo seu jogo colectivo. Mike D'Antoni tem muito trabalho para conseguir conjugar todas estas peças e restam dúvidas se elas são, sequer, conjugáveis. De qualquer forma, mesmo que isso seja possível, não acontece de um dia para o outro. Por isso, estes Knicks são um projecto em construção e não são ainda candidatos este ano.

Los Angeles Lakers
Não têm um cinco inicial tão veterano como o dos Celtics e com Kobe, Gasol e Bynum têm um núcleo para lutar pelo título. Mas, à semelhança dos Celtics, estão com um banco mais fraco que nas temporadas anteriores e com uma falta de profundidade que custa caro nos playoffs. Deste lote de pretendentes, os titulares dos Lakers são dos que jogam mais minutos e vamos ver em que forma chegam à fase decisiva. Para além disso, tem sido irregulares e medianos (10ª defesa e 16º ataque). São ainda perigosos e uma equipa que os subestime pode arrepender-se, mas a jogar assim vai ser impossível bater as equipas do lote de candidatos abaixo.

Los Angeles Clippers
O rótulo de parente pobre pode pertencer ao passado, mas ainda falta também um bocado para lhes colarmos o rótulo de candidatos. Foram a equipa que mais e melhor mexeu na offseason, contrataram  um jogador que metade da NBA desejava e estão a construir um sério candidato a candidato. São uma equipa entusiasmante de ver, têm jogadores jovens e veteranos e têm ainda margem de progressão. Mas estão ainda a um bom poste suplente de distância e uma defesa de topo de poder aspirar a lutar por um título. Com a defesa mediana que têm (20ª, com 104.5 de DefRtg) não se ganha campeonatos.


CANDIDATOS


Miami Heat
Estão com o melhor recorde (25-7), o melhor ataque (109.4 de Off Rtg) e uma das melhores defesas (7ª, com 99.7 de DefRtg). Estão a jogar melhor do que no ano passado, os Três Super-Amigos estão mais integrados e a jogar melhor juntos e a defesa é ainda melhor do que os números mostram (têm ganho vários jogos por 20 ou mais, muitos jogos ficam resolvidos cedo e sofrem mais pontos do que sofreriam se continuassem a apertar o jogo todo). Quando os jogos estão renhidos e é preciso, a defesa dos Heat tem sido pressionante e até mesmo sufocante. A jogar no seu máximo, como já o fizeram muitas vezes nesta temporada, vai ser dificil vencê-los e são, talvez, os maiores candidatos ao título.


Chicago Bulls
Estão logo atrás dos Heat (24-8) e, como na temporada passada, têm ganho jogos apesar de lesões em jogadores fundamentais. Derrick Rose leva cinco jogos de fora, Richard Hamilton está de fora também e Luol Deng tem jogado limitado por uma lesão no pulso. Mesmo assim, os Bulls estão com o terceiro melhor recorde da liga, a segunda melhor defesa (DefRtg, 97.9) e o terceiro melhor ataque (OffRtg, 108.0). Com todo o plantel disponível, são os maiores candidatos do Este (e da NBA?) a seguir aos Heat (e os únicos candidatos para além dos Heat!) e podemos ter uma série memorável nas finais de conferência.



Oklahoma City Thunder
Têm o melhor recorde do Oeste e estão com um recorde semelhante ao dos Heat (24-7, com um jogo a menos). São o segundo melhor ataque (108.7 de OffRtg) e apesar de terem apenas a 15ª defesa (102.5 de DefRtg), em casa ainda só perderam um jogo. E jogar bem em casa é fundamental nos playoffs. São jovens, atléticos e sempre a progredir nas últimas 3 temporadas. Na temporada passada, foram até às finais de conferência e este ano, se Russell Westbrook melhorar a leitura de jogos e as decisões no ataque, podem ir mais longe. Mas, para isso, vão ter de passar pelos...

San Antonio Spurs
Depois da eliminação precoce nos playoffs do ano passado, muitos deram-nos por terminados e na hora de começar a pensar na reconstrução. Mas ainda não é hora disso. Estes Spurs ainda são verdadeiros candidatos ao título. Tal como no ano passado, estão a jogar algum do melhor basquetebol da liga e estão a fazer uma grande temporada regular (e estão a fazê-lo sem Ginobili). Mas, ao contrário do ano passado, estão com um banco melhor e mais profundo. Tiago Splitter, Gary Neal e Danny Green, no segundo ano deles como Spurs, estão mais integrados e a jogar muito bem e o rookie Kawhi Leonard dá profundidade na posição de small forward e uma presença defensiva nessa posição que não tinham. Com um banco tão profundo, os titulares dos Spurs são os que jogam menos de todos candidatos e pretendentes (à excepção de Tony Parker, nenhum jogador dos Spurs chega aos 30 minutos/jogo) e vão chegar frescos aos playoffs. Aí, se tiverem todo o plantel disponível e fresco, são os maiores candidatos do Oeste.

Dallas Mavericks
E temos de terminar este lote com os actuais campeões. Primeiro, porque são os actuais campeões e, como disse Rudy Tomjanovich quando os Rockets renovaram (surpreendentemente) o título em 95, "nunca subestimem o coração de um campeão". Segundo, porque apesar da saída de Tyson Chandler, melhoraram no lado defensivo e estão com a quarta melhor defesa (98.5 de DefRtg). Ao contrário do esperado, a defesa não desmoronou e até está melhor.
É o ataque que não tem estado ao nível do ano passado. Mas isso deve-se à ausência de Nowitzki em vários jogos e ao facto de ele estava em baixo de forma no início da temporada. Nos últimos jogos está a melhorar e, tanto o alemão como o ataque, vão chegar aos playoffs melhores. Por isso, se mantiverem o nível na defesa, vão chegar aos playoffs com uma defesa de topo e um ataque de topo.
Porque não nos podemos esquecer que no ano passado fizeram a temporada sempre em crescendo e só atingiram aquele nível de jogo nos playoffs. Por esta altura no ano passado ninguém os apontava como candidatos e toda a gente previa a eliminação logo na primeira ronda com os Blazers. Mas foram melhorando e jogando cada vez melhor com o passar do tempo, até ao fim que todos conhecemos. Por isso, não os descontem já do lote de candidatos.

9 comentários:

  1. Boas,
    gostei de ver que mais uma vez é dado credito ao grande trabalho que Popovic mais uma vez esta a fazer numa das melhores e mais desprezadas equipas da nba! não dão show mas ganham jogos! go go spurs..

    Penso que a lista até é justa. A final mais previsevel de East será os Heat com so Bulls e do West talvez os Thunder com os Spurs.. isto claro vendo as performances das equipas durante esta meia epoca..

    Obviamente que nos playoffs muita coisa acontece, e há q ter cuidado com os Lakers pois kobe tem qualidade e historico para mudar mt coisa.. os mavs certamente irão melhorar e irão estar bem nessa fase.. infelizmente duvido que os 76s consigam fazer melhor que os memphis fizeram o ano passado, mas irei torcer por eles!! humildade rulles!!..

    ResponderEliminar
  2. cuidado com os Indiana Pacers podem fazer estragos nos Playoffs.

    ResponderEliminar
  3. Penso que os Heat são os mais fortes candidatos. O trio maravilha anda imparável.

    ResponderEliminar
  4. Na minha opinião, OKC está a fazer uma season fantastica e merecem chegar às finais. O Ibaka está cada vez melhor, é uma "blockparty" praticamente todos os jogos e têm um jogo profundo.
    Queria que os Knicks fossem uma surpresa mas ainda há muito para melhorar. Principalmente no banco. O Walker não faz o papel dele.
    Gostaria que a final fosse: Heat vs Thunder. Iria ser memorável.

    ResponderEliminar
  5. Para mim os Bulls com Rose e Hamilton em condições para jogar juntamente com o resto da equipa, vão ser imparáveis e para mim os principais candidatos ao titulo ate mais que Miami na minha opinião pois são mais equipa que Miami e tem um treinador muito melhor para mim o Tom Thibodeau é um mestre e um homem sempre inconformado que não vai descansar enquanto não vencer dai a minha confiança nos Chicago Bulls.

    ResponderEliminar
  6. pro.benfica21/02/12, 01:21

    Final previsível: Miami - Thunder.

    Vitória previsível: Heat.

    Imbecilidade da «season»: a não renovação de JJ Barea, T. Chandler e D. Stevenson por Dallas.

    ResponderEliminar
  7. "Imbecilidade da «season»: a não renovação de JJ Barea, T. Chandler e D. Stevenson por Dallas."

    não é assim tão simples renovar com os jogadores.. principalmente quando a equipa ja esta acima dos limites e a pagar impostos ridiculamente altos e quando existem outras equipas que podem fazer ofertas mais altas aos jogadores.

    ResponderEliminar
  8. pro.benfica22/02/12, 02:22

    A saída de Caron Butler resolvia praticamente o problema.

    A ideia de Dallas é ir buscar, no próximo verão, DHoward e D. Williams.

    Se resultar, foi de mestre. Caso contrário... Dirk cumpriu o seu sonho e o que se lhe pedia e Dallas vai voltar ao limbo.

    ResponderEliminar
  9. sem duvida que os grande candidatos são os Miami Heat, eles estão a jogar de uma forma fantastica...se no ano passado sem banco e com um jogo individualista dos Big three conseguiram atingir a final, este ano será muito difícil o campeonato ser entregue a outra equipa...

    tenho assistido praticamente todos os jogos dos Heat desta temporada e vejo que a equipa está muito diferente do ano passado ... mudanças:

    1º - a ligação entre os 3 BigThree está mais consolidada...eles agora jogam para a equipa e nao para os stats
    2º - o "amadurecimento" e a subida eficácia do M. Chalmers, que este ano já nao parece o tipico jogador sem cabeça...
    3º - Haslem e Miller sem problemas físicos
    4º - a entrada de N.cole, que dá outra dinâmica a equipa e garante uns 10PPG e umas boas jogadas com as suas arrancadas para o cesto que possibilitam o jogo exterior da equipa...
    5º - a entrada de Battier também veio reforçar o banco pois trata-se de um jogador inteligente e combativo

    este ano os heat tem 4 bons jogadores no banco que dão garantias nos períodos em que Wade/lebron/bosh estao no banco, ao contrario do ano passado que no banco tinham apenas jogadores a regressar de lesões ou jogadores efectivamente muito fracos...

    por tudo isto penso que os Heat são os favoritos ao titulo...

    outros candidatos ? spurs, thunder ou bulls

    ResponderEliminar