26.6.12

O basquetebol (e o SeteVinteCinco) não pára



A temporada na NBA pode ter acabado, mas a acção não pára. E o SeteVinteCinco, tal como no ano passado, também não pára. Vamos continuar por aqui durante a offseason, pois não faltam coisas para acompanhar durante todo o verão.


Depois de amanhã é dia de Draft (e promete ser um dia animado, com muitas equipas a planearem movimentações e trocas), em Julho (dia 11) começa o período de free agency, depois temos a Summer League e ainda temos os Jogos Olímpicos (estão lá jogadores da NBA, por isso, vamos acompanhar aqui). Esta temporada pode estar encerrada, mas temos muito basquetebol para seguir nos próximos meses.

Para além disso, vamos ainda anunciar os vencedores da Fantasy League SeteVinteCinco (estou à espera dos resultados da segunda liga - alguém que tenha participado pode ajudar-me? - para anunciar o vencedor geral) e do Passatempo Playoffs 2012. Eu sei que estão ansiosos por saber quem ganhou, mas já falta pouco. Fiquem atentos, que nos próximos dias vamos revelar quem leva os títulos (e os prémios) para casa.

Por isso, não vamos a lado nenhum na offseason e continuaremos por aqui, a trazer-vos uma dose diária do melhor basquetebol do mundo.

14 comentários:

  1. Olá Márcio, eu participei nessa liga e penso que te posso ajudar a enviar os resultados. Queres que te envie um email?

    PS: Deixei-te o meu contacto pelo Facebook, caso prefiras comunicar por aí.

    ResponderEliminar
  2. Chase Budinger esta nos TimberWolwes em troca da sua 18 pick.
    Os Rockets estão a preparar algo grande, por isso esperar o dia do Draft para saber o que é.

    ResponderEliminar
  3. Márcio, este ano também podias fazer a análise da seleçao nacional portuguesa para os jogos de qualificação para o Eurobasket 13
    Este ano ja temos novas entradas, principalmente do betinho(melhor jogador portugues)

    ResponderEliminar
  4. Tenho assistido a uma polémica interessante acerca do Luol Deng.
    O Deng sacrificou-se pelos Bulls ao jogar meia época lesionado. Agora, Deng, como forma de reconhecimento ao Reino Unido por o ter acolhido como refugiado e lhe ter concedido a naturalidade inglesa, faz questão de representar o país nos Jogos Olímpicos, o que fará com que só possa ser operado ao pulso após os JO, e ocasionará que Deng não iniciará a época com os Bulls.
    Acho que são duas atitudes exemplares do atleta (haveria muito poucos na NBA que o fizessem, e temos o exemplo de muitos americanos que se recusam a representar o seu país nos JO, uns porque não estão para interromper as férias, outros porque alegam não querer por em risco as suas carreiras).
    Também entendo a perspectiva dos Bulls, que veem um seu jogador começar a época com muito atraso, sendo eles a entidade que lhe paga o largo salário.
    Fala-se já que há movimentações por parte dos Bulls para negociarem Deng, com a finalidade de arranjarem espaço na sua bolsa de salários (e talvez a outra questão também não seja alheia ao assunto). No entanto, acho que Deng é um dos pilares do balneário dos Bulls, ainda por cima sem a presença de Rose.
    Vendo os dois lados da questão, não consigo dizer se será mais correto Deng ficar, se partir

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde que se vão desfazendo de Dengas, Noahs mas não toquem no Boozer está tudo bem...

      Eliminar
    2. Obrigado pelo comentário construtivo e inteligente. Continuas a fazer bem o teu trabalho de afastar daqui os comentadores.
      Até uma próxima oportunidade, Márcio. Foi um prazer.

      Eliminar
    3. Como adepto dos Heat foi um comentário extremamente sincero e inteligente.

      Eliminar
    4. Tanto falam de mim em relação ao James, pelos visto agora não se pode falar nos Bulls...

      Eliminar
    5. Vic, a sério que não vale a pena. Continua a comentar por favor!

      Eu sou fã dos Bulls e sinceramente acho que a equipa tem de evoluir junta e continuar a potenciar o valor e o ambiente no balneário. De alguma maneira concordo com o sarcasmo do Stoudemire, visto que o Boozer é o elemento que está em excesso na equipa devido ao elevado salário comparado com a sua produção irregular (principalmente nos playoff).

      Eu arriscaria um início de temporada mais turbulento e esperaria que Deng e Rose estivessem disponíveis. Iniciar trocas nesta altura para tapar um buraco de 20/30 jogos sem Deng (até mesmo 80 sem Rose), penso que seria um erro. A equipa dos Bulls não está assim tão envelhecida para ter de "ganhar já". Um ano de pausa nas estrelas ia ajudar na subida de produção da segunda linha e cimentar ainda mais o balneário.

      Depois, há free agents com qualidade suficiente (e experiencia) que podem colmatar esse tempo de recuperação durante 1 ou 2 anos: Steve Nash, Andre Miller para PG e Grant Hill, Steve Novak, Carlos Delfino para SF

      Não sei como está o salary cap dos Bulls, mas penso que a melhor saída será usar a free agency para tapar o buraco temporariamente e esperar pelo próximo ano.

      Eliminar
    6. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

      Eliminar
  5. A propósito do Draft cada vez mais perto, tive a ver umas estatísticas do Drummond e tem uma bem engraçada. O rapaz teve durante esta época uma percentagem de Lances Livres de ... 29,5%. O conceito de mau lançador da linha vai ter de ser redefinido

    ResponderEliminar
  6. O que acham da possibilidade do Brandon Roy voltar da sua reforma ?
    Acho que depende muito da sua condição física real (pelo que li fez um tratamento semelhante ao que o Kobe fez ao joelho), mas considero que seria um bom reforço para qualquer equipa.
    Em caso de retorno qual consideram a melhor escolha para ele?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. fala.se em golden state. mas se for para la a ekipa de golden state vai ter roy, curry e bogut a vir de lesoes complicadas. akilo ou pode correr mt bem, ou mt mal!

      Eliminar
  7. Uma sugestão para o Marcio: Dar uma "palestrazinha" sobre como funciona o Draft, a Lotaria previa que estabeleceu a ordem de escolha dos jogadores, os negócios entre equipas envolvendo jogadores e futuras escolhas no Draft e outros meandros deste período da off-season.

    Em todos estes anos que sigo a NBA, nunca percebi exactamente como funciona...
    É que estes americanos para inventar, não há melhor... :S

    ResponderEliminar