25.3.12

O dia de todas as sobras


Nesta temporada condensada, tudo acontece mais rapidamente. Por isso, uma semana depois da data limite para trocas de jogadores, sexta-feira foi a data limite para contratações (para poderem jogar nos playoffs, os jogadores tinham de ser contratados até ao final do dia 23). 

Nesta fase, com o período para trocas já fechado, restam apenas jogadores que foram dispensados, jogadores da D-League ou um outro veterano que não faz parte dos planos da sua equipa e chega a acordo com a mesma para o libertar. Mas nessas sobras das equipas podem existir às vezes algumas pérolas e um jogador que não conta num sítio pode ser bastante útil noutro. 

Para as equipas, é a última oportunidade de juntar mais uma peça e tentar encontrar aquele último reforço para ajudar na luta por um título ou por um lugar nos playoffs. Vamos então ver quais as sobras deste ano que podem revelar-se pérolas:


Boris Diaw (San Antonio Spurs)
Os Spurs ganharam o jackpot das sobras. Conseguiram o melhor jogador de todos os disponíveis nesta altura. Diaw é um dos melhores passadores entre os grandes (big men) da NBA. Pode fazer pela segunda unidade o mesmo que Duncan faz no ataque titular (jogar a poste baixo e iniciar o ataque a partir duma posição interior) e pode também jogar ao lado de Duncan.
Vem dar uma versatilidade ainda maior ao frontcourt dos Spurs. Já tinham dois que jogam no interior (Splitter e Blair), um que joga no exterior (Bonner), um interior com arsenal de meia distância (Duncan) e agora juntam um que pode jogar no interior e no exterior.
Depois da troca por Stephen Jackson e agora com o power forward/poste francês, ficam com uma equipa profundíssima e com dois cincos muito equilibrados e completos (Parker, Ginobili, Jackson, Duncan e Blair no cinco inicial, com Neal, Green, Leonard, Diaw e Splitter na segunda unidade; e ainda têm o Bonner)
Para além disso, dificilmente encontravam dois reforços melhores para adicionar a meio da temporada. Jackson já conhece a equipa e o treinador e Diaw já jogou com Jackson (nos Bobcats) e com Parker (na selecção francesa), por isso a adaptação será mais rápida. E com tão pouco tempo até aos playoffs, esse é um factor fundamental. Já eram candidatos antes e agora são ainda mais.

Derek Fisher  (OKC Thunder)
Oklahoma era o destino perfeito para o ex-Laker. Falou-se dos Heat, dos Spurs, dos Bulls, mas não havia um sítio onde Fisher encaixasse melhor que em OKC. Desde que Eric Maynor se lesionou que precisavam de um base fiável para a segunda unidade. E numa equipa jovem e ainda com pouca experiência nas fases mais avançadas, adicionar um base com cinco títulos e muitos lançamentos decisivos em momentos finais de jogos de playoffs e Finais é do melhor que podiam fazer.
Nenhuma equipa precisava tanto daquilo que Fisher significa (mais do que a contribuição estatística, a liderança e a contribuição no balneário) como os Thunder e em nenhum dos outros candidatos ele teria um papel tão importante. Uma excelente adição a um grupo já forte.

Gilbert Arenas (Memphis Grizzlies)
Por 300.000 dólares os Grizzlies não têm nada a perder ao contratar Arenas. Se conseguir recuperar a sua forma (não a de antes das lesões, claro, mas a melhor possível actualmente) o ex-Agent Zero (mudou para o número 10) traz duas coisas que a equipa de Memphis precisa desesperadamente: lançamento exterior e um bom base suplente.
O jogador que marcava 30 pontos por noite em Washington já não existe, mas depois da última época em Orlando e destes meses fora da NBA, o fanfarrão que queria as atenções para si também já não existe. Resta apenas Gilbert Arenas a tentar regressar à liga, a não querer ser o foco das atenções, nem ser uma distracção e a querer apenas contribuir para a equipa. 
É uma aposta sem risco e que pode ter um grande retorno para os Grizzlies.

Ronny Turiaf  (Miami Heat)
Já todos sabemos que a defesa interior dos Heat e a posição de poste são o ponto fraco da equipa.  Apesar de, com Turiaf, continuarem com o mesmo problema que têm com Joel Anthony (são ambos pequenos para a posição; 2,06m para Anthony e 2,08m para Turiaf), o poste francês vem dar mais uma ajuda nesse departamento. Turiaf não vai ter uma contribuição enorme, mas numa equipa já tão boa, qualquer pequena contribuição pode fazer a diferença.

Ryan Hollins (Boston Celtics)
Os Celtics precisavam de um poste. Qualquer um. Com Chris Wilcox e Jermaine O'Neal de fora até ao fim da temporada, não podiam ir para os playoffs com Garnett e Stiemsma como os únicos postes da equipa. Nem se tratava de encontrar o melhor disponível, era mesmo caso de juntar o(s) que conseguissem.
Hollins vai ajudar onde lhe pedem, na defesa e nos ressaltos, é mais um corpo para ocupar o meio e são mais 6 faltas para dar. Hollins não vem mudar os destinos da equipa, mas vem ocupar um lugar que era indispensável ser preeenchido para poderem ter alguma esperança nos playoffs. 


Os Grizzlies cerram fileiras para tentar segurar um lugar nos playoffs, os Celtics fazem o necessário e algumas das equipas mais fortes (Heat, Spurs e Thunder) ficaram mais fortes ainda. Agora é tempo do sprint final para os playoffs. E vai ser ao photo-finish.

22 comentários:

  1. Stoudemire25/03/12, 18:12

    Bem os Spurs são mesmo a equipa mais bem gerida da NBA. É impressionante os coelhos que eles sacam da cartola vindos do nada, e uma pessoa ainda se surpreende pelo engenho deles apesar de já estar habituado.
    Com estas 2 adições parece-me que são agora o melhor plantel da NBA, talvez em empate técnico com os Bulls.
    Para mim sem dúvida têm o melhor treinador e general manager da liga.

    ResponderEliminar
  2. Stoudemire25/03/12, 18:16

    Márcio, achas que o confronto direto de hoje pode ser determinante para a escolha do MVP?
    Para mim só há uma escolha possível até agora (ter o melhor PER da história, é simplesmente brutal), mas pelo que tenho lido ainda há algumas dúvidas entre ele e o Durant...

    ResponderEliminar
  3. candidatos ? MVP para mim só pode ser um...

    http://www.youtube.com/watch?v=HuYvGC4DWCU&feature=topics

    ResponderEliminar
  4. Dúvida honesta e sem intenção de causar discussão :p na primeira jogada do vídeo não é "traveling"?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde quando é que não se pode dar 3 passos na NBA? Just trolling!

      Eliminar
  5. "off topic"

    Que grande recital dos Thunder contra os Heat, com Westbrook muito tempo de fora por causa das faltas, mesmo assim grande jogo !
    E Durant a provar que se calhar pode ao menos estar na lista para lutar com James até ao fim (não significando isso que ganhe). O que é facto é que Durant tem grandes números (só perde para James nas assistências, o resto é idêntico), é clutch, sabe passar a bola como hoje onde se concentra muita gente nele, aparece nos grandes jogos. Então eu pergunto, porque não Durant se os Thunder acabarem com melhor record com os Heat ? Não é assim tão descabido.

    ResponderEliminar
  6. Stoudemire26/03/12, 02:45

    "Para mim só há uma escolha possível até agora"...
    Tive o cuidado de dizer até este momento é para o Lebron, mas ainda pode mudar claro. Só acho que se ele chegar até ao fim com o melhor PER DA HISTÓRIA DA NBA, não sei o que será preciso para alguém ganhar o MVP.

    ResponderEliminar
  7. Stoudemire26/03/12, 02:50

    No jogo de hoje, Miami não está ao seu nível defensiva nem ofensivamente enquanto que os Thunder estão defensivamente ao nível habitual ou seja medianos mas muito eficientes ofensivamente, e isso até agora está a marcar a diferença.

    ResponderEliminar
  8. heat a defender mal e a fazer TO ridiculous...Bosh as vezes parece que anda a dormir em campo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "ridículos" :S

      os heat merecem perder hoje... Bosh fez 3 TO estúpidos e depois Lebron e Wade fazem-lhe passes em transições e ele nem sequer olha :S vira as costas e so se preocupa em chegar ao outro lado depois é o Lebron e Wade a apanhar TO por o Bosh estar a dormir...

      sente-se a falta de Miller para ter mais poder de fogo...battier definitivamente piorou e mt o seu lançamento desde o inicio do campeonato assim como o chalmers para nao falar no Cole que depois do All star game desapareceu por completo na equipa dos heat...

      com a equipa cada vez mais curta os heat vao ter dificuldades em ganhar o campeonato...

      Eliminar
  9. Stoudemire26/03/12, 03:00

    A defesa dos Heat ainda não apareceu hoje nestes 3 períodos. O Bosh está a dormir, o Lebron está desaparecido, até agora o que tem valido é Wade que carregou a equipa às costas no 3º período, mas também está muito individualista e a fazer muitos turnovers. Pode ser que isto mude agora no último período.

    ResponderEliminar
  10. Atenção, eu concordo com Lebron MVP até agora mas nas últimas semanas tem se ido um pouco a baixo e as vezes a última impressão é a que fica para quem decide essas coisas. Pessoalmente, sou fã de ambos e são os melhores jogadores actualmente (mais Howard, Love e Rose se estivesse saudável) mas hoje Durant tem estado imparavél.
    Quanto ao jogo em sim, normalmente diz-se que uma equipa o que a outra permite e por muito mal que os Heat estejam o problema deles tem sido mesmo esse. Hoje era um dia para marcarem posição e até agora os Thunder é que têm feito isso, até porque estamos a falar na possível final (apenas Spurs e Bulls podem contrariar isso a meu ver).

    ResponderEliminar
  11. Lebron james hoje parece-me meio lesionado...está lento a defender e a atacar...mas os 19 TO dos Heat estão a ser qualquer coisa lol

    ResponderEliminar
  12. Stoudemire26/03/12, 03:09

    Não concordo com isso de marcarem posição até porque a enfrentarem-se será só na final. Ainda me recordo o ano passado de falarem nisso de marcar posição entre os Boston e os Heat. OS Boston ganharam todos os jogos na fase regular mas depois levaram 4-1. Portanto ganhado qualquer uma das equipas, este jogo não quer dizer nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o mesmo se passou com os Bulls...ganharam os 3 jogos da epoca regular e depois levaram 4-1 nos playoffs

      Eliminar
  13. Sempre a mesma história. Acaba sempre por haver neste blog comentários e debates que nada têm a ver com o tópico.

    Ou é alguém que tem uma dúvida sobre o fantasy league e congela as discussões sobre o tópico ou há de ser alguém que está há muito tempo sem escrever sobre o Lebron James (muito tempo = 24 horas).

    Ufa, depois de deixar aqui o meu desabafo, vamos ao tópico! Que é um bom tópico, como todos os outros deixados aqui pelo Márcio, e merece discussão!

    Os Spurs fizeram o que lhes competia e sacaram mais uma "borla" depois do Jackson. Olhando para o roster, parece que é tudo calculado até à última estatística dando ares de Moneyball aplicado ao basket. No entanto o factor psicológico está muito presente e com peso determinante. Diaw estava farto de jogar nos Bobcats (de perder, portanto) e nos Spurs pode ser mais uma peça fundamental para os playoff.

    Acho que o Fisher é uma adição brilhante na equipa dos Thunder, principalmente em momentos decisivos onde se pede alguém que pense o jogo com mais calma e maturidade (algo que o Westbrook ainda não consegue em alturas mais complicadas).

    Queria deixar uma palavra sobre outro jogador que também foi repescado recentemente: Wilson Chandler. O Lebron da CBA (vêem, também o sei incluir nos meus posts, sem fugir ao tema) só poderia ser uma sobra para os Nuggets, mas regressou em beleza (muito melhor que JR Smith ou Kenyon Martin). Os Nuggets têm neste momento um dos meus rosters favoritos e é uma equipa que adoro ver jogar, desde Galinari a Keneth Faried (obrigado por este Márcio!)

    ResponderEliminar
  14. Bem, por maior que seja o PER é só um índice estatístico, influenciado por factores do jogo que não se vêem nos números. Acho que quem acompanha vê que é evidente que esta não é a melhor época regular de sempre do Lebron, no entanto tem melhores companheiros que contribuem na transição e na defesa, permitindo concentrar-se noutros aspectos do jogo que claramente aumentam a eficiência ou ainda o seu potencial defensivo. Se o Durant se mantivesse concentrado como ontem em todos os jogos teríamos uma corrida ao MVP diferente, mas contra equipas fracas acaba sempre por desiludir pelo que penso que não haverá muita história este ano, ao contrário do ano passado.

    ResponderEliminar
  15. eduardo ribeiro26/03/12, 14:49

    Relativamente ao tema das "sobras", ao contrário de outros anos, ou do esperado, não considero terem existido adições extraordinárias, que possam fazer a diferença. Falou-se na possibilidade de Kaman ou Camby serem libertados, podendo depois assinar por quem entendessem. Esses sim, seriam jogadores que poderiam trazer o tal "extra". Tal não aconteceu e, na minha opinião, nem mesmo Diaw ou Fisher provocarão impactes significantes.
    Diaw, depois da prolongada paragem entre temporadas, ganhou (ainda mais) peso, e embora ofensivamente seja um jogador versátil, defensivamente acaba por ser uma peça prejudicial. Talvez numa franchise tão organizada como os Spurs, se motive e aplique mais, mas tenho as minhas dúvidas...
    Fisher traz, sem dúvida, imensa experiência e alguma qualidade aos Thunder, numa posição em que esta equipa estava debilitada devido à lesão de Maynor. No entanto, os seus 37 anos são bem evidentes, e mesmo ofensivamente o seu rendimento acaba por ser fraco. Mas, apesar disso, tendo de escolher qual a melhor borla, tal seria Fisher, pois numa posição como é a de PG,a experiência, especialmente nos playoff, é muito importante.
    Arenas é um mistério...terá ele a capacidade de reconhecer que já não é o mesmo jogador de há 3/4 anos atrás, antes das lesões? Se assim for, talento não lhe falta, e a sua capacidade de marcação de pontos e até como base "organizador", é indiscutível, sendo uma mais valia para qualquer equipa. Mas, infelizmente, duvido que assim seja, e não me surpreenderá que esta seja a última vez que vamos ver Arenas na NBA.
    Quanto a Turiaf e Hollins, são mais uns big bodies para os Heat e os Celtics. Mas em ambos os casos, as posições interiores das equipas continuam a ser os seus respectivos pontos fracos, pouco mudando.

    Ah, um aparte ao comentário anterior. Do ponto de vista dos Spurs, achei muito boa a troca Jefferson - Jackson, mas atenção, neste caso não falamos propriamente de borlas...Tudo bem que Jackson tem menos um ano de contrato, e até se enquadra melhor na equipa, mas monetariamente falando, tem este e outro ano de contrato, na ordem dos 10milhoes ano. O mesmo se aplica a Wilson Chandler, um jogador que eu particularmente aprecio. Ele assinou pelos Nuggets, um contrato que apenas estes lhe podiam oferecer nesta altura, pois ele era um restricted free agent. Cerca de 40 milhoes, por 5 temporadas. Bom jogador e boa opção em manter o jogador, mas não é nenhuma borla.

    ResponderEliminar
  16. Trocas com pouco a acrescentar às respectivas equipas em termos de jogo. O velhinho Fisher pode trazer estabilidade nos playoffs, mas de resto na minha opinião pouco vão significar. Posso estar enganado e surpreenderem, mas Diaw é um jogador em fraca forma para a nba actual, assim como Turiaf, Arenas teve uma oportunidade bem melhor nos Magic e não conseguiu usufruir disso, Hollins é mais um jogador dos que ninguém percebe como lá está.

    ResponderEliminar
  17. Stoudemire26/03/12, 18:48

    Manteiga Mar 26, 2012 05:24 AM
    Desde quando é que não se pode dar 3 passos na NBA? Just trolling!

    Isto era o assunto do post?
    Mais valia ficar calado...
    As pessoas limitam-se a falar da NBA, sendo do post ou não é sempre bom trocar ideias, ninguém tem culpa que só nos jogos dos Heat gostando ou não deles, as pessoas os vejam e venham aqui comentá-los. Talvez se outros acompanhassem as suas supostas equipas se falassem mais delas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já falei aqui dos Nets, dos Bucks e afins e ninguém parece interessado em comentar. Isso sim, é que é pena. Ser fanboy ao ponto de praticamente só ver e falar dos jogos de uma equipa, que para mim pouco ou nada me interessa.

      Eliminar