24.1.14

As maiores injustiças do All Star Ballot



Já saíram os resultados da votação mundial para os titulares do All Star Game e logo à noite vamos revelar os resultados da votação que fizemos aqui no SeteVinteCinco (e vamos ver quão semelhante ou diferente será). Mas para já, uma palavra para dois jogadores (um de cada lado) que foram os maiores injustiçados nesta votação.

Já sabemos que esta eleição é um concurso de popularidade. Podemos discordar, podemos não gostar e podemos achar que no cinco inicial deveriam estar os melhores da temporada, mas quando é uma votação mundial e aberta a todos os fãs, não podemos esperar uma votação objectiva e com critérios puramente desportivos. Será sempre um concurso de popularidade.

E existirão sempre jogadores, que pelo rendimento desportivo mereciam um lugar, a ficar de fora. Estes são dois que este ano não mereciam de todo ficar:

LaMarcus Aldridge
O melhor power forward do Oeste (e da liga) nesta temporada ficou apenas em quinto nos jogadores de frontcourt (mesmo assim, bem melhor que o 12º lugar em que estava nos primeiros resultados revelados). Não acabou muito longe de Griffin e Love (a 78.000 votos de Griffin e a 51.000 de Love), mas a jogar como anda a jogar e com os Blazers no topo da conferência, Aldridge devia ser uma escolha óbvia até para os fãs mais distraídos (e ontem, nem de propósito, fez provavelmente o seu melhor jogo da temporada, com 44 pts - máximo de carreira -, 13 res, 5 ast e 2 dl!)






John Wall
O melhor base do Este nesta temporada. Podemos discutir se devia sair Wade ou Irving, mas é indiscutível que Wall merecia estar no lugar de um deles. Não só tem números melhores que qualquer um dos dois, como tem evoluído o seu jogo (algo que Irving, pelo contrário, não tem feito) e feito por merecer este selecção.
O base dos Wizards ficou em terceiro, mas muito atrás dos dois eleitos (a mais de 520.000 votos de Wade e a mais de 400.000 de Irving). E neste caso, nem o argumento da falta de espectacularidade e o "não é jogador para All Star, no All Star queremos é show" serve, porque Wall é dos bases mais espectaculares da conferência (e da liga) e é capaz de dar tanto ou mais espectáculo que Irving ou Wade.

2 comentários:

  1. Howard de fora!!!!!!!!!! Estou espantado (ou não)!!!!

    ResponderEliminar
  2. nao importa, o kobe e o wade ainda são os homens a bater, e claramente que sem as lesoes que têm agora, mesmo com mais de 30 anos, seriam os melhores da liga a SG. nao estou a dizer que é justo, afinal de contas nao é um concurso de popularidade, mas para as pessoas que votam em todo o mundo, será sempre uma coisa desse genero

    ResponderEliminar