23.7.11

Os melhores free agents de 2011 - Shooting Guards


E seguimos para o backcourt na apresentação dos free agents disponíveis este ano. Para shooting guards e point guards temos um lote mais reduzido que nas posições que vimos anteriormente, mas se a point guard as opções são mesmo curtas (em número e em qualidade, mas já lá iremos amanhã), para shooting guard temos um lote pequeno, mas com vários jogadores interessantes. Estes são alguns dos mais:

Jamal Crawford
O Sexto Homem do Ano em 2010 e o melhor marcador de pontos a partir do banco a seguir a Jason Terry, vai ser um dos shooting guards mais cobiçados. Vamos ver se com o novo CBA, os Hawks vão conseguir renovar com ele (ou se ele lá quer continuar), mas quem o conseguir leva um jogador valioso para o banco ou mesmo um possível titular.




J.R. Smith
O explosivo Smith tanto é capaz de fazer jogadas espectaculares como esta, como fazer selecções de lançamento de deixar os treinadores à beira de um ataque de nervos. E esse é o denominador comum da sua carreira: capaz do melhor e do pior e com um potencial enorme que, ora por razões de comportamento, ora por razões de má leitura de jogo, nunca foi totalmente aproveitado. Mas é um dos maiores talentos deste lote e talvez numa equipa veterana o consigam manter controlado e aproveitar apenas a sua parte boa.

Jason Richardson
O mais experiente do lote e um jogador que traz lançamento exterior de topo. Tem 18 pts de média na carreira (em Phoenix, antes da troca, teve 19.3 e baixou depois em Orlando para 13.9) e quase 20 pontos por jogo é um luxo para qualquer equipa. É um jogador de topo que nunca teve a oportunidade de estar num candidato ao título. Se o conseguir (numa equipa como os Bulls, por exemplo), pode fazer uma diferença enorme e mostrar o bom jogador que é num nível onde ainda não teve oportunidade de o fazer.

Marcus Thornton
O mais jovem deste lote (24 anos) já mostrou que sabe marcar pontos. No ano de rookie, nos Hornets, teve 14.5 em 25 min/jogo, mas este ano não era uma opção regular para Monty Williams, jogou menos (7.8 pts em 16.2 min) e acabou trocado para os Kings. E aí explodiu nessa fase final da temporada: 21.3 pts em 38.1 min. Thornton pode tornar-se num marcador de pontos tão bom ou melhor que qualquer um dos anteriores, haja uma equipa que lhe dê a oportunidade.


Há depois um caso intrigante, o de Michael Redd.
Redd é o Greg Oden dos shooting guards. Nos últimos 3 anos coleccionou duas lesões graves no joelho e apenas 61 jogos (de 253 possíveis). Antes das lesões era um All Star com mais de 24 pts de média. Agora, aos 31 anos (32 quando a época começar), ninguém sabe o que esperar. Os Bucks têm Stephen Jackson e não devem estar entre os interessados. Mas algumas equipas vão arriscar e ver o que Redd ainda pode dar.



Temos depois vários jogadores que podem ser bastante úteis. Alguns com um papel mais importante que outros, mas todos eles jogam regularmente nas suas equipas e todos eles podem dar um contributo importante para qualquer equipa que os contrate: Seja a defender, a lançar ou a atacar o cesto, são todos jogadores que dariam (ou dão) jeito a muitas equipas:

Delonte West
Anthony Parker
DeShawn Stevenson
Arron Afflalo (r)
Tracy McGrady
Nick Young
Reggie Williams (r)
Mike Dunleavy
Shannon Brown
Sasha Vujacic
Marco Belinelli (r)
Willie Green
Daequan Cook (r)

É um lote reduzido, mas é o lote mais equilibrado das cinco posições. Neste não há realmente jogadores para o fundo do banco, à excepção dos dois que restam (e mesmo estes são dois que podem dar uns minutos de qualidade em muitas equipas):

Von Wafer
Roger Mason

3 comentários:

  1. Arron Affalo, não deve escapar de Denver.. Mas gostava de o ver em NY, a dar um pouco mais de defesa á equipa e reeditar a tripla com Billups e Carmelo, se Billups continuar por lá..

    Delonte West é outro jogar que me enche as medidas, se reduzir o salário um pouco cabia perfeitamente em LA, ia fazer maravilhas a defender bases adversários!

    Guilherme Silva

    ResponderEliminar
  2. Para além dos big men esta posição parece me ser a que tem os jogadores que mais podem fazer a diferença para a próxima época. até porque pelos menos 2 dos habituais "contenders" podem mudar o seu shooting guard titular (bulls e magic talvez os thunder se quiserem manter o harden como sexto homem) para além disso os celtics podem perder o d.west que para mim foi o melhor jogador a sair do banco este ano (gostava que eles apostassem num small forward ou s.guard com boa capacidade ofensiva (scorer) para dar descanso ao pierce e ao allen... por vezes nesta época pareciam com muitas dificuldades em marcar sempre que eles saíam.
    Vai ser interessante ver onde vão parar estes free agents e o impacto que vão ter nas equipas, ainda por cima com o novo tecto salarial que vai abanar com os plantéis das melhores (por norma mais caras)equipas.

    cumprimentos continua o bom trabalho

    ResponderEliminar
  3. João Lemos24/07/11, 16:48

    O Von Wafer neste momento está reconhecido como dos mais fracos devido à sua mudança de Houston para Boston, porque ele nos Rockets teve muito bem, era explosivo a penetrar para o cesto e a afundar e era dos jogadores mais promissores, mas chegou aos Celtics e foi completamente tapado, embora lá hajam mais e melhores shooting guards. O Shannon Brown, dos que tão aqui, na minha opinião, é dos que têm melhorado mais e acho que os Lakers devem-no manter na equipa. Por último, é pena ver jogadores como o Redd e o Mcgrady, que até à poucos anos eram dos melhores que a NBA tinha descerem tanto a pique, mas as lesões não permitiram outro desfecho para eles.

    Saudações ;)

    ResponderEliminar