19.10.10

Kobe or not Kobe


Michael Jordan conseguiu criar tanta excitação com apenas algumas palavras como quando desafiava a gravidade num campo da NBA. Na mesma entrevista em que afirmou que se jogasse hoje podia marcar 100 pontos, houve uma outra pequena afirmação que lançou os comentadores de todo o mundo para a frente dos seus teclados e os fãs para as caixas de comentários.
Em resposta à pergunta sobre o lugar onde Kobe Bryant está nos melhores jogadores de sempre, His Airness disse: "É difícil de dizer. Eu acho que ele vai estar sempre na discussão sobre os melhores jogadores quando ele terminar (a sua carreira). Onde ele fica no meio deles, se falarmos de posições? Se estivermos a falar de bases, eu tenho de dizer que ele está no top 10."


Sim, top 10 dos melhores bases, não top 10 dos melhores de sempre. Provocação ou honestidade? A polémica começou logo a seguir, mas não vamos discutir se His Airness tem razão ou não. É, de facto, difícil comparar e já passaram tantos jogadores extraordinários pela NBA que escolher os 10 melhores de sempre estará sempre sujeito a uma grande dose de discussão, já para não dizer de subjectividade (e parcialidade).

Kobe não pareceu muito incomodado: "É uma afirmação acertada. Sou um dos 10 melhores bases. Pode ser o segundo, pode ser o primeiro, pode ser o quarto ou quinto. Sou de certeza um dos mil melhores. Houve muitos grandes bases a jogar o jogo. Eu chegar aqui e dizer 'Ele devia ter dito top 5', é desrespeitador para os outros bases que eu vi jogar."

Entre os 10 melhores bases parece então ser unânime, por isso Jordan não disse nada de errado. Entre os 10 melhores de sempre? Fica (e ficará sempre) aberta a discussão.
Top 10 de bases ou top 10 de sempre, fiquemos com umas imagens dele no liceu:

video

Nada mau para um miúdo de 15 anos, pois não?

Sem comentários:

Enviar um comentário