18.10.15

Boletim de Avaliação - San Antonio Spurs


Em Dallas, o Verão foi muito agreste. Em Houston, foi solarengo. Em Memphis, foi ameno. Em New Orleans, sentiram-se ligeiros ventos de mudança. E em San Antonio, o sol brilhou tanto que até feriu a vista (das outras equipas):



Boletim de Avaliação - San Antonio Spurs


Saídas: Tiago Splitter, Marco Belinelli, Cory Joseph, Aron Baynes
Entradas: LaMarcus Aldridge, David West, Ray McCallum, Jonathon Simmons, Boban Marjanovic, (Jimmer Fredette, Rasual Butler)
Cinco Inicial: Tony Parker - Danny Green - Kawhi Leonard - LaMarcus Aldridge - Tim Duncan
No banco: Patty Mills - Ray McCallum - Manu Ginobili - Kyle Anderson - Jonathon Simmons - David West - Boris Diaw - Boban Marjanovic
Treinador: Gregg Popovich

Balanço: LaMarcus Aldridge. David West com um desconto de 90%. Kawhi Leonard seguro por 5 anos. Danny Green abaixo de preço de mercado. Mais um ano de Tim Duncan e Manu Ginobili a preço de amigo. É fazer as contas e ver o retumbante sucesso que foi a offseason dos Spurs.

O free agent mais desejado de todos, um dos melhores power forwards da liga, escolheu-os. Um bom veterano aceitou uma diminuição no salário de quase 11 milhões para jogar por eles. O seu jogador mais promissor e pilar para o presente e o futuro renovou. Outro dos seus free agents mais importantes, excelente atirador e defensor, renovou por menos do que conseguiria no mercado (Green vai receber 10 milhões/ano, DeMarre Carroll por exemplo vai ganhar 15 nos Raptors). Duncan regressou por apenas 5 milhões e Ginobili por apenas 2. Já dissemos que a offseason foi um enorme sucesso?

É verdade que tiveram de abdicar de Tiago Splitter para ter espaço para contratar Aldridge e tiveram de deixar sair Belinelli, Baynes e Joseph. Mas basicamente substituiram Splitter e Baynes por Aldridge e West, o que, apesar da importância do poste brasileiro na defesa, é obviamente um grande upgrade no frontcourt.

Na rotação, Patty Mills está recuperado, o que torna a saída de Joseph pouco preocupante (para além de terem em McCallum outro jovem com potencial e com um tecto maior que Joseph). E a saída de Belinelli pode ser compensada pela evolução de Kyle Anderson, pela contratação de Jonathon Simmons (que foi a revelação da Summer League e pode ser mais uma pérola descoberta pelos Spurs) e pela adição de Fredette ou Butler (a última vaga do plantel deverá disputada ser entre eles, vamos ver qual deles fica na equipa).

A posição onde ficaram mais curtos, e a única coisa que impede esta offseason de ser perfeita, é a de poste. Tim Duncan será obrigado a jogar nessa posição (o que o pode impedir de descansar tanto como em temporadas regulares anteriores), Diaw, West e Aldridge também terão de fazer minutos nessa posição e o único verdadeiro poste suplente que têm é o gigante sérvio Boban Marjanovic (2,21m, três vezes MVP da liga sérvia e nomeado para o cinco ideal da Euroleague do ano passado).

Mas numa era de small ball e com tantas equipas a jogar só com um jogador interior, isso pode não ser um problema assim tão grande (podem jogar "small" com, por exemplo, Parker - Ginobili - Green - Leonard e Aldridge/Diaw/West a 5; ou Parker - Green - Leonard - Diaw - Aldridge; ou alinharem com um cinco em que todos são capazes de jogar no perímetro e lançar de três, com Parker/Mills - Ginobili - Green - Leonard - Diaw). 

E quando esse é o maior problema que tens, a offseason só pode ter sido boa. Os Spurs levaram a jóia da coroa desta free agency, montaram mais uma grande equipa e preparam-se para um novo assalto ao título. 


Nota: 17



(a seguir: Conferência Este)

3 comentários:

  1. Mas que equipa...

    ResponderEliminar
  2. Eu fico com a ideia que falta um poste a sério. A pré-época quer dizer pouco, mas a dupla Duncan-LA não está a encantar. Aliás até prefiro o LA a poste.

    Em teoria têm uma equipa fortíssima.

    ResponderEliminar
  3. deram 17 aos spurs e 14 aos cavs COMO É POSSIVEL tanta diferença?

    Cinco Inicial SPURS: Tony Parker - Green - Leonard - Aldridge - Tim Duncan

    Cinco Inicial CAVS: Kyrie Irving - Iman Shumpert - LeBron James - Kevin Love - Mozgov

    Acho que não é assim tanta diferença talvez um 17 e um 15/16.

    ResponderEliminar