27.6.11

A defesa do título já começou


Com o eminente lockout, não sabemos quando os Mavs vão começar, em campo, a defesa do seu título. Mas no papel Mark Cuban e Donnie Nelson começaram-na no dia do draft. Num negócio com os Blazers, enviaram para Portland a sua selecção, Jordan Hamilton (nº 26), em troca de Rudy Fernandez (e os direitos do base finlandês Petteri Koponen).

Jordan Hamilton é um extremo-base atlético, que teve médias de 18.6 pts e 7.7 res nas duas temporadas que passou na Universidade do Texas e é considerado pela maioria dos comentadores e treinadores como um jogador com mais potencial que Fernandez. É um versátil marcador de pontos e um óptimo ressaltador para a sua altura (2.01m) que pode tornar-se um bom jogador para a rotação duma equipa. Mas os Mavs estão em modo ganhar-já e mais interessados em jogadores que possam contribuir imediatamente do que em jogadores que precisem de tempo para se desenvolver.

Neste momento, os Mavs querem retirar o máximo possível desta equipa que têm e tentar defender o título. Não é hora de preparar o futuro ou pensar no que vem depois. Com Rudy Fernandez, ganham mais um atirador e um jogador para reforçar a rotação do backcourt (ou precaver a saída de Barea, se acontecer).


O espanhol, que em épocas anteriores já se mostrou descontente por não ter um papel maior na rotação dos Blazers, parece ter ficado muito satisfeito com a mudança. Logo que a notícia saiu, twittou: "So happy to be in the best team in the NBA!!!dallas!!!"

Fernandez tem médias de 9.1 pts, 2.5 res, 2.2 ast, 1.1 rb e 42.3% nos 3pts. E esse é uma das razões porque os Mavs o adquiriram. Rudy dá-lhes mais um atirador e um que não compromete a defesa (como Stojakovic). Para além disso, o espanhol também é um jogador atlético que corta bem para o cesto e ocupa bem os espaços livres no ataque, pelo que será uma excelente aquisição para um ataque conhecido por mover bem a bola. E Rudy é também um jogador maior e melhor defensor que Barea e Terry e vai dar-lhes minutos valiosos de produção ofensiva sem matchups desfavoráveis na defesa.

Os Mavs têm uma offseason muito importante pela frente. Dois jogadores que foram fundamentais para a conquista do título são free agents (J.J. Barea e Tyson Chandler) e o principal objectivo é trazê-los de volta e manter intacto o grupo campeão. Mas, para já, esta troca dá-lhes mais soluções para o backcourt, tanto ofensivamente como defensivamente. O trabalho dos Mavs ainda agora começou, mas não começou mal.

2 comentários:

  1. eles vão buscar o dwigt howard.

    ResponderEliminar
  2. 100% de acordo. Mais: o espanhol é uma certeza, todos sabem o que vai fazer; o «rookie» pode ou não render, é uma incerteza.

    ResponderEliminar