16.3.11

Bulls investem para o título?


Os Bulls são a equipa mais quente do momento na NBA. Levam sete vitórias consecutivas, ganharam os últimos 12 jogos em casa e 14 dos últimos 16 jogos. Com a vitória de ontem frente aos Wizards desfizeram o empate com os Celtics e subiram ao primeiro lugar da conferência Este. Derrick Rose continua a jogar como um MVP e, mais impressionante, continuam a ganhar mesmo com as ausências de alguns dos seus melhores jogadores (Boozer está lesionado e não jogou os últimos jogos e Noah não jogou ontem, com gripe). Esse é, aliás, o traço mais assinalável da sua temporada. Sem Boozer e Noah durante períodos grandes da época, conseguiram continuar a vencer e chegaram ao topo do Este.

Os elogios a Rose, Tom Thibodeau e todo o grupo chegam de todos os lados (menos do Luis Avelãs) e o último veio de His Royal Airness, Michael Jordan. Na cerimónia que fizeram esta semana no United Center à equipa campeã de 91 (parece que foi ontem, mas foi já o 20º aniversário desse primeiro título!), o melhor jogador de sempre de Chicago (e não só) afirmou que esta equipa podia ganhar tantos títulos como os que ganharam nos anos 90 (querem um elogio -e uma pressão!- maior?). E tudo isto deixou muita gente a pensar e a perguntar até onde podem chegar estes Bulls. Poderão vencer um título já esta temporada?


Escrevi há umas semanas este artigo para o Planeta Basket sobre a candidatura de Derrick Rose ao MVP e podemos traçar um paralelismo entre essa questão e esta. Sim, Rose está a fazer uma época soberba e é um dos candidatos ao MVP. Mas ainda não é o melhor jogador. Está a caminhar para lá e posicionou-se este ano entre os melhores, mas ainda não está lá (a sua defesa precisa ainda de melhorar e subiu este ano as percentagens de lançamento, mas ainda não é um grande atirador).

E a resposta para aquela pergunta sobre a equipa tem uma resposta semelhante: sim, são candidatos. Sim, são bons. Mas ainda não são os maiores candidatos e ainda não são os melhores. Podem ir longe? Sim. Mas poderão ganhar a Miami e Boston consecutivamente? E vencer depois a equipa (Spurs, Lakers?) que vier do Oeste? Porque para serem campeões são essas as equipas que vão ter de ultrapassar. Se a classificação terminar assim, e salvo alguma surpresa, enfrentarão os Heat na 2ª ronda e os Celtics na final de conferência. E depois segue-se o campeão do Oeste.

Os Bulls já mostraram que podem ganhar a qualquer destas equipas. Mas ganhar um jogo é diferente de ganhar uma série a sete jogos. E ganhar uma série é muito diferente de ganhar três.


Esta equipa, é um facto, evoluiu bastante desde a época passada. São a melhor defesa até ao momento, com uma média de 91.1 pts sofridos/jogo e um Def Rtg de 99.8. Ofensivamente, no entanto, são medianos e dependem ainda muito de Derrick Rose. Estão em 15º em Off Rtg (107.2) e apenas em 20º em pontos marcados por jogo (97.9). A defesa pode levá-los longe, mas ofensivamente precisam de mais para aspirarem a ganhar tudo.

Os Bulls são bons e podem ser ainda melhores no futuro. Afinal, este é apenas o primeiro ano de Thibodeau no comando da equipa. E é o primeiro ano que este grupo de jogadores está junto. Por isso, podem ser candidatos ao título durante muitos anos. E podem vir a ser muito bons. Podem mesmo vir a ganhar um título. Mas este ano são apenas bons. E isso ainda não é suficiente.

8 comentários:

  1. Realmente falta-lhes um pouco mais de profundidade, porque o D.Rose e o K.Korver não são uma ameaça forte o suficiente de three point land (o bogans é um mau jogador ofensivo).
    Mesmo assim coloco-os como sérios candidatos à vitória na conferência porque apesar de teoricamente serem a 3º melhor equipa (Boston e Miami na frente). Podem muito bem surpreender, porque para além da consistência que provaram ter e da excelente capacidade defensiva,(muitas vezes determinante nos playoffs)lidam bem com a ausência de alguns dos seus melhores jogadores (excluindo D.Rose)o que pode ser decisivo caso alguém se lesione nos playoffs.
    Boston ainda está nitidamente a adaptar-se a todas as mudanças que prejudicaram principalmente a solidez defensiva e quem sabe se vão estar ao melhor nível quando chegarem os playoffs (para além disso desde a troca de Perkins, Rondo tem estado muito abaixo do normal, é sabido que eles tinham uma excelente relação).
    E Miami para mim é uma incógnita porque sabemos que quando defrontam equipas do mesmo nível os seu role players são massacrados, agora resta saber se Lebron e Wade vão estar em grande e sem lesões e também se Bosh vai finalmente entender qual o seu papel na equipa e ser útil não só na marcação de pontos mas em todo o "trabalho sujo" que ele não estava habituado a fazer em toronto.
    Com todas estas incertezas vãao ser uns playoffs muito interessantes.

    P.S - Com este post fizeste-me pensar que se D.Wade se tivesse decidido por ir para Chicago por esta altura não iam existir dúvidas sobre os vencedores da conferência

    ResponderEliminar
  2. Uma grande campanha que esta equipa esta a fazer, desde o Tom Thibodeau ao Scalabrine (há-de ter algum mérito). O foco maior será com certeza para o Rose, depois Boozer e Noah, mas na minha opinião há um jogador também ele muito importante, o Luol Deng, quando é preciso não falha.Boa equipa mas ainda acho que vão cair perante Celtics ou Heat.

    Não estou certo mas talvez se Wade fosse para os Bulls não haveria espaço salarial para Boozer, e talvez o Rose não fazia a campanha brilhante que tem estado a fazer.

    ResponderEliminar
  3. Sim, de facto o Boozer foi o plano B, por isso se tivessem contratado o Wade não o tinham. E com Wade e Rose iam ter o mesmo problema que os Heat têm: dois jogadores dominadores da bola e que precisam dela nas mãos para render. Boozer foi o plano B, mas pode ter sido melhor, pois complementa melhor Rose. Apesar de Wade ser, individualmente, melhor jogador, será que estariam tão bem (e tão acima) com ele?

    ResponderEliminar
  4. Sim, vendo bem as coisas muito provavelmente estão melhor assim, pensei que eles tivessem cap space para o Boozer e o Dwade como o Rose ainda tem o contrato de rookie.
    Assim têm uma equipa mais equilibrada, apesar de para mim o pior jogador do 5 inicial deles ser exactamente na posição do Dwade , o Bogans. Pode ser que este ano façam uma troca ou haja algum free agent que os torne ainda mais fortes.

    ResponderEliminar
  5. Ia ser uma serie muito interessante se os bulls calhassem com os knicks na 1ª ronda...Já agora, acho que só mesmo os magic (com o howard em grande nível) é que sao capazes de vencerem os celtics nos playoffs

    ResponderEliminar
  6. Realmente a posição de SG é a mais débil, gostava de ver se haverá alguma mudança nesse sentido. Ou continuam,menos provável; Brewer passa a titular e arranjam um bom sixth man( jamal crawford seria óptimo)ou simplesmente arranjam um bom titular para tiros exteriores.

    ResponderEliminar
  7. A análise não podia ser mais exata.
    Eu vejo os Bulls como uma "possível cópia" dos Cavaliers: Rose como MVP, melhor equipe da conferência, mas uma decepção nos playoffs...

    Experiência e consistência serão as palavras chaves...

    ResponderEliminar
  8. Eu acho que os bulls era uma boa equipa para o lebron nao para o wade.

    ResponderEliminar