8.1.12

1996-97 vs 2011-12


Ok, vamos levar isto a votos:
Em discussão com o meu amigo Hugo José sobre se Michael Jordan seria tão bom se jogasse hoje (eu digo que ele seria o melhor jogador do mundo jogasse nos anos 90, agora ou daqui a 20 anos, ele tem as suas dúvidas), uma questão paralela surgiu: se o jogo, atleticamente, evoluiu muito ou pouco desde os anos 90 (esse era o argumento principal para ele ter dúvidas se Jordan seria tão bom hoje, pois, para ele, o jogo teve uma evolução física tremenda desde essa década e jogadas que eram assombrosas nesse tempo são hoje normais). 

E, para defender a sua tese, apresentou-me hoje duas provas. Dois Top 10 de afundanços, um com os melhores afundanços da temporada 96-97 e outro com os dez melhores afundanços desta segunda semana da presente temporada. Segundo ele, pelo menos quatro destes dez entrariam no top 10 da temporada 96-97. Por isso, vamos a votos: algum (ou quais) destes afundanços de Janeiro entrariam no top 10 de 96-97 (e qual tiravam, se tiravam algum)?

(o Top 10 desta semana ainda não está no canal da NBA no Youtube e não nos é possível mostrá-lo aqui, mas podem vê-lo aqui no NBA.com)




26 comentários:

  1. Comparar os 2 top10 parece-me discutivel. Algum afundanço muito bom da semana pode bater até o melhor afundanço da época 97, acho que seria mais justo comparar os top10 semanais de cada época. Assim veriamos se a média de jogadas era assim tão diferente.
    Eu não acho que seja, e Jordan é Jordan, não perceber o que ele jogava e fazia jogar só pode significar que o teu amigo Hugo José não viu Jordan jogar. Não é ver os top de afundanços ou jogadas dele que percebemos a diferença que ele tinha e ainda tem em relação aos demais. Acho sinceramente que não há, e que ainda está para haver um jogador como ele. A defender, atacar, marcar pontos , ressaltos e sobretudo a sua intelegência, consistencia e caracter aplicada seu jogo. Fosse jogar com febre ou a assistir e confiar nos companheiros certos nos game winners para campeonato. Ter a bola ou não ter, fosse em que parte do campo fosse, era sempre uma perigo e uma ameaça que condicionava qualquer equipa adversária, algo que não vi em nenhum jogador até à data.

    ResponderEliminar
  2. Pois bem, na minha opinião o Jordan será sempre o inquestionável MVP, independentemente da época em que jogou. Creio que se destacaria tal e qual como o fez. Alegar que a fasquia não estava tão alta parece-me injusto, até porque essa evolução teve suor de todos. Quanto à comparação entre os tops de afundanços, a malta de 96 é logo inferiorizada quando comparada apenas com o top da 2ª semana da temporada, que começou como todos sabemos. Seguramente há seguidores mais inteirados para responder a isto do que eu, mas sinceramente, dá-me tanto gosto ver os Playoffs das duas décadas anteriores como os actuais.

    ResponderEliminar
  3. não há duvida que o michael jordan seria o melhor em qualquer altura. o michael jordan foi o melhor de sempre não pelos grandes afundanços mas pela enorme eficácia no lançamento de 2 pontos. acabou a carreira com uma percentagem de 51% em tiros de 2.
    e ele na ultima época na nba com 40 anos, a jogar contra jogadores muito mais jovens e com muito melhor capacidade física acabou com uma media de 20 pontos por jogo, e jogou todas as 82 partidas. e na época anterior com 39 anos jogou 60 jogos, meio lesionado e teve uma media de 22 pontos.
    e uma achega, muito dos jogadores que estão no top 10 da semana só são jogadores de basketball porque viram o michael jordan jogar

    ResponderEliminar
  4. Jordan é Jordan não há mais nada a dizer.

    ResponderEliminar
  5. o único comentário que tenho a fazer é o seguinte: Porra... o Shaq corria assim tanto?

    ResponderEliminar
  6. Blake Griffin realmente reúne um conjunto de caraterísticas físicas e atléticas excepcionais que eleva a espetacularidade dos top 10 de afundanços atuais, neste top aparece logo 3 vezes e com afundanços monstruosos! No entanto, como diz o provérbio: uma única árvore não faz a floresta. A nba tem cerca de 400 jogadores e não vejo qualquer tipo de evolução atlética dos atuais jogadores, no top semanal referido ou fora dele, que pudesse ter algum efeito no jogo de Michael Jordan.

    ResponderEliminar
  7. VdeAlmeida08/01/12, 13:37

    É claro que estou de acordo com a generalidade dos comentários acima: Jordan foi o melhor jogador de basquetebol de sempre. Aliás, estou muito de acordo com o comentário do Anónimo aí em cima: o basquete não se resume a afundanços. Jordan era a inteligência ao serviço do jogo: ele sabia antecipar jogadas, sabia quando devia largar a bola (pelo menos 2 títulos foram resolvidos com passes dele para um colega melhor colocado e que resolveu o jogo), e além de melhorar o jogo dos Bulls, melhorava os colegas. Alguém duvida que Scottie nunca teria sido considerado um dos monstros da NBA se não jogasse ao lado de Jordan? E que Grant nunca mais foi o mesmo depois que saiu da equipa?Mesmo nos suplentes da equipa se notava a satisfação por jogarem ao lado dele e a forma como acatavam sem discussão as indicações que ele dava, porque sabiam que elas os ajudariam a ganhar.
    No ano passado D-Rose foi eleito MVP. Porquê? Não porque fizesse grandes afundanços, mas porque foi o responsável por elevar a qualidade de jogo da equipa. É isso que interessa.
    Já agora, e para terminar: uma das lendas do afundanço foi Dominique Wilkins. Quantos campeonatos ganhou ele?.

    ResponderEliminar
  8. Eu vi o Jordan com mais de 40 anos a dar liçoes de "bem-jogar" ao Bryant e fazer medias de 22 pontos por temporada!

    Imagino ele a jogar hoje em dia. O jogo actual é tao atletico, que praticamente nao se defende, e só se preocupam em fazer 40 alley-oop's por jogo.

    Ver o B. Griffin a jogar hoje em dia, é tao chato como ver o Shaquile O'Neal no seu ano de rookie.

    Digam-me se hoje em dia existe algum Hakeem Olajuwon? Existe algum poste com a tecnica e capacidade de 1 contra 1 como ele tinha?

    No entanto ha coisas boas hoje em dia, que são os bases. Exemplos disso sao o CP3 e o D-Rose, que elevaram a sua posiçao para bem mais do que fazer assistencias!

    ResponderEliminar
  9. Só tenho a dizer que discutir um tema destes através de dois top10 de afundanços nao resolve muito.

    Uma das questões primordiais para este tema, é a intensidade que o jogo tem hoje em dia, e nos anos 90. Outro aspecto importante são os critérios de arbitragem, que também mudaram ao longo dos anos e torna o jogo hoje em dia mais benéfico para os atacantes.

    ResponderEliminar
  10. A minha análise é a seguinte: atleticamente o jogo evoluí muito mas muito mesmo - sinceramente podíamos fazer o top10 só de jogadas deste ano -, principalmente na força, custando ritmo de jogo. Mas as regras mudaram e o espírito de treino também:

    Em 1996 tive o prazer de assistir a um campo de treinos dos Bulls e digo-vos que era impressionante ver um homem a dedicar tanto tempo ao lançamento e a soluções ofensivas como o Jordan fazia. Tenho vídeos em casa de três horas de treino de lançamento, mas treino com muita concentração na parte de repetir o gesto técnico correcto.
    Em 2007 consegui pela primeira vez assistir a um treino individual do Lebron e digo-vos que na parte de máquina atlética não há dúvida, o Lebron é sem dúvida um animal. E perde muito tempo a treinar esse 'beast mode': imaginem o que é fazer 2 sequências de 20 minutos de ataque ao cesto com cintas - dois homens - a amarrarem! No entanto não tem as soluções ofensivas que o senhor de cima tinha.

    Se o Jordan ganhava em 1vs1 ao Kobe já nao arriscava dizer o mesmo com o Lebron. Mas sem dúvida 2,3 equipas eram melhores que todas estas equipas actuais.

    ResponderEliminar
  11. eu acho que não se pode comparar são tempos diferentes o Jordan foi o melhor da altura e o melhor de sempre, é assim que se deve pensar, não se deve pensar se ele conseguiria fazer o mesmo actualmente ou não, o que ele fez ta feito e o resto não interessa, se querem comparar jogadores comparem os da mesma época, aí pode-se fazer comparações. Jordan é Jordan e ponto final.

    ResponderEliminar
  12. Vejo que a questão se tem concentrado no Jordan, mas não era essa a minha intenção. Se calhar fui eu que me expliquei mal, mas a questão que queria levantar aqui não era em relação a ele, mas sim a outra que surgiu dessa discussão: se o jogo é mais atlético hoje do que nos anos 90.

    E com estes dois top 10, o Hugo não pretendia provar nada em relação à questão do Jordan, mas apenas que, segundo ele, o jogo está mais atlético agora.

    Em relação a essa questão, a minha opinião é que a evolução física do jogo dos anos 60 e 70 para os anos 80 e 90 foi enorme, mas dos anos 90 para hoje não foi tão grande. Penso que não há nada que os jogadores consigam fazer hoje que não existissem jogadores nos anos 90 que conseguissem fazer. O que pode ter mudado é a quantidade de jogadores que o conseguem fazer e pode haver hoje mais jogadores capazes de fazer jogadas atleticamente assombrosas.

    Mas isso não quer dizer que esses jogadores sejam melhores. Como muitos de vocês já referiram, a parte atlética é apenas um aspecto do jogo e os melhores jogadores combinam isso com muitas outras qualidades.

    Por isso, não queria (nem podia) comparar a qualidade dos jogadores apenas pelos afundanços. O objectivo era apenas comparar a parte atlética.

    ResponderEliminar
  13. Sim concordo. Mas já agora voltando mais atrás, foi referido o Dominique Wilkins. Naquela época de 96-97 com os Spurs ele continuava a dar espetáculo do melhor, mesmo aos 37 anos!! Isto não é para todos.

    ResponderEliminar
  14. O Jordan melhorava os colegas de equipa.

    O auto-apelidado King James precisa de outras estrelas da sua dimensão para ganhar.

    Está tudo dito.

    ResponderEliminar
  15. Stoudemire09/01/12, 03:34

    King James carregou 1 equipazita até umas finais, se te lembrares diz-me o nome do resto dos jogadores, e diz quem era o Pippen e o Rodman dessa equipa 12.ºA. Pois...

    ResponderEliminar
  16. Isto parece um bocado aquela discussão do futebol, entre quem é o melhor de sempre: Pelé ou Maradona.

    Cada um no seu tempo, cada um no seu estilo. É óbvio que escolhemos sempre aquele de quem melhor nos lembramos. A nossa memória domina sempre a nossa opinião e por vezes não nos permite ver um pouco mais além...
    Jordan é consensual pois era um jogador completo! Sou da opinião que o jogo obviamente evoluiu um pouco nos últimos anos em termos físicos pois a tecnologia e os conhecimentos assim o permitem, seja para curar mazelas, seja para melhorar os indíces físicos, seja porque o atleta sempre tem em vista o ser melhor que os outros. Jordan foi sem dúvida a grande razão para essa mesma melhoria para esta geração, tal como foi o Dr. J no seu tempo, como foi o Magic para a actual escola de bases que temos hoje em dia, ou o Bob Cousy para os bases da época.
    Pela NBA passaram jogadores como Jerry West, Wilt Chamberlain, Kareem Abdul-Jabbar, Larry Bird e Shaq. Todos com o seu contributo para a evolução física e técnica da modalidade.
    Na minha perspectiva está mais forte exactamente pela razão que o Márcio referiu, há mais jogadores a conseguirem proezas que nos anos 90 só alguns alcançavam. E isso é sinónimo de que o jogo está mais forte fisicamente.
    Quanto ao Jordan se seria tão bom quanto hoje, apesar de não ser o meu favorito (comecei a ver NBA há 20 anos graças ao Magic), não tenho dúvidas que continuaria a ser tão bom quanto o é hoje!!!

    ResponderEliminar
  17. MagicOlajuwon2309/01/12, 15:40

    Boas...
    Acho que o Michael Jordan nos tempos de hoje ia ser tão bom quanto foi(ou melhor),quando jogava ao serviço dos Chicago Bulls. Isto porque a meu ver o que mudou na NBA foi a perca de qualidade de jogadores e face a isso sobrevalorizam-se alguns. Fiz a comparação dos vídeos e era capaz de meter o afundanço do Bosh e do Néné na lista dos afundanços de 96-97, isto porque a maioria dos afundanços que eu tenho visto o jogador vai sozinho pó cesto nem precisa de fazer grande coisa para afundar....
    Cumprimentos e parabens ao pessoal que mantém o blog porque vale apena!!!!

    ResponderEliminar
  18. 12.º A

    como ja alguem aqui disse : "King James carregou 1 equipazita até umas finais"...

    equipa essa que após a saida de Lebron James bateu o recorde de derrotas do desporto americano...

    mas tinha que vir um comentário sobre o L.James, os "haters" nao resistem... sempre a criticar o jogador mais completo da NBA, tem estatisticas fantasticas e é um jogador pouco individualista...quando é um bocado individualista acontece como no ultimo jogo em que marca 22 pontos num periodo, sim 22 pontos...

    é engraçado que um jogador destes seja sempre tão criticado lol por que será? enfim...

    ResponderEliminar
  19. Bom, eu que já estava a pensar como me ia explicar depois de ler os primeiros comentários, e imaginar quantos fãs de sir Airness já magicavam maldições em meu nome, vejo que o meu amigo Márcio já esclareceu melhor o cerne do nosso pequeno debate. A questão principal, no meu ponto de vista é que sim, hoje em dia o jogo é mais evoluído em termos atléticos. E, a comparação dos melhores afundanços de à quinze anos atrás com os melhores de uma normal semana nos diasde hoje, é na minha opinião uma forma curiosa de o demonstrar. Talvez ninguém hoje em dia faça coisas que antigamente nunca se tinham visto (embora jogadores como o Lebron ou o Grifith possam discordar), mas a verdade é que há muitos jogadores a fazer hoje o que nos anos noventa só muito poucos faziam com algum à vontade. E isto para mim muda todo um jogo. Não drasticamente, mas muda. Desde os afundanços à
    intensidade defensiva. A parte atlética é apenas uma parte do jogo, e a verdade é que a parte técnica e tática sofre muitas vezes pela evolução da parte atlética. O que não é bom nem mau, é apenasdiferente.
    Se um jogador como o Jordan dos anos noventa, aparecesse como que por magia nos dias de hoje (isto é uma discussão algo parva eu sei, mas
    também é para isto que os bons amigos servem), ia ter muito mais dificuldade em fazer uma época com uma média de trinta pontos por jogo. Isso não retira um pingo de grandeza ao grande, e indiscutivelmente melhor de sempre, jogador que foi. Mas ia sem dúvidater que suar mais do que à uns anos atrás. O tempo dos Craig Ehlos já la vai. ,)

    Hugo José

    ResponderEliminar
  20. Ricardo Abreu09/01/12, 20:26

    Eu sou um "rookie" no que diz respeito à NBA mas tinha ideia de ter lido que actualmente os jogadores atacantes são mais protegidos do que antigamente.É verdade?

    ResponderEliminar
  21. MagicOlajuwon23, em nome de "todo o pessoal que mantém o blogue", obrigado! ;)

    ResponderEliminar
  22. Ricardo,
    sim, as regras são hoje mais apertadas para a defesa ao portador da bola e já não é permitido (como era nos anos 80 e 90) fazer hand-ckecking (que, como o nome indica, permitia usar as mãos para controlar o atacante).

    ResponderEliminar
  23. Ricardo Abreu09/01/12, 21:57

    Então não percebo como é que o Hugo diz que hoje em dia o Michael Jordan teriam dificuldade em fazer médias de 30 pontos por jogo na NBA :p

    ResponderEliminar
  24. hugo josé! O tempo dos Craig Ehlos já lá vai, mas acho que te esqueces que ele jogava contra os verdadeiros Bad boys, ou não te recordas de como os knicks ou pistons faziam questão de o receber com as defesas "raçudas" que tinham... é o mesmo que eu dizer que o Rose contra o gibson também faz gato sapato. Vamos vê-los a jogar contra os melhores, sempre!

    ResponderEliminar
  25. Quando inventarem a máquina do tempo, vou-vos provar a todos que tinha razão! Esperem para ver...!

    HJ

    ResponderEliminar
  26. VdeAlmeida10/01/12, 13:42

    Hugo José

    É evidente para todos, que a nível atlético o jogo evoluiui. Como aliás aconteceu com todos os desportos. Só assim se vêm cair regularmente recordes mundiais. Mas isso, e como disse, é generalizado. Provavelmente hoje, Jordan faria ainda melhor do ue fazia então, porque teria acompanhado a evolução generalizada. Como se refere, não há como comparar épocas. No entanto, mesmo com o aparecimento de grandes atletas como Griffin ou Howard, ainda não vi um poste tão preponderante como Olajwoan.
    A comparação entre Jordan e James é completamente descabida. James é um grande jogador, mas poderá ser melhor ainda. Veja-se o que aconteceu no ano passado: mesmo com uma equipa cheia de super estrelas, não conseguiu ser decisivo (parece o Fernando Mamede, que era recordista mundial, mas nos momentos importantes falhava sempre). Parece-me que a grande diferença entre ele e Jordan reside na mentalidade de cada um, e aí Jordan leva grande vantagem. Melhore James os índices mentais, e terão os Heat todas as possibilidades de ser campeões vários anos, como os Bulls o foram.

    P.S.- Já agora, e em referência a um comentário aí acima, não sou um "hater" de James, nem me parece que todos os que de quando em vez criticam a sua postura o sejam. Algumas vezes eu próprio critiquei Jordan por uma ou outra opção que tomava, e isso não me fazia um Jordan "hater", antes pelo contrário. Se o James chegou a uma final de conferência com uma equipa que não tinha Pippen ou Rodman, também é verdade que Jordan o fez por duas vezes antes de ser campeão, como uma equipa muito jovem e sem estrelas a não ser ele próprio, e só foi derrotado por uma equipa que depois viria a ser campeã, os Detroit Pistons, e quem viu esses jogos, conhece a forma inescrupulosa como a equipa dee Detroit jogava.

    ResponderEliminar