29.11.12

Três em alta


Já destacámos aqui três equipas que estão a surpreender pela positiva neste início de temporada. Hoje é a vez de três destaques individuais para três jogadores que estão a fazer um grande começo de época:


Jrue Holiday
O base dos Sixers evoluiu de forma regular ao longo das suas três primeiras temporadas e mostrou pontecial para ser um dos melhores bases da liga. E este ano está a ser isso mesmo. Subiu a sua média dos 13.5 para uns já-de-topo 18.5 e mais do que dobrou a média de assistências (de 4.5 para 9.1). Quão de topo está a ser este começo de época para Holiday? Bem, ele e Russell Westbrook são os únicos jogadores na liga com mais de 250 pontos e 100 assistências. Holiday está a ser o melhor jogador destes Sixers orfãos de Andrew Bynum e o maior responsável pelo começo positivo da equipa.



Kenneth Faried
O homem que entrou na NBA com uma missão passou pelas provações a que George Karl gosta de submeter os seus rookies e está a afirmar-se como um dos melhores elementos destes Nuggets de 2013. Depois de ter sido pouco ou nada utilizado no início de 2011-12 (George Karl gosta de fazer os rookies e jogadores novos merecerem as oportunidades - JaVale McGee está a a passar pelo mesmo este ano), entrou aos poucos na equipa com o decorrer da temporada, conquistou o seu lugar no cinco inicial e este ano é um dos jogadores que melhor está a jogar nesta equipa.
Depois de números promissores em 2011-12 (10.2 pts, 7.7 res e 1 dl em 22.5 mins/jogo), explodiu em 2012-13 para um excelente duplo-duplo de média (13.5 pts e 11.3 res em 30 mins/jogo). O Manimal pode não estar entre os jogadores com mais técnica da liga, mas poucos jogadores trabalham e se esforçam tanto como ele dentro de campo. Um esforço que está a ser recompensado.


Damian Lillard
E por falar em esforços recompensados, o que dizer do rookie dos Blazers? Passou de jogador quase desconhecido duma universidade pequena (Weber State University) para jogador no radar das equipas da NBA, depois para base mais promissor da colheita deste ano, depois para escolha no top 10 do draft, depois para sensação da Summer League (co-MVP, com médias de 26.5 pts, 5.3 ast e 4 res) e finalmente para concorrência de Anthony Davis ao Rookie do Ano.
Teve uma estreia de sonho na NBA (23 pontos e 11 assistências, juntando-se a Oscar Robertson e Isiah Thomas como os únicos jogadores a conseguirem mais de 20 pontos e 10 assistências no 1º jogo na NBA) e tem tido uma produção surpreendente neste primeiro mês: 19.1 pts, 6.1 ast e 3.2 res.
Um começo de carreira em que já conseguiu algo que parecia impossível: haver  concorrência para Anthony Davis no prémio de Rookie do Ano.

6 comentários:

  1. vai parecer estranho, mas o duncan devia estar aí... o homem anda a jogar muito bem

    ResponderEliminar
  2. Concordo absolutamente, Duncan está absolutamente fantástico, adoraria ve-lo no 5 do Oeste all-star

    ResponderEliminar
  3. O Varejão tinha de estar aí .

    ResponderEliminar
  4. Chandler Parsons! Jogador versátil e confiante, sem medo de fazer lançamentos decisivos e defender os melhores jogadores da equipa adversária. Para já acho que é o principal candidato a Most Improved Player e está-se a tornar dos meus jogadores preferidos.

    O Batum também está a fazer uma excelente época, apesar de nos últimos jogos ter baixado de nível em relação ao que estava a fazer no início da época.

    E claro o Anderson Varejão. Para além de neste momento ser o melhor ressaltador da NBA, tem também mostrado consistência no lançamento de meia distância e tornou-se um excelente passing big man.

    ResponderEliminar
  5. O Varejao merecia estar nos escolhidos o homem está uma máquina de ressaltos. O Holiday a continuar assim merece ir ao All-Star.
    O Mayo esteve bem teve uma pequena lesão e baixou um bocado de rendimento em termos de 3pt.
    O Black Mamba também está a jogar muito bem também, está com a melhor média de pontos.
    Zach Randolph também está muito bem se não estou em erro só um jogo é que não obteve duplo duplo.
    E o Carmelo está um senhor jogador! Fez-lhe bem ir ao jogos olímpicos.

    ResponderEliminar