18.7.11

Os melhores free agents de 2011 - Centers


A free agency deste ano não vai ter o mesmo mediatismo da do ano passado. Depois da free agency mais badalada de sempre, este ano não há nenhuma super-estrela disponível, nem nenhum jogador do calibre de um Lebron, Stoudamire, Wade ou Bosh. Mas ainda assim vai ter vários jogadores que podem ter um grande impacto e transformar uma equipa boa numa muito boa. E muitos dos principais nomes que estão no mercado este ano são postes. Embora haja alguns bons jogadores livres noutras posições, é a poste que estão alguns dos maiores alvos desta offseason. Este é um ano para os big men. E quando a free agency deste ano começar (seja lá isso quando fôr), estes vão ser os mais procurados:

Tyson Chandler
Depois do título dos Mavs e da sua importância nessa conquista, a cotação de Chandler aumentou bastante. Teve uma das melhores temporadas da sua carreira (10.1 pts, 9.4 res e 1.1 dl) e foi a âncora da defesa dos campeões. Um poste que defende, protege o cesto e ressalta é algo que todas as equipas da NBA procuram. Os Mavs querem renovar com ele e mantê-lo na equipa, mas não vão faltar pretendentes aos seus serviços.


Nene Hilário
Talvez o maior alvo das equipas nesta offseason, até mais que Chandler. O poste brasileiro é um dos jogadores mais subvalorizados da liga e que, nos Nuggets, sempre jogou à sombra de outros jogadores. Para além de bom defensor (embora não tão bom como Chandler) e bom ressaltador, é muito melhor e mais eficaz no ataque (14.5 pts, com 61.5% nos lançamentos, o melhor na NBA este ano). Quem ficar com ele leva um jogador que ainda não atingiu o seu máximo, pode ter um papel mais predominante numa equipa e é um possível All Star.

Samuel Dalembert
Outro alvo para quem precisar de um poste que eleva a defesa duma equipa a outro nível (e depois do impacto de Chandler este ano, essa vai ser uma espécie muito procurada). Embora limitado no ataque, é um excelente ressaltador, defensor e protector do cesto. É mais barato que os dois anteriores e pode ser a peça que falta numa equipa com lacunas interiores (como os Heat, por exemplo).



Marc Gasol (restricted)
Mais novo que os três anteriores e com maior margem de progressão. Foi uma das revelações de 2010-11 e é uma prioridade para os Grizzlies, que podem igualar qualquer oferta que lhe façam. É a outra metade do temível jogo interior da equipa de Memphis e renovar com eles é a hipótese mais provável, mas alguém vai tentar desviá-lo, com certeza.




DeAndre Jordan (restricted)
O mais fraco destes cinco, mas também o mais novo (22 anos). Este ano dividiu o tempo de jogo com Chris Kaman, mas os Clippers parecem dispostos a usar Kaman como moeda de troca para reforçar outra posição e apostar em Jordan como o seu poste titular para os próximos anos. Irregular, mas com um potencial físico impressionante, o seu destino mais provável é continuar em Los Angeles, mas pode haver alguma equipa que queira arriscar e apostar nele.


Estes são os melhores postes disponíveis este Verão (ou Outono ou Inverno) e aqueles que a quem não vão faltar ofertas, mas há outros que podem ser bons jogadores para a rotação e dar um contributo menor, mas importante. As equipas que não conseguirem (ou não puderem) contratar o poste desejado da lista de cima, vão com certeza contentar-se com um destes:

Joel Przybilla Spencer Hawes (r)
Hamed Haddadi (r) Greg Oden (r)
Kwame Brown Kurt Thomas
Chuck Hayes

Outros ainda vão ficar pelo fundo do banco (por onde já andam alguns deles) e alguns podem mesmo não encontrar interessados. São os restantes postes disponíveis esta offseason:

Jason Collins Etan Thomas
Hilton Armstrong Theo Ratliff
Erick Dampier Jamal Magloire
Dan Gadzuric Aaron Gray
D.J. Mbenga Alexis Ajinca
Francisco Elson Kyrylo Fesenko
Hamadi Ndiaye Jeff Foster

12 comentários:

  1. João Lemos19/07/11, 00:59

    D.J Mbenga para os Miami Heat :)

    ResponderEliminar
  2. João Lemos19/07/11, 01:00

    Já agora Márcio, se me puderes explicar, o que significa restricted?

    Saudações :)

    ResponderEliminar
  3. Há dois tipos de free agents, João, os unrestricted free agents e os restricted free agents.
    Os unrestricted são, como o nome diz, jogadores sem restrições, que terminaram o contrato com a sua actual equipa e são totalmente livres para assinar com a equipa que quiserem (foi o caso, por exemplo, de Lebron James no ano passado).
    No caso dos restricted, a equipa pode igualar qualquer proposta que o jogador receba. Se isso acontecer, ele continua na equipa onde estava. Se a equipa não quiser igualar então ele pode assinar com a outra equipa.

    ResponderEliminar
  4. João Lemos19/07/11, 14:19

    OK Márcio. Muito Obrigado :)

    ResponderEliminar
  5. Ruben Freire19/07/11, 16:12

    Márcio, falta 1 na tua lista que considero importante,o Krstic

    ResponderEliminar
  6. Olá, Ruben! Não coloquei o Krstic na lista porque ele regressou à Europa, assinou um contrato de 2 anos com o CSKA Moscovo e não vai jogar na NBA na próxima temporada.

    ResponderEliminar
  7. Ruben Freire19/07/11, 20:58

    Ainda não tinha ouvido falar do negócio. Bem, os Celtics têm de arranjar alguém bom para Center, que o Jermaine não chega pro serviço, como se viu nesta temporada(!). Mas não estou a ver nenhum dos free agents a ir para lá...ainda por cima com a redução do tecto salarial

    ResponderEliminar
  8. ruben freire ta descansado que eles arranjam.

    ResponderEliminar
  9. luis silva19/07/11, 23:11

    ola este ano faltava um centra bom dos phoenix
    lopez e gortat nao fizeram muito mas o gortat teve melhor os phoenix foram uma desilusao nao acham?

    ResponderEliminar
  10. João Lemos21/07/11, 01:30

    Ya concordo Luis Silva. Eles têm sido muito irregulares. Ora um ano não vão aos playoff, ora noutro vão longe nos playoff, como foi o caso de 2010 em que chegaram à final da Oeste contra os Lakers e o Gortat é um jogador muito substimado e considero-o muito bom e assim que saíu dos Orlando e deixou de estar tapado pelo D.Howard ele demonstrou nos Phoenix que ele vale mais do que o jogador que fazem dele e nesta época acredito que poderá fazer ainda melhor e bem que necessitam de uma referência no interior, principalmente após a saída do Amare. Robin Lopez como suplente utilizado ainda passa bem mas mais que isso acho que não é o que os Suns precisam.

    Saudações :)

    ResponderEliminar
  11. Kenyon Martin cabia bem nos Suns, tanto a atacar como a defender.. Quanto ao Gortat, há 2 coisas a considerar. Uma é se ele tem mesmo talento e tudo mais para ser um pouco mais que uma sombra do D.Howard, outra é que ele joga com o Seteve Nash ao lado.. Bem , com o Nash ao lado até o Robin Lopez fazia umas coisas, lol

    Dalembert nos Heat era um sonho para o Spoelstra. Um excelente protector do garrafão e defensor fantástico lá debaixo.. Arrisco-me a dizer que é quase tão bom como o Chandler, mas deve ganhar bem menos, e como já é mais velho deve querer um anel e reduzirá ainda mais o salário se for preciso para jogar em Miami ;) Já Dallas caso o Chandler saia, pode ir buscar perfeitamente o Dalembert, um substituto á altura, sem dúvida.

    Quanto ao Nené, penso que ele vai renovar.. Caso não renove gostava de o ver em Phoenix ao lado do Nash.. Penso que iria sair dali um belo par de pick-and-rool.

    Agora em relação a um jogador em quem eu deposito bastantes esperanças, é o DeAndr Jordan. Bem , o rapaz é um portento de força! É um Chandler mais novo e menos experiente, mas acredito que daqui a uns anos e com uns minutinhos de jogo, vai explodir e assumir-se como um dos melhores defensores de garrafão da NBA.

    Guilherme Silva

    ResponderEliminar
  12. João Lemos21/07/11, 21:00

    Gulherme, acredita que o Gortat tem muita qualidade, já em Orlando, apesar de jogar pouco tempo, demonstrou que é um bom defensor, principalmente para ganhar ressaltos e no ataque não afunda nada mal e tecnicamente há bem piores que ele, tal como ele demonstrou ainda melhor nos Suns.

    Saudações :)

    ResponderEliminar