22.6.13

NBA Finals 2013 - Umas para recordar


Já acabou? Não pode ser à melhor de 33? Porque, por nós, em vez de duas semanas, esta série Heat x Spurs podia durar dois meses. E apostamos que muitos dos fãs da NBA por todo o mundo concordariam. Foi o quão boas estas Finais foram. Ninguém queria que acabassem (acho que mesmo os fãs dos Heat, apesar da alegria de ver a sua equipa campeã, não queriam que esta série acabasse). Porque foram uma das melhores Finais dos últimos tempos e uma das melhores de que nos lembramos. 

Uma série bem jogada, bem disputada (e como alguém escreveu num grupo no Facebook, esta série foi a prova de que duas equipas não precisam de se odiar para protagonizarem uma série intensa e agressiva e os seus jogadores não precisam de não gostar uns dos outros para quererem ganhar à outra equipa a todo o custo e deixarem tudo em campo) e com todos os ingredientes dumas Finais para mais tarde recordar.


Ao longo dos sete jogos tivemos de tudo: bom basquetebol (excelente basquetebol em vários dos jogos), boa defesa, bom ataque, excelentes exibições colectivas, excelentes exibições individuais, estrelas à altura do momento, contributos fundamentais de jogadores secundários, jogadas espectaculares e finais épicos. Não nos lembramos mesmo dumas Finais com tantos momentos icónicos e com cada jogo a ter um momento/acontecimento que o marcou e vai ficar na nossa memória colectiva (se fosse escrito não se faria melhor).

O lançamento de Parker no jogo 1, o abafo de LeBron no jogo 2, a mão a ferver de Danny Green (e Gary Neal) no jogo 3, a reencarnação do Flash no jogo 4, a explosão de Manu no jogo 5, o fim épico do jogo 6 e a explosão de triplos (de Lebron e Battier) no jogo 7.

Ao jogo 7, LeBron James aproveitou finalmente o espaço que os Spurs lhe deram e castigou-os finalmente por lhe darem esse espaço. Neste jogo marcou quase tantos triplos como nos outros jogos todos juntos (5 neste, 7 nos primeiros 6 jogos) e variou o seu jogo entre o interior e o exterior mais do que em qualquer um dos outros jogos. Talvez agora cessem (ou diminuam, pois sabemos que não vão acabar) as criticas ao seu desaparecimento nos momentos decisivos. Este era o momento mais decisivo da série e Lebron esteve (e de que maneira!) à altura (37 pts, 12 res, 4 ast, 2 rb e apenas 2 to; 12-23 em lançamentos, com 5-10 nos 3pts; e até marcou o cesto que selou a vitória!).

Junte-se a isto Battier ter acordado (e encarnado o Danny Green do início da série - 6 em 8 em triplos!), os Heat (num excelente esforço colectivo) terem feito um grande jogo defensivo e Ginobili ter feito uns turnovers infantis nos últimos minutos e está contado o grosso da história deste último jogo da época.


Fica para a História o segundo título consecutivo dos Heat (e o terceiro da sua história) e, tão ou mais importante (para todos os fãs que tiveram o privilégio de assistir e para muitos deles que não estavam a torcer por nenhuma das equipas e estavam apenas a torcer pelo melhor basquetebol), umas Finais que vamos recordar por muitos e bons anos.

Foi um hino ao basquetebol e também ao desportivismo. Gregg popovich resumiu-o bem no fim do jogo, quando disse que claro que estava desapontado por ter perdido, mas sentia-se, ao mesmo tempo, contente por ter feito parte dumas Finais tão boas. Se tinha razões para estar triste? Sim, triste pelo resultado, mas satisfeito porque sabia que tinham dado tudo para ganhar. E que isso é tudo o que podia pedir aos seus jogadores. O resultado pode não ser o esperado/desejado, mas essa é a parte que não dependia só deles. Na parte que dependia só deles (fazer tudo para ganhar), sabia que tinham feito tudo.

No fim, venceu a melhor equipa (e a equipa que errou menos nos momentos decisivos). E tenha vencido a equipa que desejavam ou não, todos devemos sentir-nos contentes por ter assistido a umas Finais tão boas. Já acabou mesmo?



(e parece que acertámos na nossa previsão!)

21 comentários:

  1. excelentes finais e excelentes equipas, venceu a melhor, venceu a que defende melhor (quando é preciso) e venceu a que tinha o treinador em melhor forma.

    o spoelstra teve muito bem, teve a coragem pa deixar o wade de fora quase 8 minutos no último periodo do jogo 6 porque a equipa estava bem sem ele naquela altura, teve a coragem de não por o allen no ultimo periodo do jogo 7 (depois do que fez no jogo 6) porque o battier estava quente nos triplos e nestas séries teve sempre o mérito de arranjar maneira de contrariar os spurs.

    o pop cometeu erros, ainda neste jogo 7 a deixar o parker fora e dar a bola ao ginobli que notava-se que estava cansado e fez logo asneiras.

    o lebron foi um justo MVP, e só tive pena de ver duncan triste por falhar aqueles 2 lançamentos no fim, podia ser qualquer um a falhar, menos ele e o leonard, estes não mereciam.

    na próxima época acho que se deve repensar o caso bosh, não sei o que acontecerá, mas parece que o pat riley não quer mexer nos 3, mas se calhar devia, o duncan deu-lhe tantas lições que até metia dó.

    pó ano há mais...

    ResponderEliminar
  2. antigamente é que era porque os herois passados estao registados nos livros onde os seus feitos sao contados até à exaustao como sendo perfeitos, quando a informaçao estava apenas reservada a alguns afortunados que relatavam heroicamente os feitos de quem os alcançava.
    eu tenho uma teoria, aqueles que idolatram os de antigamente em detrimento dos de hoje sao facilmente comparados aos que agora veneram as estrelas actuais como que vendo so os highlights porque hoje temos acesso ao jogo todo analisado ao mais infimo pormenor.
    por certo que vendo jogos de antigamente na integra como se vêem os de hoje e tendo acesso a algumas das suas falhas, os deuses bem que estavam muito mais proximos dos humanos :p
    mas todos temos tendencia para defender o nosso guerreiro imortal, desvalorizando o mais dotado elemento do enimigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa teoria teria pernas para andar, não fosse o pequeno senão de já haver televisão há muito tempo. É verdade que no tempo de Wilt Chamberlain ou Oscar Robertson a NBA não tinha a projecção de hoje, mas no início dos anos 80 teve um grande impulso, e muitos jogos eram transmitidos nas várias televisões. E a NBA já tinha uma projecção tal, que mesmo cá onde as coisas andavam sempre atrasadas em relação aos outros países, a RTP já transmitia pelo menos um jogo todas as semanas. Foi assim que conheci Dr.J, Bird, Magic, Jabbar, Moses Malone, Michael Jordan e muitos outros: a ver os jogos na RTP (também se viam na TVE e noutros canais espanhóis) e não pelo que nos contaram. Posso até adiantar que no ano em que os Bulls foram campeões pela 1ª vez, os jogos das finais que se realizavam ao sábado à noite, eram transmitidos na RTP no domingo à hora do almoço. Muitas cassetes VHS eu gravei, e graças a elas, muitos conhecidos meus mais novos do que eu tiveram oportunidade de ver aquilo que na devida altura não tinham tido oportunidade de ver
      É certo que não havia net, nem Sportv, mas...surpresa, a RTP transmitia os jogos. Portanto, e no que me diz respeito, conheço e falo dos jogadores pelo que vi, e não pelo que li no jornal ou em revistas. Aliás, quem quiser ver grande parte desses jogos, basta ir ao Roja Directa e fazer o seu download. E no Youtube também se encontram alguns. Portanto, essa teoria tem, digamos...algumas fissuras.
      E só para que conste não idolatro, nem venero ninguém. O máximo onde os meus sentimentos chegam é à admiração

      Eliminar
    2. really... n existe youtube... n existe internet. Impossível ver jogos dessas supostas estrelas... Sou dos que pesquisa mto sobre jogos e os mais difíceis de encontrar são os do Wilt Chamberlain nos anos 60/70.. Esses sim podes criar mitos acerca dos jogos. Agora estás me a falar jogos da década de 80/90??? lool vale tudo para tentar fazer Lebrick James o GOAT... Nem precisa de jogar mais.. óbvio q vcs n viram um prime Shaq the Superman a jogar e a dizimar equipas nas finais, n viram um prime Kobe devorar mesmo em épocas em q n chegaram as finais- já q os títulos n vos interessam, n viram the big fundamental (se agora já o acharam bom imaginem com menos 10 anos nas pernas - era melhor..). Lebron ainda tem de passar por eles e mais alguns...
      Já agora apesar da NBA ter aproveitado para se promover idolatrando Jordan a verdade é q ele smp deu motivos e garantias para tal.. Fez coisas nunca antes vistas. O q me rio qdo falam de Pippen como desculpa qdo Lebron tem na equipa jogadores como Wade, Bosh, Ray Allen,etc... ah esqueçam, tinham tb o poderoso Paxson e Grant no first three peat.. loool
      Ganhou seis títulos mas podiam mto bem ser 8 se n se tivesse retirado 2 anos só para terem uma ideia.. Já vi q já acham q Lebron é melhor q Magic, Kobe, Kareem,etc.. facepalm

      Eliminar
    3. Stoudemire23/06/13, 22:44

      Quando pararem de referir o Kobe no meio destas conversas posso começar a levar-vos a sério, até lá...
      Claro, até podiam ser uns 18 se não se reformasse. Se fosse o Lebron a sair da NBA ao fim do 3º título era porque não conseguia lidar com a pressão e era um fraco como foi o "God" ainda se diz que ganhou 8 anéis.

      Eliminar
    4. Kiko, secalhar o Paxson foi mesmo mais importante e clutch do que tu julgas. Não era um jogador de floriados nem de espectacularidade como o Jordan, mas já que falas muito em jogos no youtube de 80 e 90, experimenta ver (eu já vi e daí eu ter estas conclusões) os jogos dos playoffs e principalmente das finais relativas ao primeiro three peat (91,92 e 93) dos Bulls. Sim, acompanhei o Kobe nos seus anos dourados. Fantástico jogador quando não exagerava nos lançamentos, algo que nem sempre acontecia, e em 2004 nas finais atingiu a estupidez completa, mas pensando apenas em tudo de bom que fez, não considero que seja superior ao que o LeBron fez até agora e começou-se a perceber melhor isso e a pensar mais quando de repente repararam que o Kobe em tantos anos de NBA com tanta classe só ganhou um prémio de MVP. Porque será?
      Quanto a comparar Pippen com o Wade, ok cada um compara quem quer, mas acho que não há comparação possível no suporte dado pelo Pippen ao Jordan com o dado pelo Wade ao LeBron. O Pippen é, na minha opinião, o único jogador mais completo que o LeBron em termos defensivos que passasse pela NBA. Melhor defensor do que ele foi, o LeBron ainda não é, nem me parece que venha ser sinceramente, mas já será muito bom se ficar perto do nível dele. Claro que também é fundamental, como o Vic afirma, não esquecer a importância do Jordan na evolução do Pippen e concluíndo, como quem não leu o meu comentário com maldade deve ter percebido, eu ao escrever aquele excerto que vi no "Bad Teacher" não defendi nenhum dos dois, simplesmente quis transmitir algo engraçado que me lembrei sobre esse assunto para apimentar, no bom sentido, a questão. Se calhar o Jordan será sempre insuperável, acredito perfeitamente, mas dizer que o LeBron nem é top 10 de sempre, nem chega aos calcanhares do Jordan, nem é bom tecnicamente e afins só "acanalha" a discussão porque todos aqui percebemos minimamente do assunto e sabemos que nada disso é verdade. Além disso, acho que o grande factor em defesa do Jordan nessa discussão é o seu clutch time, que o LeBron, apesar de ter melhorado muito esse aspecto, ainda nem tem nem de perto nem de longe ao mesmo nível do Jordan, nem sei se algum dia aparecerá algum como ele nesse aspecto. Aí até o Kobe, apesar dos inúmeros defeitos, é melhor que o LeBron e que qualquer um na NBA, sendo, na minha opinião, o Durant e o Rose também extremamente clutch players, mas só isso não chega para estar no grupo dos melhores, enquanto ser uma máquina em tudo o que faz parte do jogo e apenas 60 % clutch player se calhar dá para estar entre os melhores de sempre.

      Eliminar
    5. É fundamental acompanhar os jogadores em contexto, no seu tempo, pois ver jogos dos anos 80 com um "olhar" de 2013 certamente não é o mesmo.
      Na comparação atual de Lebron com o Jordan (e não andei a seguir a carreira do Jordan pelo YouTube) o Jordan tem clara vantagem, até porque houve equipas vencedoras dos Bulls que não eram nada de especial.
      Acho que o Jordan se manterá como número 1, mesmo daqui a cerca de 10 anos quando James, provavelmente, calçar as botas. No entanto, CONCLUSÕES DEFINITIVAS sobre qual dos dois ficará como número 1 e como número 2 só serão possíveis no futuro.
      Não quero fazer futurologia mas também não quero cair em saudosismos. Uma coisa é certa, eu já no presente, sou um grande admirador destes 2 atletas que são os mais excecionais desta modalidade.

      Eliminar
    6. Pq será q Shaq só tem 1 MVP qdo dominou nas épocas de 2000 a 2002? São jogadores q nos playoffs transformam-se... Eu n comparo o Pippen com o Wade, comparo antes a equipa dos Heat com a dos Bulls do 1st 3-peat... Só o Ray Allen fez o mesmo esta época q Paxson fez e além de n estar no top 3 dos Heat é mto melhor q Paxson... Basta ver o ranking do Paxson na lista dos melhores de smp feita em 2010 (300 e tal) e comparar com a do Ray Allen (50 ou lá perto)... Dizer q Paxson era 1 grande jogador por causa de 1 lançamento? Naquela equipa a seguir ao Pippen e ao Jordan quem dava mais ajuda era Grant.. E nem está nos top 50 dos melhores de smp nem lá perto... Qto ao Pippen vs Wade, Wade é mto melhor ofensivamente e Lebron é supostamente o melhor de smp defensivamente segundo vcs n? Por isso tb se podiam complementar.. Wade n defende mal.. Até podem preferir Pippen mas isso n quer dizer q seja mto melhor q Wade.
      Quem disse q Lebron não é 1 grande jogador?Eu ainda há pouco tempo disse q para mim ele entrou para o top 10. Agora n é pelo q fez a época passada q por magia entra no meu top 10... É preciso consistência. Se fosse assim Tracy McGrady e Iverson estavam no meu top 10 ou top 15... Mas o q lhes faltou foi o q outros tiveram, consistência. Por isso Lebron entrou no top 10 mas ainda n está ao nível do Jordan de certeza. Tenho 2 olhos e vi as finais inteiras. Sim, fez 1 bom jogo 7 mas oscilou o resto da série algo q dificilmente vi Jordan a fazer smp q ganhou títulos. Ah e n me lembro de Jordan perder nas finais e acanhar-se como em 2011....

      Stoudemire eu disse q Jordan ganhou 8 títulos? Eu disse q se quisesse tinha grande hipótese de o fazer.. Jordan era mto ligado ao pai q smp quis q este fosse jogador de basebol (era o desporto preferido do pai) e qdo este morreu Jordan foi tentar a sua sorte a jogar basebol... Se n compreendes isso q mais te posso dizer? Só para acrescentar MJ ofereceu 1 carro (LEXUS) ao pai e, pouco tempo dps numa viagem, o pai estacionou o carro numa estação de serviço para descansar e foi morto a tiro por 2 ladrões (carjacking). Se isso n mexe com a cabeça de alguém n sei o q dizer. E qto ao levares-me a sério ou não só pode ser piada tendo em conta certos posts teus..

      Eliminar
    7. Será pq o prémio de mvp é votado pelos jornalistas? Será, concerteza. Kobe > lebron. de longe

      Eliminar
    8. top 10:

      1- Jordan
      2- Kareem
      3- Magic
      4- Russell
      5- Bird
      6- Wilt
      7- Kobe
      8- Duncan
      9- Shaq
      10- Hakeem

      Eliminar
    9. Mas tão a brincar comigo? Pôr o Jordan e o número seis dos heat na mesma frase é um desrespeito para o MJ. O Jordan dava-lhe uma coça com batatas e bife bem passado ao pequeno almoço, dentro do court. Anyday.

      Eliminar
    10. 1-Michael Jordan
      2-Magic Johnson
      3-Kareem Abdul Jabbar
      4-Bill Russel
      5-Larry Bird
      6-Wilt Chamberlain
      7-Lebron James
      8-Shaquille o'Neal
      9-Hakeem Olajuwon
      10-Tim Duncan

      Eliminar
    11. Stoudemire25/06/13, 23:36

      Magic
      Jordan
      Kareem
      Bird
      Lebron
      Shaq
      Duncan
      Russel
      Wilt
      Robertson

      Eliminar
  3. O spoelstra é melhor do que dizem, agora como se acha que a equipa dos Heat é perfeita (e não o é) qualquer derrota, qualquer dificuldade lhe metem o ónus em cima. Quanto à próxima época creio que será bem mais difícil para os Heat que acabaram por ser das poucas equipas que não foram confrontadas com lesões e ainda mais no este. Quanto a repensar bosh e wade digamos que é muito ingrato porque ambos foram super decisivos para esta equipa e o bosh não tem culpa que o metam a jogar a C e não a PF. É claro que no tempo das superequipas os fans querem saber pouco de lealdade e quando acham que há a mínima hipótese de alguém estar a fraquejar nada melhor do que procurar uma nova super-estrela.
    Eu se fosse gm preferia muito mais trocar um deles por 2 bons role players

    ResponderEliminar
  4. o lebron nao marcou 37 pontos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, claro, 37. Foi gralha (já corrigi), obrigado! :)

      Eliminar
  5. Pois é, concordo plenamente que foram uma finais para recordar, e também para chegar meio ensonado ao trabalho. lol

    Em relação ao futuro dos Heat o que é que acham? Parece-me evidente que ninguém gosta de ver jogadores de 2,03m a defender postes de 2,18m ou 2,11m.

    Vendo a folha salarial dos Heat, entre os jogadores que têm bom valor negocial, temos o Mike Miller ($6,200,000) como da outra vez referiam aqui e bem. Não estou a por em causa que o Miller é um dos maiores "bombardeiros" da Nba. No entanto pode ser esta a via (pode incluir também escolhas do draft...) para obter mais um jogador alto para se juntar ao Bosh e ao Birdman.
    Mas também acho que deviam arranjar mais um segundo base pois é natural que o Wade, para manter a qualidade do seu jogo, tenha de jogar menos minutos para o ano.

    ResponderEliminar
  6. Stoudemire23/06/13, 23:02

    Agora a sério. Claro que ainda não considero o James o GOAT, mas acho que o vai ser e para isso não é necessário ganhar mais anéis mas sim contiuar neste nível durante mais uns anitos.
    Para mim o melhor de sempre é o Magic(estou a cometer algum tipo de crime? espero que não).
    P.S.- Quando me falam do Kobe nestas andanças não posso levar essa pessoa a sério.

    ResponderEliminar
  7. Será que o Oden vai mesmo para os HEat? E se sim como estara ele daqueles "joelhos"?

    ResponderEliminar
  8. To the last chance!
    To the last second!
    To the last man!

    WE FIGHT
    WE FIGHT

    Lets go HEAT!

    ResponderEliminar
  9. Eu prefiro o Magic e o Lebron ao Jordan. Sao estilos de jogo diferentes. O Jordan dava era grandes shows. Mas Magic também tinha o showtime.

    ResponderEliminar