1.8.12

50557 vezes obrigado


Até agora, Maio era o mês do recorde de visitas no SeteVinteCinco, com 47276. Pois neste passado mês de Julho atingimos novo recorde e passámos pela primeira vez as 50000 visitas mensais. Foram 50557, para uma média diária de mais de 1630. O que me dá uma desculpa para vos agradecer mais uma vez as visitas. 

Já o disse quando tivemos aquele recorde de visitas em Maio e digo-o de novo: ver jogos, ler sobre basquetebol e sobre a NBA, estudar o jogo e escrever sobre ele é um prazer, é algo que já fazia antes de criar o SeteVinteCinco (menos a parte do escrever) e é algo que faria mesmo que não tivesse um leitor. Mas com vocês aí desse lado esse prazer é muito maior. Com vocês aí desse lado tem muito mais piada.

Mais uma vez, obrigado por cá virem. E obrigado por voltarem. And keep loving the game.


10 comentários:

  1. Parabéns, Márcio. E como diz o Jorge Lincho, quem agradece somos nós.
    Principalmente por escreveres sobre o que gostamos, e pela paciência que muitas vezes demonstras.

    ResponderEliminar
  2. subscrevo os comentarios anteriores. força marcio! e parabéns!

    ResponderEliminar
  3. O prazer é todo nosso Márcio, daí o crescente número de visitas.Parabéns pela qualidade dos conteúdos do blog e a tua análise muito concreta, mesmo á profissional.
    P.S - Para quando uma análise ás mudanças profundas que os meus Phoenix Suns fizeram no seu rooster?

    Cumprimentos a todos, WE LOVE THIS GAME

    ResponderEliminar
  4. E quando a nova época começar, vai se bater novo recorde...

    Parabéns...

    ResponderEliminar
  5. Stoudemire02/08/12, 00:50

    Eu é que agradeço.
    Se não fosses tu, Márcio, onde é que eu poderia exercer a minha má educação e desrespeito para com os outros? ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Stoudemire02/08/12, 01:20

      Há quanto tempo? Tudo bem fã?

      Eliminar
  6. Nós é que agradecemos pelo teu tempo e dedicação pelos estes artigos fabulosos.

    ResponderEliminar
  7. Continua... está muito bom.

    ResponderEliminar