10.10.10

Boletim de Avaliação - Southwest Division - Rockets

Houston Rockets

A primeira boa notícia para os Rockets é que Yao Ming está de volta, depois de perder toda a época passada por lesão. A sua recuperação duma complicada operação ao pé esquerdo (depois de várias fracturas, reconstruiu cirurgicamente o arco do pé para reduzir a carga e o peso dos 2,29m e 140kgs sobre aqueles ossos) e a forma em que estará depois da longa paragem serão fundamentais para o sucesso da equipa.
Os Rockets já anunciaram que estão a pensar a longo prazo, não vão tentar acelerar a recuperação e Yao só jogará 24 minutos por jogo.
A outra boa notícia é que Daryl Morey, o seu general manager, não quis ficar apenas dependente disso, procurou alternativas e continuou a reforçar o plantel.

Entradas / Saídas
Renovaram contrato com alguns jogadores importantes (Luis Scola e Kyle Lowry) e conseguiram ainda algumas adições que se podem revelar muito importantes também. Saíram Trevor Ariza, David Andersen, Hilton Armstrong e Von Wafer. Entraram Patrick Patterson (escolha no draft), Brad Miller e Courtney Lee.

Frontcourt
Um dos principais objectivos desta offseason era renovar contrato com o seu power forward titular, Luis Scola. O argentino e um Yao em forma são um frontcourt tão poderoso como qualquer outro na liga. Scola é uma das armas ofensivas de Houston, um jogador com excelentes fundamentos e movimentos no jogo de poste baixo e Yao é uma força na defesa. Com ele no meio não é fácil para ninguém penetrar para o cesto.
Com a saída de Ariza (trocado depois duma época algo decepcionante), Shane Battier (o protótipo do jogador de equipa) volta ao lugar de small forward no 5 inicial.

Backcourt
Aaron Brooks foi o Most Improved Player do ano passado e Kevin Martin começa a sua primeira época completa com a equipa. São um backcourt muito rápido e capaz de marcar muitos pontos das mais variadas formas, seja em lançamentos exteriores seja em penetrações.

Banco
A renovação de Lowry (um base forte fisicamente) e a contratação de Brad Miller (um poste experiente, para suplente de Yao) sao boas (ambos são o tipo de jogador de equipa que faz um bocadinho de tudo) e tornam o banco dos Rockets mais forte. Com Yao limitado a 24 minutos por jogo, uma alternativa a poste era imperativo e Miller é um jogador que já jogou para Rick Adelman e conhece o sistema.
Com Courtney Lee, excelente atleta e defensor de perímetro, ganham mais soluções a shooting guard e Patrick Patterson, outro jogador de equipa que faz bem um bocadinho de tudo, parece uma escolha perfeita para o sistema colectivo de Houston.
O banco ficou, sem dúvida, melhor.

Treinador
Rick Adelman tem tido água pela barba nas últimas duas épocas, com várias lesões prolongadas dos seus jogadores mais importantes. Apesar disso, conseguiu manter a equipa competitiva e a praticar o basquetebol mais colectivo, aguerrido e lutador da liga. É um dos melhores treinadores da NBA, capaz de arrancar o melhor dos seus jogadores.

Resumo
Os Rockets não fizeram nenhuma contratação sonante, mas fizeram adições acertadas e à imagem da equipa: jogadores que podem não impressionar pelos números, mas fazem todas as pequenas coisas necessárias (daquelas que não transparecem nas estatísticas) para ganhar jogos. Quão longe podem chegar depende da forma de Yao Ming, mas se este for o mesmo jogador que era antes da lesão, têm uma das melhores defesas do Oeste e um ataque com múltiplas soluções exteriores e interiores.
Foi uma offseason bastante positiva e a equipa do Texas quer um lugar no topo da conferência.

Nota: 16


(próximo: Southwest Division - Memphis Grizzlies)

Sem comentários:

Enviar um comentário