8.12.11

Free agency: os Heat desferem o primeiro golpe


É já amanhã que começa a free agency. A partir das 14:00 (nos Estados Unidos, 19:00 em Portugal), podem começar as movimentações. Os free agents podem assinar com as equipas e trocas podem ser feitas. E como este ano, devido ao lockout, o período de free agency é mais curto (começa ao mesmo tempo que começam os training camps das equipas e a apenas duas semanas do início da temporada regular), a acção vai começar imediatamente. Os rumores circulam à velocidade da luz (ou da net) e há para todos os gostos.

Mas dois jogadores já se anteciparam e anunciaram a sua decisão (só a partir de amanhã é que os contratos podem ser formalizados, mas as equipas já podiam contactar e negociar com os jogadores desde a semana passada): Tayshaun Prince, surpreendentemente, vai continuar em Detroit e assinar por mais 4 anos (e 27m) e Shane Battier anunciou isto no Twitter há umas horas:

Pois é, parece que Battier vai juntar-se ao dark side. E esta promete ser apenas a primeira de muitas surpresas nesta free agency. Por isso, fiquem atentos. Os próximos dias vão ser movimentados.

_____

Actualização - 00:41: Parece que os Clippers também desferiram um golpe e chegaram a acordo com Caron Butler. Foi o agente do jogador que deu a notícia, dizendo que Butler decidiu-se pela proposta da equipa de Los Angeles ($24m/3 anos) e está "muito excitado por jogar com Blake (Griffin) e muito excitado por estar com uma equipa em ascensão que ele acredita poder ajudar a lutar por um título."

_____

Actualização - 11:09: E o golpe seguinte foi desferido... pela NBA?! Os Hornets, Lakers e Rockets tinham uma troca acordada (Paul para os Lakers, Pau Gasol para os Rockets e Kevin Martin, Luis Scola, Lamar Odom e Goran Dragic para os Hornets), mas a liga, numa decisão muito questionável e sem precedentes, vetou a troca e, aparentemente, matou o negócio.
A liga é a dona dos Hornets, mas David Stern agiu aqui como dono ou como comissário da liga? Este veto foi no melhor interesse de quem? Das outras 29 equipas (cedendo à pressão de donos de mercados pequenos como Dan Gilbert, que não querem ver as mesmas equipas de sempre a ficar com os melhores jogadores? Em nome do equilíbrio competitivo? Porque a troca não era boa para os Hornets?

A NBA sempre afirmou que os Hornets (e o seu general manager, Dell Demps) tinham autonomia para tomar as decisões da equipa e não iria interferir com a sua gestão, mas foi exactamente isso que fez aqui. Esta situação da liga como dona dos Hornets sempre foi esquisita e potencialmente perigosa e agora acaba de lhes explodir nas mãos.

Vamos ouvir falar muito disto nos próximos dias e dedicaremos-lhe um post mais tarde. Para já, vamos continuar a acompanhar as novidades da free agency, assim que as houver (não vou comentar os rumores, que os há às dezenas e mudam de hora a hora, apenas as trocas e/ou contratações confirmadas). Isto promete ser animado. Até já!

_____

Actualização - 18:12: Mais uma para os Heat: Mario Chalmers, que é restricted free agent, vai aceitar a qualifying offer da equipa de Miami e continuar em South Beach. Foi o próprio que o anunciou no Twitter.

_____

Actualização - 19:50: E um dos free agents mais cobiçados tem uma nova casa. Tyson Chandler, o agora ex-poste dos Mavs, anunciou num programa de rádio da ESPN que chegou a acordo com os Knicks. Segundo Chandler, os Mavs, que perante o novo CBA e as regras mais apertadas para as próximas temporadas querem manter a flexibilidade salarial para a free agency de 2012, ofereceram-lhe um contrato de apenas 2 anos. Os Knicks chegaram-se à frente com uma proposta de $58m por 4 anos. Chandler afirmou ainda que "o futuro da equipa dos Knicks e a possibilidade de jogar ao lado de Amare e Carmelo, faz-me acreditar que podemos ser candidatos nos próximos anos." Isso e o cheque chorudo convenceram-no.

A previsível vítima deste acordo é Chauncey Billups. Os Knicks deverão usar a claúsula de amnistia no seu base de forma a conseguir o espaço salarial para Chandler. Por isso, Billups junta-se à lista de jogadores disponíveis. Aceitam-se propostas.

_____

Actualização - 20:12: E temos a primeira vítima confirmada da amnistia: Gilbert Arenas. Como já tinhamos dito neste artigo, era um dos nomes mais esperados e os Orlando Magic acabam de o anunciar no seu site. Mais um para quem se aceitam propostas.

_____

Actualização - 00:54: Bem, as movimentações continuam a acontecer por todos os lados e para terminar a acção por hoje, vamos lá a uma última ronda pelos principais negócios já confirmados neste primeiro dia de free agency:

Grant Hill continua com os Suns e assinou por mais um ano e $6.5m. Para além de renovar com o jogador que era a sua prioridade nesta free agency, a equipa do Arizona também fez alterações no seu backcourt: mandou Vince Carter passear e usou a amnistia no seu contrato (poupando $14m) e contrataram Shannon Brown e Sebastian Telfair. Renovaram com o seu small forward titular, libertaram uma grande fatia de salário e reforçaram-se com dois bons bases para a rotação. Não foi um mau primeiro dia para os Suns.

Os Magic, no meio de todos os rumores e toda a especulação em torno de Dwight Howard (e talvez ainda numa tentativa de arranjar ajuda para ele e convencê-lo a ficar), enviaram Brandon Bass para os Celtics em troca de Glen Davis. Isto depois de já se terem livrado do contrato de Arenas e retirado do seu tecto salarial os $62m dos últimos 3 anos do seu contrato.

Os Sixers tinham Thaddeus Young como restricted free agent e podiam igualar qualquer oferta que este recebesse, mas antes que alguma equipa o fizesse, renovaram com o jovem power forward.

Os Kings também estiveram activos e, para além de manter Marcus Thornton na equipa ($31m por 4 anos), recrutaram o ex-poste dos Rockets, Chucky Hayes, oferecendo-lhe $21m por 4 anos.

Por último, os Hawks reforçaram o seu backcourt e, antecipando a provável saída de Jamal Crawford, contrataram Tracy McGrady por um ano e pelo salário minímo de veterano (pouco mais de $1m).


E pronto, por hoje parece que é tudo. Ou melhor, até à hora em que vamos fechar a loja e dormir um bocadinho é tudo. Amanhã quando acordarmos devem haver mais novidades. Cá estaremos para continuar a seguir as principais movimentações e quando a poeira começar a assentar e as equipas começarem a ficar definidas iremos analisar as movimentações de cada uma e ver quais as que se saíram melhor. Mas ainda vamos ter muitas novidades até lá.


29 comentários:

  1. o Chris Paul vai pos Lakers
    o Gasol para os Houston
    o Dragic, o Martin e o Scola nos Hornets
    o Billups pode ir para os Heats
    o Butler nos Clipers
    O Dunleavy nos Bucks
    o Chuck Hayes nos Kings
    o Kapono quase nos Lakers

    ResponderEliminar
  2. Este mercado de transferências vai ser de doidos !
    O calendário que já saiu vai ser jogos em quantidades industriais, que época que aí vem ...
    Se Chris Paul e Howard forem para LA, e houver uma final Heat x Lakers, será algo estrondoso .

    ResponderEliminar
  3. È uma excelente adição para o balneário dos heat .

    ResponderEliminar
  4. Por acaso pensei nessa hipótese do Battier se juntar aos Heat. Mesmo assim, penso que faltam o Dalembert e o Billups e só assim os Heat vão poder fazer frente a uma possível super equipa dos Lakers! No caso de os Heat não conseguirem nenhum point-guard que desejam (o que é extremamente improvável), será que o Wade poderia passar a PG para o Battier poder jogar no 5 inicial?

    ResponderEliminar
  5. Stoudemire08/12/11, 22:54

    Quererá isto dizer Lebron a base? Finalmente...

    ResponderEliminar
  6. pro.benfica08/12/11, 23:18

    Isto é uma prova de que LBJ não consegue ganhar «sozinho». Pelo contrário, precisa de uma legião atrás de si para lá chegar.

    Já agora, tentem Dwight Howard, Kobe, Dirk... Talvez assim lá cheguem.

    Quando me lembro que o Maior tinha ao seu lado, enquanto grande jogador, Pippen e, mais tarde, Kukoc (a sair do banco), juntamente com outros ilustres desconhecidos... Está tudo dito!

    ResponderEliminar
  7. Bem o maior também não ganhou mesmo com pippen no início, foi preciso fortalecer a equipa, vamos ver este ano.

    ResponderEliminar
  8. Tayshaun Prince renova por 4 anos... Sinceramente, como adepto dos Pistons, não sei se isto é boa noticia ou má... Ele foi um dos agitadores da epoca passada no "mitico" Shootaround de Indiana, mas o Joe Dumars deve saber o que está a fazer, espero! Porque com Austin Day e, Jonas Jerebko (que tambem parece que renovou por 4 anos!)e Greg Monroe a 3, 4 e 5, respectivamente, os Pistons podem ter aqui um trio de jogadores bastante competentes para o futuro e nao sei até que ponto a permanencia do Prince nao perturbará a evolução do Austin Daye, por exemplo...

    ResponderEliminar
  9. Ultima actualização:

    CP3 em LAL
    Gasol e Odom em NOH

    Negócio já e dado como fechado!

    http://hangtime.blogs.nba.com/2011/12/08/trade-rumors-flying-at-wicked-clip/?ls=iref:nbahpt1


    Negócio de DH12 parece muito complicado agora, so com o Bynum para trocar com os Magics.

    ResponderEliminar
  10. and the deal is dead! lol nba owners...

    ResponderEliminar
  11. mcgrady nos hawks pa substituir o jamal.

    ResponderEliminar
  12. Os Hornets correm o sério risco de ficar sem CP3 e sem nada, no final da temporada...enfim. acho que esta medida vai acabar com o basquetebol em New Orleans...

    ResponderEliminar
  13. Os Lakers têm aqui um pau de dois bicos, ao partirem para a guerra para ficar com CP3 e DH12 puseram 3 jogadores na mesa, e agora esses jogadores se ficarem não vai ser nada fácil o ambiente na equipa. Se CP3 tivesse sido concretizado(ou for), até é possivel o Howard. Isto porque os Lakeres além de darem Bynum (é melhor do que não terem nada daqui a um ano) ainda estão dispotos a ficar com um contrato alto que os Magic não queiram. Se por acaso tudo isto se confirmasse os lakers ainda precisavam de arranjar um PF na free agency, porque Howard não pode ser o único homem interior.

    Resumindo, os Lakers desta época são neste momento uma grande incógnita, e as coisas podem vir a resultar muito bem, ou então só estão a dar tiros nos pés.

    ResponderEliminar
  14. Epa, não quero saber dos lakers, quero é que os Spurs contratem Néné e grant hill. Quanto á equipa mais famosa do mundo apenas digo: o que acontecerá se Gasol, Odom ou Bynum ficarem em LA, vão estar mt motivados pra jogarem sobre as ordens do seu treinador depois de serem apontados como elementos transferiveis!

    ResponderEliminar
  15. Bem, a confirmar-se a amnistia no billups, era a alternativa perfeita para os Heat. Mas acho que os Knicks com Amare, Carmelo e Chandler vão ser um perigo! só precisam de um banco mais razoável. Os Lakers correm o risco de falharem esta temporada completamente. Ao meterem a sua equipa toda no mercado (menos o Kobe claro) apenas por dois jogadores, podem vir a ter dias mesmo muito maus se os negócios falharem. Tudo leva a crer que o Howard é quase certo até porque o Bynum é um substituto à altura para os Magic, mas o Chris Paul continua a ser um dilema. Se o acordo que eles queriam corre-se certo, ficavam sem Odom e Gasol, onde é que iam arranjar um PF à altura?

    ResponderEliminar
  16. alguem ja ouviu alguma coisa sobre o brandon roy se ir retirara por causa do joelho?

    ResponderEliminar
  17. sim, e é quase certo. também li que o Brandon Bass trocou com o Glen Davis. Quem fica a ganhar? Eu acho que claramente os Celtics.

    ResponderEliminar
  18. pro.benfica09/12/11, 21:38

    A derrocada dos MAVS!

    ResponderEliminar
  19. Brandon Roy retira-se por causa dos seus 2 joelhos!

    E Oden creio que sofre um revés na sua recuperação!

    Os blazers estão em apuros!

    ResponderEliminar
  20. pro.benfica10/12/11, 13:29

    A derrocada dos Mavs -Atualização:

    Vão contratar Vince Carter, depois de perderem Chandler e Butler e quando se aprestam para deixar ir também JJ Barea.

    Se a ideia é imitar os Bulls após o 6.º título e destruir por completo uma equipa campeão, estão no bom caminho.

    Deste modo, até para se apurarem para os «play-off» vão ter dificuldades.

    ResponderEliminar
  21. pro.benfica,

    tem lá calma, eles foram campeões sem o Butler e ainda vão a tempo de arranjar um poste que pelos menos consiga fazer esquecer minimamente o Chandler. Nunca te esqueças do Nowitzki, porque esse ainda lá está..

    ResponderEliminar
  22. "mandou Vince Carter passear"penso que é preciso sempre ter um pouco mais de respeito ao falar de um jogador como Vince Carter..... obrigado

    ResponderEliminar
  23. Stoudemire10/12/11, 14:06

    O Butler nem sequer jogou nos playoff, O Barea neste momento é overrated, e o Chandler fez uma época boa e uns playoff excelentes, mas andava na mó de baixo há alguns anos, ainda terá de provar que vale mesmo o contrato que os NYK lhe deram.
    Se não me engano os Mavs eram a equipa o ano passado que mais gastava em salários, talvez estas saídas se devam ao facto de quererem aliviar folha salarial, para se posicionarem para a free agency 2012.
    Não esquecer também que já têm Rudy Fernandez contratado e têm Haywood com mega-contrato, e que se calhar o vão querer pôr a render este ano no lugar deixado pelo Chandler.

    ResponderEliminar
  24. Eddy Curry nos Heat

    ResponderEliminar
  25. Rip Hamilton foi Buyout pelos Pistons! Best News EVER! Provavelmente, vai para Chicago...

    ResponderEliminar
  26. James Jones renovou com os Heat também.
    "Por isso, Billups junta-se à lista de jogadores disponíveis. Aceitam-se propostas." Este veio a público dizer que se lhe fizessem propostas pelo contrato (pois pela nova regra da amnistia, não se torna automaticamente free agent), retirava-se. O jogador quer decidir onde joga.

    ResponderEliminar
  27. Aceito um regresso aos Pistons do Mr. Bigshot!

    ResponderEliminar
  28. Acho que o Mr. Bigshot quer ir para um candidato ao título. Com 35 anos restam-lhe mais uma ou 2 épocas e não deve querer passá-las numa equipa em reconstrução.

    Já o Hamilton parece que está perto de Chicago.

    ResponderEliminar
  29. Jeff Green renova com os Celtics

    ResponderEliminar