3.5.14

X's e O's - O cesto que resume a temporada dos Rockets


Já todos devem ter visto o cesto de Damian Lillard que deu a vitória no jogo e na série aos Blazers (e se não viram, façam um favor a vocês próprios, saltem já para a parte do vídeo e vejam). Com tão pouco tempo para apanhar a bola e lançar (e só havia mesmo tempo para isso), é um lançamento extraordinário do base dos Blazers e mais um momento memorável desta já memorável primeira ronda. 

E é também uma jogada muito rara. Não é todos os dias que temos um buzzer beater a fechar uma série (a última vez que isso aconteceu foi em 1997, quando John Stockton fez um triplo sobre a buzina no jogo 6 da final de conferência e eliminou - também! - os Rockets) e este vai ser um momento para ver, rever e recordar por muito tempo:



Mas é também uma falha defensiva (uma tripla falha!) dos Rockets e uma jogada que resume a época da equipa de Houston.

Primeira falha: com três jogadores exteriores dos Blazers (Lillard, Matthews e Mo Williams) daquele lado do campo, os defensores podiam trocar em todos os bloqueios porque não criavam nenhum mismatch. Qualquer um dos três defensores dos Rockets que ali estavam (Parsons, Beverley e Harden) podia defender qualquer um dos três Blazers.


Segunda falha: se não era para trocar em nenhum bloqueio e o plano era cada defensor ficar com o seu homem, Parson tinha de estar muito mais perto de Lillard (colado ao jogador dos Blazers) e reagir muito mais rápido. Parson demorou muito a ir atrás dele e ficou bastante para trás no corte de Lillard:


Terceira falha: Terrence Jones não pressionou minimamente a linha de passe a Nicolas Batum, que estava a repor a bola, e o jogador francês teve uma linha de passe directa e fácil para Lillard:


Batum fez um passe de peito fácilimo, Lillard teve espaço para lançar e os Rockets tiveram distracções a mais numa jogada tão decisiva (era uma jogada que decidia a temporada, caramba!). Um lapso defensivo que resume bem a sua época: uma equipa com um ataque poderoso (um dos melhores e mais prolíficos da NBA), mas com uma defesa ainda abaixo do nível necessário para ser uma candidata ao título. Quem defende assim, não pode aspirar a ser campeão.

1 comentário:

  1. Esta equipa foi durante toda esta série uma vergonha a defender, isto já para não falar do rest da época. O Barbas durante todo o ano acho que não teve um único jogo em que se aplicasse a defender, um jogador destes não pode fazer isso, e ajudar a festa o Parsons também só defende bem quando lhe apetece, ou seja raramente. Para o ano há mais.

    ResponderEliminar