15.3.12

Game over para D'Antoni


Dizíamos no post anterior que os Knicks tinham de mudar o sistema ou mudar as peças. Pois não foi preciso esperar muito para algo mudar. Mike D'Antoni demitiu-se e (o até agora adjunto) Mike Woodson toma o seu lugar até ao final da temporada. Muda, portanto, o sistema.

No ataque, isto é. Porque Mike Woodson era o especialista defensivo na equipa técnica e o responsável pelos esquemas defensivos. Por isso, essa parte mantém-se tudo na mesma. Quer dizer, tudo espera-se que não. Para o bem dos Knicks espera-se que a aplicação nesses esquemas defensivos seja maior. Mas o sistema mantém-se.

Já no ataque, esperem muitas mudanças. Woodson utilizava muitas vezes nos Hawks (que treinou entre 2004-05 e 2009-10) esquemas ofensivos com jogadas de isolamento, por isso, vamos ver muito mais disso em Nova Iorque no futuro. Carmelo estará como peixe na água nesse sistema, Stoudemire e Lin nem tanto. 

Como falávamos no post anterior, as peças dos Knicks eram incompatíveis no sistema de D'Antoni, por isso o maior desafio de Woodson será encontrar um sistema onde consiga conjugar estes jogadores. Não tem tarefa fácil pela frente. 

Mike Woodson a pensar naquilo em que se vai meter

(para começar, fizeram algo que já não faziam há muito tempo: ganharam um jogo. E não fizeram por menos: ganharam por 42 pontos aos Blazers! Acho que vamos ter de fazer um post sobre o que se passa com estes Blazers também...)



E entretanto, faltam apenas, à hora a que escrevo isto, 17 horas para fechar o mercado de transferências. Descontando a novela de Dwight Howard e os milhões de rumores que circulam sempre nestas ocasiões, têm sido uns dias tranquilos. Até agora, tivemos apenas (ontem) a troca entre os Warriors e os Bucks (Monta Ellis, Ekpe Udoh e Kwame Brown em troca de Andrew Bogut e Stephen Jackson). Mas esperem mais movimentações nestas últimas horas até à data limite (quinta-feira, às 15h nos Estados Unidos, 20h em Portugal). Vamos ver o que o dia de amanhã nos reserva e cá estaremos depois do fecho do mercado para comentar as principais mudanças.

11 comentários:

  1. Os Blazers estão anémicos, já o tinha escrito, não fiquei muito surpreendido com a derrota. Entretanto, a novela Dwight Howard palpita-me que vai aquecer, verbalmente também, nas próximas horas. O que circula é que os Magic querem fazer a trade que lhes garanta melhores assets mas o Dwight só se quer comprometer com os Nets. Nets, que por sua vez não querem destruir a equipa e preferem assinar com o mesmo no fim da época, de forma a ter uma equipa competitiva para o ano.

    Os Magic perante isto, estão entre uma rocha e um lugar duro, pois vai ser complicado arranjar uma equipa que abdique de jogadores que garantam competitividade para ter o Howard emprestado uns meses...

    ResponderEliminar
  2. E os Bulls estão a dar uma sova nos Heat, sem o D-Rose. Raio de lógica invertida, os Heat às tantas precisam de tirar o Lebron e o Wade, para ganhar.

    ResponderEliminar
  3. anónimo os Bulls tem um plantel extenso ao contrario dos heat...a falta de Rose nota-se menos que por exemplo a ausência de Miller e o subrendimento de alguns jogadores dos heat...nos heat o chalmers,cole,Haslem,bosh nao estão a jogar nada, nao ganham ressaltos nao marcam nos lançamentos que fazem..basicamente o jogo tem sobrevivido as jogadas de Lebron...para nao falar da grande eficacia de 3 pontos dos bulls...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mal dos Heat é ainda não se terem convencidos que não é com grandes afundanços que se ganham jogos. Deve dar um grande gozo ao Lebron fazer um afundanço sobre o John Lucas (que tem menos 20 cm que ele), mas aposto que ontem deu muito mais gozo ao Lucas aqueles fade frente ao Lebron. E quando se põe o Lebron a cobrir o Lucas, algo de estranho se passa. Como também é estranho uma equipa de super-estrelas não conseguir ganhar fora de casa. Já são 4 derrotas seguidas.
      Se calhar, para desgosto de alguns que já afirmaram com toda a segurança que a final vai ser entre os Heat e os Thunder, a sua confiança ontem (e anteontem) sofreu um grande abalo, depois de ver a super equipa ser vencida por uma 2ª linha dos Bulls.
      Já agora, e para se ver bem a "solidariedade" existente nos Heat, as 3 stars entre si, distribuiram 6 - digo - 6, assistências.
      E malaiko, dizer que os Bulls têm um plantel extenso, é coisa para se ver de duas formas: 1ª isso é ignorar a quantidade de lesões que tem assolado os Bulls (já para não dizer que é um bocado caricato afirmar-se que a falta de Miller se nota mais que a de Rose) facto que encurta o plantel, privando-o das suas peças mais valiosas. 2ª também pode demonstrar maior inteligência da back office dos Bulls, que a gastar milhões em 3 estrelas, preferiu jogadores menos espectaculares, mas mais aguerridos.
      Para mim, ontem, o que se passou foi que uma equipa solidáriavenceu um grupo de jogadores

      Eliminar
  4. Certo, a questão é que quando se soube que o D-Rose não jogava toda a gente deu a vitória dos Heat como certa. E, estando eles neste momento ainda em posição de vencer, estão a passar mais dificuldades do que o esperado.

    ResponderEliminar
  5. é quase impossivel os heat ganharem um jogo com uma equipa em subrendimento...como é possivel uma equipa ganhar quando as suas peças fazem maus lançamentos e muitos dos lançamentos eram faceis:

    Bosh 3-15
    Chalmers 1-5
    N.Cole 1-4
    Haslem 1-5
    Battier 0-3

    neste jogo salvou-se as prestações de Wade e Lebron os restantes colegas de equipa nao fizeram absolutamente nada...nem os ressaltos conseguiam obter...particularmente o Bosh e Haslem para mim tiveram muito mal defensivamente e ofensivamente...

    vitória justa dos Bulls...apesar que houve um erro grave de arbitragem que daria a possibilidade de empate dos heat nos segundos finais quando o arbitro atribuiu um toque de battier quando foi o homem dos bulls a mandar a bola para fora...de qq forma os heat não podem depender exlusivamente de Wade e Lebron....bosh, Haslem e Chalmers tem que jogar muito mais, principalmente bosh que hoje estee um desastre inclusive num periodo da partida em que os heat recuperavam da desvantagem para 4 pontos ele teve 2 TO seguindos e 2 lançamentos faceis não convertidos colocando o placar novamente com uma diferença de 2 digitos...

    ResponderEliminar
  6. Concordo, queria só resalvar que foi uma pena o D-Rose não jogar, o jogo colectivo dos Bulls é fantástico mas as superstars dão sempre outro sabor aos jogos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu apesar de acompanhar os Heat tambem preferia a presença de Rose em campo...alem do mais hoje podia ter sido um grande jogo para ele visto o N.cole e Chalmers não estarem mesmo nos seus dias e ele podia explorar isso como fez o lucas...mas por outro lado se tivesse o Rose em campo se calhar o Lucas jogava menos tempo e o jogo podia ter outra história lol o de realçar é que os bulls tem uma grande equipa e mesmo sem Rose eles são muito fortes como foi notório nesta temporada em que continuaram a ganhar os jogos mesmo sem Rose...

      no lado dos heat nao deixa de ser preocupante a descida de rendimento de Chalmers e de Haslem nesta fase da temporada...

      Eliminar
  7. E há mais, creio que o "reinado" de Lin vai encurtar. Bom jogador, mas não o suficiente para fazerem o alarido que fizeram. Costuma-se dizer que quem tem olho é rei, e com o plantel dos Knicks no que concerne a PG, o Lin aprovetou - bem - a onda.

    ResponderEliminar
  8. Lakers trocaram Fisher e um Draft Pick por Jordan Hill e ainda trocaram Luke Walton e Jason Kapano por Ramon Sessions dos Cavs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. New Jersey Nets trocaram Okur, Shawne Williams e um Draft Pick por Gerald Wallace dos Portland

      Eliminar