6.5.13

CONTRA-ATAQUE - Notas da 1ª ronda


Hoje o Pedro Silva contra-ataca com:


Notas finais da primeira ronda

Com o fim da primeira ronda dos playoffs, vale a pena deixar algumas últimas notas sobre a emocionante eliminatória que aqui termina: 

- Perdeu, bazou. - Parece que ser eliminado na primeira ronda é causa justa na NBA para perder o emprego, sobretudo para os favoritos. PJ Carlesimo, treinador interino dos Nets, foi dispensado no dia seguinte à eliminação pelo que sobrava dos Chicago Bulls. Joe Johnson, quarto jogador mais bem pago da liga (19.7 milhões este ano) que lançou 2 em 14 de campo e 1 em 9 de triplo no jogo 7, continua com emprego. Já Jim Boylan, dos Bucks, tinha sido demitido após a chocante derrota com os Miami Heat. Larry Drew dos Atlanta Hawks está na corda bamba, bem como Vinny Del Negro, dos Clippers, após a eliminação com os Grizzlies. George Karl, que até pode vir a ser eleito treinador do ano pela brilhante prestação dos Denver Nuggets na época regular, foi eliminado surpreendentemente pelos Warriors na primeira ronda, o que podia não ser sinal de alarme se não fosse a oitava vez em nove épocas que Karl leva os Nuggets aos playoffs e acaba excluído à primeira (!). Parece que só Doc Rivers e Kevin McHale, dos eliminados, têm a sua situação laboral estável. 

- Dwight Howard e Chris Paul, estrelas das respectivas equipas de Los Angeles, são free-agents esta época e embora tenham incentivos económicos para ficar (Lakers e Clippers podem oferecer mais dinheiro aos jogadores pelas regras do salary-cap), os confusos e decepcionantes finais de temporada de ambas as equipas podem fazê-los reconsiderar o seu futuro. 

- Apre que os Bulls são raçudos. Fico na dúvida quem terá ficado mais aborrecido com a eliminação dos Nets no jogo sete - se os próprios Nets ou se os Miami Heat. Claro que o lado negativo da passagem dos Bulls são mais duas semanas de especulação sobre o retorno de Derrick Rose no "próximo" jogo, pelo menos até Rose ter pelo menos o bom senso de dizer "Malta, a sério, só para o ano". 

- Lebron James foi oficialmente eleito o MVP da temporada, o que não choca naturalmente ninguém. Choca só saber que a votação não foi unânime - Carmelo Anthony teve um voto de primeiro lugar, possivelmente de um cego. 

- Por falar em Anthony, as percepções mudam depressa - depois de um fim de época regular escaldante, onde conquistou o título de melhor marcador da liga com uma série de performances notáveis e um bom começo de playoffs, Carmelo parece estar a tornar-se o mau da fita, com três jogos grotescos contra os Celtics e mais um com Indiana, dos quais os Knicks perderam três. Não só está a lançar mal de fazer doer os olhos, como insiste em forçar lançamentos pouco eficazes e com múltiplos defensores em cima. Os Knicks são muito mais eficientes quando Felton começa o pick-and-roll com Tyson Chandler e penetra, abrindo a possibilidade de entrar para o cesto, fazer o "lob" para Chandler ou encontrar os lançadores no perímetro quando a defesa adversária fecha o interior. Quanto mais a equipa de NY fugir dessa estratégia, menos sucesso terá. 

- Por falar em Knicks e Celtics, o final do jogo 6 foi épico, com New York a abrir 26 pontos de vantagem a meio do último período e a permitir 20 pontos seguidos aos Celtics para dar um bom bocado de drama ao final da contenda. Que os Knicks proporcionem 20 pontos sem resposta ao adversário é revelador dos seus problemas, da mesma forma que conseguir 20 pontos seguidos naquelas circunstâncias é revelador da raça dos velhos Celtics, mas apontar 20 pontos consecutivos e continuar a perder é também revelador da diferença de qualidade dos plantéis envolvidos. 

- Já olhando para a fascinante série entre Thunder e Grizzlies, era curioso especular como o treinador de OKC, Scott Brooks, ia abordar o match-up da sua estrela Kevin Durant com o potente front-court de Memphis, com Marc Gasol e Zach Randolph - iria ele manter a aposta que fez ao longo da época de puxar KD para a posição 4 ao longo de boa parte dos jogos, jogando com apenas um jogador interior (Ibaka, normalmente) - o que neste caso obrigaria Durant a defender Zach Randolph ou deixaria KD como small-forward, jogando com dois dos seus "big men" (entre Perkins, Ibaka, Collison e, gulp, Thabeet). A resposta ficou dada no jogo 1, com Durant a jogar exclusivamente como 3 (small-forward), sempre na companhia de dois membros do referido quarteto. A equipa acabou por ganhar o primeiro jogo da série nos últimos segundos, com Durant a assumir o controlo nas jogadas decisivas, com a ajuda de alguma trapalhice dos Grizzlies que fizeram um jogo excelente até um minuto do fim.

Pedro Silva
Autor do Na Desportiva
Escreve aqui às 2ªs

17 comentários:

  1. Aquele jornalista que votou Carmelo Anthony foi o responsável pela eleição do MVP Award não ter sido pela primeira vez unânime. Parabéns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tens razão mas já aconteceu o mesmo noutros anos em q Jordan dominava por completo a liga... E a votação n foi unânime. Há smp pelo menos 1 a estragar a festa, já se tinha falado sobre isso

      Eliminar
  2. Adoro como as pessoas continuam a chamar o Celtics de velhos, quando tem apenas 4 jogadores acima dos 30 anos (um deles tem 30 exactos), e enquanto os knicks tem a equipa mais velha da liga, com alguns quase quarentoes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. isso não se pode comparar dessa forma. Em 2011 os Heat chegaram a ter o plantel mais velho da liga (depois de terem contratado Lebron e Bosh).. O q interessa é o impacto q tem, qtos minutos têm esses jogadores velhos,etc... Nesses Heat de 2011 a idade n tinha qq impacto pq os titulares tinham 1 boa média de idades, os mais velhos jogavam menos e alguns foram contratados para dar mesmo alguma experiência a equipa...
      um artigo de 2011
      http://bleacherreport.com/articles/583936-nba-power-rankings-top-ten-oldest-teams-in-the-nba-you-might-be-surprised

      Eliminar
  3. Papa Valdemares07/05/13, 00:25

    1.º) A nota humorística sobre a eleição de LBJ é um hino.

    2.º) Espero que o Cuban dê o que tem e não tem para levar CP3 e o Super (pouqíssimo) Man para Dallas, mas não me cheira.

    3.º) Miami, na minha modestíssima opinião, tem grandes hipóteses de limpar os PO a zeros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a zeros... viu-se hj contra os bulls. os miami sao a melhor equipa da liga, mas dizer que ganham a todos com facilidade e de uma falta de humildade, existem outras grandes equipas e jogadores na liga

      Eliminar
  4. Papa Valdemares07/05/13, 00:26

    Esqueci-me de dizer: estou FODID* com o Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nem me fales q estou pior q estragado...
      bem, estava a ver os Bulls-Heat e na 1ª parte Lebron está 1-6, com 2 pontos apenas, Bosh 0-4, 2 ptos. Ainda assim estão empatados. Neste momento os 5 jogadores do banco q entraram neste jogo têm 21 dos 37 ptos da equipa.. Estes Heat são sem dúvida 1 grande equipa, a mais completa da liga... Para aqueles q dizem q Lebron é crucial na equipa n concordo, acho q a equipa era competitiva mesmo q ele se lesionasse ou abandonasse os Heat na próxima temporada (n estou a dizer nem q quero nem q seja isso q vá acontecer, é a título de exemplo).
      A minha pergunta é se vão conseguir manter este talento por mto tmp, n sei se estão mto acima do salary cap e se na próxima época vão estar mais apertados...

      Eliminar
    2. lol kiko...lol...

      primeiro tu estas analisar com base num jogo, segundo ele esteve mal na finalizaçao mas viste o seu jogo defensivo e viste os passes que ele fez e o jogo que ele organizou?? que culpa tem ele que battier e r.allen não acertem os triplos?

      basicamente é a mesma coisa que ver o K.D, Kobe ou C.Paul a falhar uns cestos e dizer logo que a equipa joga bem sem ele :S

      Eliminar
    3. eu n estou a analizar o jogo de Lebron. se o quisesse fazer, fazia de outra forma q eu sei. Até ao intervalo o Lebron estava 1 nódoa q foi a altura q eu fiz o comentário. Se dps melhorou ou n, n interessa pois como disse n estou a analisar o jogo dele mas sim o plantel da sua equipa...
      A questão é q naquela fase do jogo o banco tinha mais pontos q a equipa titular. E 1 banco com 56% dos pts da equipa (5 no banco contra 5 titular) n pode ser mau. Mas se tu achas q eles n têm o melhor banco da liga ou pelo menos a equipa mais completa é a tua opinião

      Eliminar
  5. boa vitoria dos Bulls...WADE o que dizer deste jogador? a 4 pontos de desvantagem ainda com muito tempo (1 min e tal) decide mandar de 3 na cara do defensor quando ele este ano nem lançava de 3 pois lança mal que se farta e ainda tinha muitos segundos para desenhar uma jogada...enfim...pior jogo de miami que vi nesta epoca...Bosh? ele jogou? que risota de jogador...a primeira parte do jogo foi algo inacreditável miami não acertava uma..garra dos Bulls e o pessimo jogo de miami ditaram o resultado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente os miami tiveram um jogo pouco conseguido, mas convem não desvalorizar o merito da defesa dos bulls que levou em parte a isso.
      Sao muito agressivos, tiram os oponentes das suas zonas de conforto, e notou-se claramente isso hj. E quis me parecer que os miami foram pouco humildes, parecia que jogaram smp a acreditar que enventualmente iria-se resolver para o lado deles, mas simplesmente não fizeram por isso, mas isto e apenas a minha opiniao.
      Que seja uma grande seria, espero grandes dores de cabeca para os heat

      Eliminar
    2. se n fosse o wade os heat nem a 4 pts estavam. durante o jogo todo ele foi o q mais aproximou os Heat dos Bulls... vá, dá lá um bailout ao teu jogador q n jogou nadinha nos 3 primeiros quartos. Estavam todos mal mas ele esteve óptimo.. Dps da péssima 1ª parte, fez varias jogadas de 1 para 1, qdo falhava passava a bola sem sequer olhar para o relógio. 1 desses passes faltava 1 segundo para os 24. obriga logo a 1 mau lançamento para proteger a FG% dele... (8/17, mto bem Lebron). Já agora pq n falar do lançamento do Lebron q nem no aro toca qdo ainda estavam a 4 pts? Se bem me lembro foi dps dessa jogada q os Bulls zarparam.
      Em relação ao jogo os Heat perderam pq os triplos n estavam a cair, mas certos dias isso vai acontecer, n podes estar smp a confiar no jogo exterior, é preciso fazer ajustes qdo n corre bem

      Eliminar
  6. Papa, em relação ao Benfica partilhamos o mesmo sentimento.. P*t* que P*r**

    Em relação aos meus bulls, estragaram a tua modestíssima opinão.. Além de perderem o factor casa (embora ache que os heat a recuperem e ganhem a série) já não limpam os PO a zero.. e acredito que Chicago ganhe no minimo mais 1 jogo.

    Não tive oportunidade de ver o jogo, só mesmo os ultimos momentos.. Estou em época de frequências.. Podem-me dizer como foi o jogo? Parece ter sido um bom jogo.. O kiko falava em que Lebroon estava um pouco mal no ataque e o Bosh também.. Isso deve-se a uma má noite ou á defesa de chicago?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só vi a 1ª parte, Miami falhou alguns cestos que em condições normais entravam, boas jogadas com a bola a circular rápido e bem. Os Bulls é aquela garra, muita intensidade, muita luta, muitos ressaltos e muita vontade. Denfensivamente ambas as equipas estiveram bem, Miami a defender é impressionante. Pelo que vi ontem, vai ser uma serie interessante mas com pouca história para contar. Miami em 6, mas a ver vamos. O título é bem sugestivo da capacidade destes Bulls..

      Vi o jogo dos Spurs vs. GSW, nem sei o que dizer.. Foi qualquer coisa

      Eliminar
    2. O Butler fez 1 grande defesa ao Lebron durante 3 periodos... No último Lebron esteve mto bem mas tb n se podia pedir a Butler para ter feito melhor. Creio q foi uma mistura de má noite dos Heat (em relação aos triplos) e 1 grande noite de Butler. Conseguiu incomodar o Lebron em vários lançamentos e só no último 4º Lebron disparou... N sei até q ponto ficar sem competir uns dias teve alguma influência mas esta vitória tem tb mto de Nate Robinson e Noah. Noah, um monstro nos ressaltos, o q levou a mtas 2ªs chances para os Bulls. Nate, endiabrado e nos últimos minutos conseguiu smp marcar em situações de 1 para 1. Lembro de terem deixado o Ray Allen a defender o Robinson lol
      A defesa de Chicago é bem física

      Eliminar
    3. Manu Ginobili, o q dizer? Estragou a noite mágica do Curry...

      Eliminar