23.7.12

Patinhos feios


As nossas dissertações sobre as equipas que mais e melhor mexeram nesta free agency já passaram pelos actuais campeões que ficaram ainda mais fortes, pelos Nets que na época de estreia em Brooklyn vão voltar à relevância e hoje vão até à costa oposta, onde os historicamente parentes pobres dos Lakers querem definitivamente abandonar essa sina.

Na Cidade dos Sonhos, na terra das estrelas de cinema e dos glamorosos, ricos e bem sucedidos Lakers, os Clippers eram sempre os patinhos feios. Mas se na temporada passada já começaram a abandonar essa pele, este pode ser o ano em que os patinhos feios se transformam em belos cisnes. Porque os Clippers reuniram nesta offseason um dos plantéis mais fortes da liga.

Renovaram com Chauncey Billups (que diz estar pronto para jogar em Novembro) e mantiveram assim intacto o seu cinco inicial (Chris Paul, Billups, Caron Butler, Blake Griffin e DeAndre Jordan). E a este cinco já forte conseguiram juntar um belo banco: Jamal Crawford, Grant Hill, Lamar Odom e Ryan Hollins. Junte-se Eric Bledsoe e os Clippers ficam com uma das melhores segundas unidades (se não a melhor) da liga.



E uma segunda unidade com jogadores que não só podem produzir em conjunto quando revezarem os titulares, como também podem ser combinados com os titulares, trazer mais versatilidade aos cincos dos Clippers e colmatar deficiências e áreas mais fracas dos titulares.

Lamar Odom, por exemplo, oferece possibilidades ao jogo interior que não têm com Griffin e Jordan (passa muito melhor a bola que qualquer um desses dois e pode jogar como point-power forward, a distribuir jogo a partir da posição de poste baixo; mas também pode jogar no exterior e criar mismatches aos jogadores interiores adversários - algo que Griffin e Jordan também não fazem).

Jamal Crawford pode jogar como base e como shooting guard. Tanto pode jogar como atirador (como Nick Young fazia), como jogar com a bola na mão e a iniciar o ataque.

Grant Hill, aos 40 anos, é ainda um excelente defensor, oferece mais uma solução defensiva para o perímetro e é um jogador que se integra bem no ataque e não precisa de ter a bola na mão para ser eficaz (funcionava muito bem como receptor dos passes de Steve Nash e vai funcionar bem como receptor dos passes de Chris Paul, seguramente).

E este ano têm um poste suplente. É certo que Ryan Hollins não é um jogador extraordinário, mas é perfeitamente capaz para fazer aquilo que os Clippers precisam: um jogador para defender, ganhar ressaltos e revezar DeAndre Jordan se este tiver problemas de faltas. 

E todos eles são jogadores experientes, com muitos anos de NBA e de playoffs, pelo que inexperiência não será um problema como foi este ano. E com Billups, Paul e Grant Hill ficam com três jogadores que são reconhecidamente (inúmeros ex-companheiros de equipa já o afirmaram em inúmeras ocasiões) grandes líderes no balneário e contribuem para um excelente ambiente na equipa.

Na época passada, assistimos à entrada dos Clippers na relevância. Mas faltavam ainda peças para aspirar a ir mais longe que uma ronda ou duas nos playoffs. Tinham um bom cinco, mas faltava não só experiência a Griffin e Jordan, como também tempo a jogarem juntos. Este ano não só têm esse cinco mais rodado e a conhecer-se melhor, como também acrescentaram um bom banco. Um muito bom banco. E, assim, os patinhos feios aspiram a voos mais altos este ano.

17 comentários:

  1. Os Clippers também tem o Randy Foye que é um bom jogador que da experiência a equipa e garantia de pontos saindo do banco, e o Kenyon Martin pode já não estar no seu melhor, mas ainda ajuda bastante uma equipa com a sua capacidade defensiva e ressaltadora e também pode dar com Lamar Odom minutos de descanso a Blake Griffin e Jordan.
    Eu acho que os Clippers tem condições para irem longe nos playoffs e porque não as finais tem jogadores para isso.

    ResponderEliminar
  2. Randy Foye e Kenyon Martin são free agents e podem não continuar nos Clippers. Ainda não se sabe onde vão jogar na próxima temporada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parabéns pelo trabalho que tens vindo a fazer no blog ;)

      Eliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Randy foye dificilmente ficará...as posições PG e SG dos Clippers já estão suficientemente bem preenchidas. Quanto a Kenyon Martin penso que seria importante manter, pois embora seja mais um PF, tal como Odom, apresenta características bem diferentes, fundamentais na época passada. E não nos podemos esquecer da lesão de Griffin...espera-se que esteja apto para o início da temporada, mas depois de assinar um contrato de quase 100 milhões de dólares, provavelmente não convém muito forçar "as coisas", pelo que a profundidade na posição PF apresenta-se ainda mais como fundamental.

    ResponderEliminar
  5. Stoudemire23/07/12, 16:43

    Candidatos a campeões de conferência juntamente com Lakers, OKC, Spurs com Denver e Memphis à espreita de fracassos...

    ResponderEliminar
  6. Os Clippers têm um bom roster para a próxima época, e podem chegar longe (acredito que cheguem pelo menos ás finais de conferência). O Blake Griffin regressará forte da lesão e o Lamar Odom vai trazer experiência e qualidade (não pode é acontecer o que sucedeu com ele em Dallas). Contando também com o grande Chris Paul em boa forma, os Clippers têm realmente boas hipóteses de hipoteticamente lutarem pelo título de campeões da NBA.

    ResponderEliminar
  7. Off topic: Queria só felicitar o criador deste blog. Está muito bom. Vou continuar a estar atenta ao que aqui se irá passar. Continua.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou continuar a estar atento. Foi erro em cima.

      Eliminar
  8. Pois é os Lakers - mesmo com o Howard - não vão a ter vida nada fácil na divisão do Pacífico. Aliás, a conferência do Oeste está a ficar "infernal".

    ResponderEliminar
  9. no papel parece estar tudo a correr bem, mas na minha opiniao no k os clippers sao debeis e precisam de melhorar sao os lances livres. jordan e griffin (o evans ja nao esta) sao jogadores miseraveis da linha e eh isso k faz com k blake ainda nao seja um dos melhores jogadores da liga. para alem disso ele farta.se de sacar faltas e mts das vezes tira 1 ou 0 pts das jogadas...

    ResponderEliminar
  10. Miami vai receber Boston na cerimonia do título!
    OKC visita Miami a 25 de Dezembro

    ResponderEliminar
  11. Randy Foye vai assinar um ano com os Jazz.

    ResponderEliminar
  12. brewer nos Knincks.... está na hora de fazer um artigo sobre eles xD

    ResponderEliminar
  13. Acho que o plantel esta' mais consistente , mais amplo , mais opcoes , mais experiencia mas nao acho que sejam candidatos a finais ( candidatos sao todos mas uns sao mais candidatos que outros !) . Penso que um dos grandes problemas dos Clips e' a falta de evolucao individual de alguns jogadores ( BG e DeA J a' cabeca) , sem muito treino individual ( e coletivo tb mas como estes anos tem sido de mudancas ate' se compreende que o jogo coletivo nao estja a 100 % ) nao passarao de uma equipa espectacular para uma equipa eficaz e ganhadora .
    Vamos ver o q a epoca nos reserva . Go Clips !

    ResponderEliminar
  14. Turiaf nos Clippers também.

    ResponderEliminar