7.8.12

O jogo colectivo (ou a falta dele) dos EUA


Uma das questões mais discutidas ao longo desta primeira semana de torneio olímpico tem sido o défice de jogo colectivo dos EUA. Os jogadores americanos são criticados por serem demasiado individualistas, por recorrerem tantas vezes ao 1x1, por realizarem poucas movimentações ofensivas e lançarem tantos triplos (ou duplos longos) ao fim de um ou dois passes. A opinião que parece generalizar-se é de que os Estados Unidos são tactica e colectivamente fracos e só ganham graças ao superior talento individual dos seus jogadores.

É o que pode parecer à superficie. Mas não é bem assim. Sim, de facto, ganham porque são melhores individualmente. Mas a selecção americana não é tacticamente fraca, apenas não precisa de recorrer a tantas movimentações para marcar. No basquetebol, as equipas recorrem a soluções colectivas e a combinações complexas entre os jogadores porque são obrigadas. Porque contra um adversário com jogadores tão (ou mais) talentosos que os seus, as movimentações simples não são suficientes e têm de passar a níveis mais complexos do jogo. Porque contra jogadores de igual talento e igual capacidade física, não conseguem superiorizar-se em situações simples de jogo (1x1, 2x2) e têm de procurar outras soluções mais elaboradas. 

Se lhes basta um bloqueio simples para o jogador com bola conseguir penetrar ou se lhes basta uma tentativa de penetração e um passe para conseguir um lançamento exterior, porque hão de fazer três bloqueios duplos e 20 passes?

Se Mike Krzyzewski e os jogadores americanos precisassem de recorrer a movimentações mais complexas acham que não seriam capazes de o fazer? Basta ver o que esses mesmos jogadores fazem na NBA (e quanto à capacidade de Krzyzewski, o currículo do homem fala por si) para perceber que sim. No seu campeonato doméstico, contra jogadores de igual talento e equipas de igual qualidade, vemos movimentações muito mais elaboradas, mais trabalho colectivo, muito mais trabalho para receber a bola, para libertar atiradores e para encontrar vantagens.

Eles não são uma selecção tacticamente fraca. Isso seria verdade se não tivessem táctica, usassem uma que não resultasse ou não servisse as características dos seus jogadores. Mas apostarem tanto no 1x1 é exactamente isso: táctica. Não têm falta de táctica, apenas têm uma diferente das outras selecções. Porque têm jogadores diferentes das outras selecções. Jogadores que lhes permitem jogar duma forma que mais nenhuma selecção poderia ou conseguiria. 

Eles não tacticamente fracos. Apenas ainda não encontraram uma selecção que os obrigasse a recorrer a tácticas mais elaboradas. Apenas ainda não precisaram. O objectivo do basquetebol é marcar cesto (e impedir a outra equipa de o fazer). Pois, se o conseguem fazer de forma mais simples que os outros, porque não hão de o fazer?

65 comentários:

  1. Penso que a qualidade táctica dos EUA não é assim tão evidente. Por exemplo no momento defensivo a selecção americana opta sempre por trocar o defesa quando este sofre um bloqueio. Isto facilitou, no jogo contra a Lituânia, a obtenção de pontos fáceis por parte dos jogadores interiores, estando estes a ser defendidos por jogadores como Kobe, Deron Williams ou Chris Paul.

    ResponderEliminar
  2. O basquetebol tem muito a ver com duelos de 1x1, ou 2x2. Eles jogam muito com vantagens em certas posições. Eles exploram as marcações que querem nos bloqueios com as trocas defensivas. Isto é ser bom tacticamente ao contrário do que dizem... e vê-se MUITO na NBA. Para que é que vou jogar um ataque "flex" para receber perto do cesto quando o meu jogador é mais forte e ganha a posição sistematicamente sem recorrer a bloqueios?

    Eles fazem ataques simples, mas com leituras muito correctas. Se eles jogassem mesmo individualmente, acontecia o mesmo que em 2004: Iverson e Marbury a fazerem demasiados lançamentos contestados e com muito baixas percentagens. Jogadores não envolvidos no ataque como o Duncan... Isso não acontece aqui.

    Reparem que os triplos que lançam são geralmente com espaço. Tudo bem, o espaço que precisam é mais reduzido que a maioria das selecções. Mas para a rapidez de ajuste das defesas da NBA, eles ali atiram com espaço.

    NADA acontece por acaso. E o resto do mundo não é tão bom como os USA mas não está assim tão longe. É óbvio que têm táctica e são organizados, ou então não teriam este nível de sucesso ofensivo!

    ResponderEliminar
  3. Acho que não são uma selecção tão forte tacticamente como poderiam ser, mas não por falta de qualidade táctica individual. Este grupo de jogadores é que simplesmente não está habituado a jogar junto com regularidade. Se olharmos para uma selecção como a Espanha, vemos que os jogadores na sua grande maioria, jogam juntos no EuroBasket, no Campeonato do Mundo e nos Jogos Olímpicos. Os EUA têm tantas opções que levam uma equipa diferente para cada competição. E claro que o facto de terem tantos jogadores que conseguem resolver individualmente leva a que se recorra muitas vezes à solução do 1x1 (para além de rodarem muito mais os seus jogadores, o que provavelmente leva a que eles no tempo que estão em campo se queiram "mostrar" mais). E é como o Márcio diz: se resulta (apesar de pessoalmente não ser o tipo de basquete que gosto mais de ver) porquê mudar?

    ResponderEliminar
  4. Stoudemire08/08/12, 01:35

    Márcio, nem mais!

    ResponderEliminar
  5. claramente o 1x1 dos americanos ou o 2x2 em que um deles vai fazer o bloqueio é o sistema de ataque dos USA. e os ataques acabam sempre da mesma maneira, depois da penetração ou o jogador finaliza ou passa para um jogador no exterior caso venha ajuda da defesa. isto seria problemático se só tivessem um ou dois jogadores para atacar o cesto. mas tem 7. se um não estiver a render haverá com certeza outro capaz de levar a equipa à vitoria. para não falar nos atiradores, que é toda a equipa, excepto o Chandler.
    isto não é um basquetebol muito atraente de ver, parece basket de rua, mas tendo em conta os jogadores e os adversários é a tactica mais efeicaz.
    é que quando eles decidem jogar com 4 extremos, de certeza que um vai ser defendido pelo poste da equipa adversaria, o que facilita bastante a vida.
    na minha opinião, a defesa que deverá ser mais eficaz contra esta equipa dos USA é uma defesa Zona 3-2.

    ResponderEliminar
  6. 1-Nao existem equipas tacticamente FRACAS nos 1/4 !

    2-Os EUA sao , das 8 equipas , provavelmente , tacticamente , a pior .( o q ate' se compreende : a NBA tacticamente e' pior que a Euroleague ; os jogadores nao estao tao rotinados com os colegas como as outras selecoes ;penso que os americanos nao estao tao predispostos a trabalhar tacticamente como as outras selecoes : ... )

    3- "...Apenas ainda não encontraram uma selecção que os obrigasse a recorrer a tácticas mais elaboradas ... " O jogo com a Lituania , a primeira parte com a Argentina ???

    4-"... apenas não precisa de recorrer a tantas movimentações para marcar ... " - Sempre q o jogo exterior nao funcionou os EUA tiveram "dificuldades" . Jogo interior ofensivo , pick & roll , movimentacao sem bola , processos defensivos ... isto tudo parece uma miragem para os americanos !

    5- "... Sim, de facto, ganham porque são melhores individualmente ... " , uma frase que resume os EUA !!!

    6-A equipa feminina dos EUA , tal como nos masculinos , e' quer individualmente quer tecnicamente a melhor mas ao contrario dos homens tambem sao a nivel tactico , de processos ofensivos e defensivos melhor que as outras .

    ResponderEliminar
  7. Stoudemire08/08/12, 20:39

    http://www.record.xl.pt/Modalidades/Olimpismo/londres2012/basquetebol/interior.aspx?content_id=772303

    Havia era de ter sido nos dentes! Já gostava do Batum, e agora ainda mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isiah_Thomas08/08/12, 20:54

      Parece-me a cópia...ou será que é o verdadeiro?

      Verdadeiro ou cópia esta pessoa não é adepta de basket.

      Eliminar
    2. Stoudemire08/08/12, 21:21

      Por acaso tiveste piada ao fazer esse comentário tendo como nick esse rei do fair play LOL

      Eliminar
    3. Isiah_Thomas08/08/12, 22:21

      Mas o que é que o meu nick tem a ver com tu defenderes agressões baratas a outros jogadores?
      Gostava do Isiah Thomas como jogador, mas se agredia alguém só tinha é que ser punido.
      Assim como todos.

      Se te estás a referir também ao facto de a Espanha ter perdido de propósito o jogo com o Brasil, se o Comité Olímpico ou a FIBA acha isso só tem é que expulsar a Espanha, como já fizeram com outros atletas nestes jogos olímpicos.

      O que o Batum fez foi a mesmo coisa que, por exemplo, o Bynum também já fez: não aceitou a derrota e toca de distribuir fruta num jogador mais pequeno. Gostava de o ver tentar dar uma pranchada no Marc Gasol.

      Eliminar
    4. Penso que tens razão IT. Em todos os aspectos. Se a entrada de Turiaf não foi bonita, aquela não pode ser considerada senão agressão. Em certo aspecto, fez-me lembrar o Ron Artest. Não é uma atitude admissível e devia ser punida com suspensão. A verdadeira essência da NBA da qual todos dizemos gostar, é precisamente o oposto do que se passou ali.
      Portanto, ou se gosta de uma coisa, ou se gosta doutra.
      O verdadeiro Isiah Thomas nunca foi um jogador violento, até porque, e a propósito de dizeres que o outro não se atreveria a fazer aquilo ao Marc Gasol, o IT era relativamente baixo e não era muito forte. Mas em contrapartida era o orquestrador de uma equipa de caceteiros, e o seu grande amigo e companheiro Bill Lambeer fazia bem pior do que o que fez o Batum.

      Eliminar
    5. A questão do fair-play, quero crer que é devido à ordem que o IT deu aos restantes Pistons para sairem de campo antes de terminar os 4ª jogo com os Bulls, e assim não cumprimentarem os vencedores.

      Eliminar
    6. Stoudemire09/08/12, 00:40

      Simplesmente não gosto de espanhóis e aquele Navarro estava a pedi-las. Quanto à Espanha perder de propósito, nada a apontar e até apoio, fizeram o melhor para eles.

      Eliminar
    7. Isiah_Thomas09/08/12, 02:27

      Então aquilo que o Artest fez ao Harden foi bem feito, porque o Harden se atravessou à sua frente e estava a pedi-las?

      Uma coisa é ser agressivo e isso eu gostava de ver em qualquer jogador em qualquer desporto. Outra coisa é ver um jogador chegar ao pé de outro sem razão aparente e toma lá fruta.

      Eliminar
    8. Stoudemire09/08/12, 02:42

      Se não querem perceber o problema é vosso.
      Uma boa chibatada em alguém que esteja a pedi-las nunca fez mal a ninguém e é bom de ver.

      Eliminar
    9. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
    10. Stoudemire09/08/12, 03:12

      Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
    11. Não me digas que tu te chamas Stoudemire? LOL

      E aquilo não é um post.

      Eliminar
  8. Stoudemire concordo contigo o Batum tambem tem razão ao dizer " E perder com o Brasil de proposito?".

    ResponderEliminar
  9. Lamentável todos aqueles que defendem uma agressão, seja por que motivo for.

    LAMENTÁVEL! Quanto o que resta é a força dos punhos, é porque se perdeu toda a razão.

    Os que defenderam a situação revelaram a sua verdadeira essência. Dixit.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Stoudemire09/08/12, 00:43

      Lamentável são esses falsos moralismos, quando toda a gente sabe que não é nada assim. Optam pelo politicamente correcto só para ficarem bem na fotografia.
      Quem não gosta de ver uma boa cacetada em alguém que não gostamos? Quem disser o contrário está a mentir. Ponto.

      Eliminar
    2. "Quem não gosta de ver uma boa cacetada em alguém que não gostamos?"

      Say no more.

      Quando Sir Charles deu um encosto em Herlander Coimbra, no primeiro jogo do ream Team de 92, os grandes Magic e Bird chamaram-no e disseram-lhe: «Quando tens esses comportamentos, não és tu que estás em causa, somos NÓS.»

      Barkley foi ao encontro dos angolanos e passou a sair diversas vezes com eles na noite de Barcelona.

      Outros tempos, outra gente, outra classe.

      Eliminar
    3. Stoudemire09/08/12, 02:03

      Mesmo!

      Eliminar
    4. "Outros tempos, outra gente, outra classe."

      Devem-lhe ter chamado a atenção por causa da ocasião e do que o Dream Team representava. Mas de certeza que não lhe chamavam a atenção quando ele fazia essas coisas na NBA :P E não é bem a mesma coisa fazer algo desse género num jogo que se ganha por 70 pontos e noutro que é bastante mais renhido e que está em causa uma passagem às meias-finais. Não é que seja correcto fazê-lo em qualquer das situações, mas é mais provável acontecer num jogo mais intensamente disputado do que num jogo de rotina. Também é mais provável acontecerem agressões e expulsões num Benfica-Porto do que num Benfica-Beira-Mar, e acho que já ninguém fica surpreendido com isso lol
      Para além disso vejo muita gente com saudosismo desses tempos da NBA porque havia mais trash-talking e os jogos por vezes eram mais agressivos (sem os àrbitros começaram a distribuir faltas técnicas a torto e a direito).
      Basicamente o que estou a querer dizer é: podem criticar a atitude do Batum (e outras agressões do género) mas não façam dos jogadores antigos uns santinhos e uns tipos cheios de classe lol

      Eliminar
    5. Estamos a falar de agressões e da defesa das mesmas que determinados indivíduos aqui fizeram.

      E chegaste a a um ponto interessante: quantas vezes não desmaiaria o Stoudemire se houvesse, hoje, uma equipa, como os Pistons, que inventaram as «Jordan rules»? Ui!Ui! Ui!

      Mas ainda bem que a NBA evoluiu noutro sentido, exceto se quiserem vê-la transformada numa liga parecida com a NHL.

      Mas não confundas dureza com agressão pura e simples nem defendas quem a sustenta porque «não gosto de espanhóis e ele estava mesma a pedi-las.» É muito pobreza de espírito.

      Eliminar
  10. Stoudemire09/08/12, 00:50

    Sai um triplo-duplo para o LeChoker

    ResponderEliminar
  11. Stoudemire09/08/12, 00:55

    Kobe is single handedly keeping Australia close! He is playing wonderful defense on #TeamUSA by keeping the ball out of his teammates hands.

    ResponderEliminar
  12. LOL falsos moralismos andas tu. Para quem andou frustrado durante os playoffs por os Pacers darem a torto e a direito nos Heat não me parece que tenhas agora moral de defender uma agressão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Stoudemire09/08/12, 01:08

      Humm por acaso gostei da atitude dos Pacers. Mas delirei mesmo foi com à do grande Haslem, que pôs fim às brincadeiras :)
      Para ver jogos de meninas, não vale a pena ligar a tv.

      Eliminar
  13. Michael Jordan, esse farsante09/08/12, 01:42

    Conclusão: não gosto do A, porrada em cima dele.

    Incendiar estádios, agredir adversários, invadir recintos desportivos, assassinar... Não digam que não, que isso são falsos moralismos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Stoudemire09/08/12, 02:01

      lol exacto, isso mesmo...

      Eliminar
    2. Não, chamaria-lhe mais falta de bom senso. "Ah, um jogador perdeu a cabeça e agrediu outro num jogo intensamente disputado e vocês ainda "defendem" essas atitudes. Daqui bocado também defendem assassinatos e incendiar estádios."
      Yup, é mesmo isso. Tem tudo a ver, claramente... :P

      Eliminar
    3. «Não, chamar-lhe-ia mais falta...». Bom português precisa-se.

      Eliminar
    4. Diria que quase é razão para me agredir :P Mas admito a minha azelhice ocasional na conjugação de verbos lol

      Eliminar
  14. Stoudemire09/08/12, 02:51

    LeBron's triple double is the first in USA basketball history.
    Beast!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. DE ACORDO: ELE É UMA BESTA!

      FINALM/ VISTE A LUZ.

      Eliminar
    2. Stoudemire09/08/12, 03:27

      É o LeChoker :)

      Anónimo das 03:06 podias ter posto um nome melhor e que não desse tanto nas vistas

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
    4. Stoudemire09/08/12, 03:33

      Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
    5. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
  15. Para Wade, não há comparação: Dream Team-1992 é melhor do que a atual seleção dos EUA.

    Se ele o diz...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Stoudemire09/08/12, 03:21

      Ia dizer que era melhor e com ele de fora querem ver...

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
    3. Stoudemire09/08/12, 03:32

      Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
    4. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
  16. Stoudemire09/08/12, 12:54

    boundtoramble, é bom ver que o mundo que não está perdido. Alguém que não seja hipócrita! Bem haja!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
  17. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Stoudemire09/08/12, 13:04

      Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
  18. Stoudemire09/08/12, 13:02

    With 11 points in Team USA's 119-86 win over Australia, James passed Charles Barkley for third place on the all-time U.S. Olympic men's basketball scoring list, with 44 points standing between him and David Robinson at the top.

    With 11 assists, LeBron moved ahead of Scottie Pippen as the most prolific passer to play for the Yanks at the Olympics.

    With 14 rebounds, James moved into a tie for seventh in boards, alongside Carlos Boozer and Jim Brewer and just nine behind Tim Duncan and Kevin Garnett.

    With another steal, LeBron inched closer to Miami Heat teammate Dwyane Wade, as he continues to climb up the list of American round-ball thieves.

    James didn't block any of the Boomers' shots, but still finds himself in fourth in that department, one ahead of Michael Jordan and two behind Alonzo Mourning.

    If the U.S. makes it to the gold-medal game, LeBron (and Carmelo Anthony) will tie David Robinson's mark for most Olympic games played by an American man.

    LeChoker ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LeChocker quer dizer A Choca?

      Eliminar
    2. Boa, gostei! Acho que, a partir daqui, deveríamos passar a chamá-lo La Choca!

      Eliminar
  19. «If the U.S. makes it to the gold-medal game, LeBron (and Carmelo Anthony) will tie David Robinson's mark for most Olympic games played by an American man.»

    Então, já percebeste de onde vêm todas as estatísticas maravilhosas? Se ele fizer mais uma olimpíada, então passa-os a todos. LOL

    O que pretendes tu provar? Que és um obcecado pelo jogador? Isso já todos nós percebemos, ao ponto do doentio. Enfim...

    ResponderEliminar
  20. Stoudemire09/08/12, 16:45

    Quero pedir calma a todos, não estraguem este blog.
    Simplesmente só quero mostrar que temos perante os nossos olhos provavelmente o futuro melhor jogador de sempre ou pelo menos top 2 ou 3. Para acordarem enquanto é tempo, e apreciarem :)
    Já agora uma coisa que gostava que ele desenvolvesse, era o dirty play e que fosse mais "porco" a jogar, é muito cordial para o meu gosto ainda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isiah_Thomas09/08/12, 17:26

      Espero que esse "todos" te inclua a ti.
      E como é que sabes que não apreciamos o Lebron? Tu é que pareces que só aprecias o Lebron. E parece que não queres reconhecer valor nos outros jogadores.

      Ontem o Bryant quando a Austrália estava a tentar recuperar, marcou 4 triplos seguidos e arrumou autenticamente com eles quer a nível pontual quer a nível mental. E tu vens para ai buscar uma citação qualquer já depois de o jogo ter acabado a dizer que o Kobe estava a ajudar a defesa da Austrália. E eu nem sou fã do Kobe, mas sei reconhecer que ontem ele arrumou com a Austrália no momento exacto.

      Eliminar
    2. Stoudemire09/08/12, 17:37

      A mim lol? Então eu dou a minha opinião e sou insultado LOL Só porque gosto de certo tipo de coisas, que "repudiam", e depois fazem precisamente o contrário. Mas tem piada.
      Aquilo referia-se à 1º parte, se é que viste o jogo.
      Não gosto de um jogador que 95% das vezes nestes olímpicos pegou na bola e lançou, sem olhar sequer para quem está à volta. Ontem caíram esses seguidos, mas só por isso não vou achar que faz bem lançar constantemente( até porque no jogo anterior fartou-se de falhar), para isso vejo desportos individuais.

      Quanto ao LeBron, como diziam e dizem que é o LeChoker, uma besta sem técnica, ringless, culpado das guerras mundiais, dá-me gozo ver quando alguém sem talento até faz umas coisas engraçadas em campo.

      Eliminar
    3. É preciso ter lata! A pedir calma aos outros quando tu é que vens para aqui incendiar os comentários no blog.
      Já contaste bem a quem é que mais vezes a administração do blog corta comentários? Por alguma razão será.
      Eu admito naturalmente que qualquer pessoa normal tenha os seus jogadores preferidos, mas no teu caso, isso é mais que uma doença. Penso mesmo, que a tua paixão vai para lá da admiração basquetebolistica. Quando vens com esses números só demonstras patetice. É claro que se um jogador faz mais JO, terá que ter números mais elevados. Ou achas que aqui anda tudo a dormir? Além disso, alguém que advoga a violência física no desporto não pode ser uma pessoa normal. Se calhar achaste muito bem o lançamento do very light que matou o adepto do Sporting. Ou aqueles energúmenos que atacaram o autocarro do FCP e deixaram o jogador de hóquei em estado de coma. Ou aqueles imbecis que deitaram fogo às bancadas do estádio da Luz.
      Só para terminar, essa de que estamos perante o melhor jogador de todos os tempos só dá mesmo para rir. É que mesmo só nestes JO o Durant tem sido bem melhor que o James. É que nem é preciso ir buscar nomes do passado, lol!

      Eliminar
    4. Stoudemire09/08/12, 19:22

      Anónimo09/08/12 12:59
      Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      És cómico.
      Tens razão concordo com verylights e afins lol

      Eliminar
  21. Isiah_Thomas09/08/12, 18:21

    Sim, porque tu nunca insultas ninguém aqui. Aliás, nunca o fizeste. Os teus comentários são removidos porque simplesmente não gostam de ti.

    Tens todo o direito de ter tua opinião, como todos tem.
    O Wade disse que a Dream Team é melhor que a actual, mas segundo palavras tuas só disse por que não está lá. Se lá estivesse dizia o contrário. Se calhar é verdade. Mas como ele é um dos mais floppers da NBA actualmente até nem admira muito. E o Wade é um dos meus jogadores preferidos.

    Em relação ao Kobe também não gosto da maneira dele jogar, mas ontem arrumou com a Austrália no momento exacto. E quer gostes ou não, é um dos melhores de sempre a jogar na NBA.

    Quanto ao Lebron, até ter ganho o título na época passada, falhou nos momentos decisivos. O ano passado acertou e ganhou o título. Simples.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isiah_Thomas09/08/12, 18:52

      Este comentário foi mal introduzido.
      Era para ser em resposta ao comentário do Stoudemire 09/08/12 17:37.

      Eliminar
    2. Stoudemire09/08/12, 19:28

      Se reparares os meu comentários são apagados mas em conjunto com outros. E ás vezes só são apagados porque sou eu, disso não tenhas dúvidas.
      Ao princípio só dou a minha opinião sempre, e vocês os "tolerantes" (LOL) e "bem educados" (LOL) insultam logo, claro que a partir daí uma pessoa não é de ferro.

      P.S. Se dão tanta importância aos meus comentários, é porque na maioria deles vocês sabem que eu tenho razão (só vos custa admitir) caso contrário assobiavam para o lado.

      Eliminar
    3. Isiah_Thomas09/08/12, 20:10

      Vou ali então assobiar para o lado.
      Fica bem.

      Eliminar
    4. Isaías Tomás09/08/12, 20:49

      Eu e o Isiah Thomas éramos uns cavalheiros a jogar!

      Eliminar
    5. Fiu! Fiu! Fiu! (representação ortográfica do assobio)

      Eliminar